Lúcio Valério Flaco (cônsul em 152 a.C.)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Lúcio Valério Flaco.
Lúcio Valério Flaco
Cônsul da República Romana
Consulado 152 a.C.
Morte 152 a.C.

Lúcio Valério Flaco (m. 152 a.C.; em latim: Lucius Valerius Flaccus) foi um político da gente Valéria da República Romana eleito cônsul em 152 a.C. com Marco Cláudio Marcelo. Era filho de Lúcio Valério Flaco, cônsul em 195 a.C., e pai de Lúcio Valério Flaco, cônsul em 131 a.C..

Carreira[editar | editar código-fonte]

Foi edil curul em 163 a.C., ano no qual se realizou os Jogo Megalenses no qual estreou a peça "Heautontimorumenos", de Terêncio[1]. Em 155 a.C., foi pretor. Três anos depois, Valério foi eleito cônsul com Marco Cláudio Marcelo, que exercia o consulado pela terceira vez[2]. A única coisa que sabemos sobre ele é que morreu enquanto ocupava o cargo[3].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul da República Romana
SPQR.svg
Precedido por:
Quinto Fúlvio Nobilior

com Tito Ânio Lusco

Marco Cláudio Marcelo III
152 a.C.

com Lúcio Valério Flaco

Sucedido por:
Aulo Postúmio Albino

com Lúcio Licínio Lúculo


Referências

  1. Terêncio, Heautontimorumenos, Didascalia
  2. Fasti Capitolini [em linha]
  3. Júlio Obsequente 77

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Fontes primárias[editar | editar código-fonte]

Fontes secundárias[editar | editar código-fonte]