La nevada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
La nevada
Autor Francisco de Goya
Data 1786
Técnica tinta a óleo, lona
Dimensões 275 centímetros x 293 centímetros
Localização Museu do Prado

La nevada é uma obra do pintor e gravador espanhol Francisco de Goya. A pintura repousa, hoje, nas paredes do Museu do Prado, em Madrid. "Faz parte da série de cartões para tapeçarias que representam as estações do ano".

Análise do quadro[editar | editar código-fonte]

"Corresponde a uma série de cartões que Goya pintou para as tapeçarias que iriam para a sala de jantar do Príncipe das Astúrias, o palácio de El Pardo em Madri. Fez parte de um conjunto composto por 'La floreras', 'La vendimia', 'La era' e essa para o inverno. Era uma série dedicada às quatro estações. O originalidade de Goya, no caso desta pintura, está no assunto, na forma de interpretar e desenvolver com pincéis o que é um inverno cruel. É a primeira vez na história da pintura que é representada de forma realista, sem romanticismos; geralmente, era retratado de forma idealista, como uma estação divertida e grata.

Aqui somos apresentados como algo natural nos meses do ano, com um frio desagradável e triste, onde os protagonistas sofrem a rigorosidade do vento e da neve. Atrás deles, está um burro carregando um porco aberto em um rio. É uma cena costumbrista. Neste caso, ele está falando com os pincéis sobre o abate do porco, que normalmente é feito nos dias frios de inverno. Todos os personagens da cena sentem frios: os três homens do burro, os guardas e até o cão que esconde a cauda entre as pernas.

Com a ajuda da cor branca, Goya consegue transmitir o frio da neve e da nevasca, contrastando com os tons escuros do seu redor. Outro elemento importante na cena é o vento que move as árvores já desprovidas de suas folhas, ao mesmo tempo em que joga flocos de neve no rosto dos homens. O assunto era uma novidade entre seus contemporâneos."[1]

Referências

  1. Lafuente Ferrari, Enrique (1964). Museu do Prado. Pintura espanhola dos séculos XVII e XVIII. Madri: Aguilar S.A. 
Ícone de esboço Este artigo sobre pintura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.