Laceração

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Laceração é um tipo de ferida provocada por um corte ou rasgo.[1]

Aspectos culturais[editar | editar código-fonte]

Religião[editar | editar código-fonte]

Algumas religiões adotam a laceração como procedimento para expressar servidão e adoração aos deuses.

Arte[editar | editar código-fonte]

A laceração também pode ser utilizada como uma forma de arte corporal, neste caso inserindo-se no mesmo universo do piercing, dos anéis alargadores de orelha e das tatuagens.

Na Biologia[editar | editar código-fonte]

Em citologia, "laceração" ou "fragmentação" é uma forma de reprodução assexuada de organismos pluricelulares. Em organismos unicelulares, as duas formas de reprodução assexuada são a cissiparidade e a gemulação. A laceração como o próprio nome indica é quando um individuo se parte em pedaços que sofrem regeneração formando novos indivíduos com a mesma carga genética que o indivíduo original, no processo existe trauma isto é o ser em questão sente dor diferentemente da esquizogênese que nada mais é do que a laceração sem trauma.

Referências

  1. laceração in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa sem Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2018. [consult. 2018-07-06 03:58:53]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa-aao/laceração
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.