Le placard

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Le Placard
O Closet (BR)
 França
2001 •  cor •  84 min 
Direção Francis Veber
Produção Patrice Ledoux
Roteiro Francis Veber
Elenco Daniel Auteuil
Gérard Depardieu
Michel Aumont
Thierry Lhermitte
Michèle Laroque
Género Comédia
Música Vladimir Cosma
Companhia(s) produtora(s) Miramax Films
Idioma Francês
Página no IMDb (em inglês)

Le Placard (no Brasil, O Closet) é um filme francês do gênero comédia, dirigido por Francis Veber, e estrelado por Daniel Auteuil, Gérard Depardieu e Michael Aumont. O filme foi lançado em 17 de janeiro de 2001.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Mesmo estando divorciado há dois anos, o contador Pignon, permanece apaixonado pela ex-esposa, que quer vê-lo longe, assim como seu filho que também não quer ver o pai por uma simples razão: Pignon é uma pessoa muito chata. Deprimido e infeliz com a vida, Pignon está prestes a ser demitido do trabalho, quando conhece seu novo vizinho Belone. Este lhe dá a inusitada idéia de fingir ser homossexual, pois a empresa jamais iria demitir um gay, temendo uma possivel polêmica com a imprensa. Pignon aceita a idéia e Belone envia fotos falsas de Pignon com outros homens para a fábrica de borrachas e camisinhas, onde este trabalha. O plano maluco dá certo e após uma reunião, o chefe e os acionistas decidem não só readmitir Pignon, como também promovê-lo a um cargo maior e melhor. No entanto, quando a notícia se espalha, Pignon se torna ícone sexual e se vê as voltas com mulheres curiosas que querem convertê-lo em heterossexual novamente e com várias pessoas fingido serem legais com ele, tentando esconder ao máximo o seu preconceito.

Enquanto isso, Félix Santini, um outro funcionário da fábrica, metido a machão e que não gosta de homossexuais, não para de ironizar e tirar brincadeiras com Pignon. Os colegas o alertam de que aquele tipo de atitude não é bem visto pela empresa e, com medo de perder o emprego, ele começa uma luta desesperada para demonstrar seu afeto e amizade para com Pignon.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Le placar tem aclamação por parte da crítica especializada. Possui tomatometer de 86% em base de 79 críticas no Rotten Tomatoes. Tem 78% de aprovação por parte da audiência, usada para calcular a recepção do público a partir de votos dos usuários do site.[1]

Referências

  1. «Le placar» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 21 de abril de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme francês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.