Lemenhe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade. Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Portugal Lemenhe 
  Freguesia portuguesa extinta  
Lemenhe está localizado em: Portugal Continental
Lemenhe
Localização de Lemenhe em Portugal Continental
Coordenadas 41° 27' 21" N 8° 32' 5" O
Concelho primitivo Vila Nova de Famalicão
Extinção 28 de janeiro de 2013
Área
 - Total 2,67 km²
Orago Divino Salvador

Lemenhe é uma antiga freguesia portuguesa do concelho de Vila Nova de Famalicão, com 2,67 km² de área e 1 272 habitantes (2011)[1]. A sua densidade populacional era 476,4 hab/km.
Foi unida às freguesias de Mouquim e Jesufrei, formando a União das Freguesias de Lemenhe, Mouquim e Jesufrei com sede em Lemenhe.

História[editar | editar código-fonte]

Lemenhe é uma das freguesias do concelho de Vila Nova de Famalicão, a cerca de cinco quilómetros da sede concelhia.

O topónimo Lemenhe deriva do termo árabe Lamenhi, composto pela partícula la (de), pelo interrogativo mán (quem) e pelo pronome pessoal (tomado pelo verbo auxiliar sum, es, fiu), o que significa "de quem é?". É provável que Lemenhe, uma povoação muito antiga, tenha sofrido sucessivas invasões mouras e o nome provenha das dúvidas relativas à propriedade das suas terras, como acontecia em todo o território.

As primeiras referências escritas a Lemenhe, surgem em 1059: "Et ripa alister Monasterio de Lemeni integro et Villa Abrigosa integra. Isto Monasterio et Villa cum incommuniationes et ecclesias."[quem?]

A existência do referido Mosteiro, em Lemenhe, nunca foi confirmada. Entretanto, nos anos seguintes surgem, em documentos oficiais, referências a povoações anexas a Lemenhe. Villa Abrigosa, Sancti Andree e Pradosso.

Durante a época medieval, a Freguesia pertenceu ao Julgado de Vermoim. Foi Abadia de Apresentação da Mitra e passou, depois, a Reitoria.

O dia 13 de Junho de 1874 foi um dos dias mais marcantes da história de Lemenhe. Abateram-se fortes trovoadas e chuvas torrenciais sobre a povoação, fazendo o nível das águas do ribeiro atingir uma altura de três metros. Desde Cambeses, entre Lemenhe e Nine, e até à foz, no Rio Cávado, o ribeiro causou grandes estragos, como conta Pinho Leal, "suas águas, correndo furiosas, arrastaram tudo a quanto chegaram. Torceu, quebrou e arrancou um sem número de árvores feitas; arrasou paredes sem conta, levando pedras enormes a grandes distâncias. Desmantelou muitos moinhos e engenhos, arrasando completamente alguns. Varreu as sementeiras dos campos, abrindo nelas profundas escavações; afogando algum gado. Um homem de Gamil, que estava num moinho, fugindo para o telhado dele, dali mesmo foi arrebatado pela corrente furiosa. Foi arrastado até à freguesia de Rio Covo. Só esta Freguesia perdeu com a cheia, mais de três contos de réis, e as outras, mais de trinta. Não há memória de outro semelhante temporal."

Curiosamente, a Capela, onde hoje se venera Nossa Senhora do Carmo era, naquela altura, dedicada à milagrosa imagem de Nossa Senhora de Água Levada.

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Lemenhe [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
503 466 539 501 562 606 685 708 822 873 949 1 175 1 363 1 427 1 272

Património[editar | editar código-fonte]

O Santuário Mariano de Nossa Senhora do Carmo, é o único Santuário no concelho de Vila Nova de Famalicão.[3]

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Norte". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 10 de Março de 2014.. Cópia arquivada em 4 de Dezembro de 2013 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  3. «LEMENHE blog». lemenhe.blogspot.com. Consultado em 7 de julho de 2010. 
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências