Liga dos Campeões das Américas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde dezembro de 2015). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Liga dos Campeões das Américas 2018
Americas Champions League
Dados gerais
Organização CONMEBOL, CONCACAF
Edições Não disponível
Outros nomes "Champions League das Américas'
Local de disputa América do Sul, América Central e América do Norte.
Número de equipes 64
Sistema Eliminatórias
editar

A Liga dos Campeões das Américas ou Champions League das Américas oficialmente Americas Champions League (ACL), É um torneio disputado entre clubes da América do Sul, América Central e América do Norte. Em agosto de 2015, Riccardo Silva, presidente da empresa de direitos esportivos MP & Silva, anunciou que estava trabalhando para criar a nova competição com 64 times, oferecendo um prêmio mínimo de US$ 5 milhões para cada participante e um prêmio de US$ 47 milhões para o vencedor do campeonato. [1]

A iniciativa já conta com o apoio de alguns importantes clubes da região, como Corinthians, Flamengo, São Paulo, Cruzeiro, Nacional, Peñarol, Olimpia, Universidad de Chile e Colo-Colo.[2]

Fases Finais[editar | editar código-fonte]

Esquema ==[editar | editar código-fonte]

Oitavas-de-final Quartas-de-final Semifinais Final
       23 de abril a 1 de maio  25 de maio
                                         
  1 2 3  
 Alemanha Bayern de Munique (gf) 3 0 3  
   Alemanha Bayern de Munique 2 2 4  
   Itália Juventus 0 0 0  
 Escócia Celtic 0 0 0
 Itália Juventus 3 2 5  
   Alemanha Bayern de Munique 4 3 7  
   Espanha Barcelona 0 0 0  
 Espanha Valencia 1 1 2  
 França Paris Saint-Germain 2 1 3  
   França Paris Saint-Germain 2 1 3
   Espanha Barcelona (gf) 2 1 3  
 Itália Milan 2 0 2
 Espanha Barcelona 0 4 4  
   Alemanha Bayern de Munique 2
   Alemanha Borussia Dortmund 1
 Portugal Porto 1 0 1  
 Espanha Málaga 0 2 2  
   Espanha Málaga 0 2 2
   Alemanha Borussia Dortmund 0 3 3  
 Ucrânia Shakhtar Donetsk 2 0 2
 Alemanha Borussia Dortmund 2 3 5  
   Alemanha Borussia Dortmund 4 0 4
   Espanha Real Madrid 1 2 3  
 Espanha Real Madrid 1 2 3  
 Inglaterra Manchester United 1 1 2  
   Espanha Real Madrid 3 2 5
   Turquia Galatasaray 0 3 3  
 Turquia Galatasaray 1 3 4
 Alemanha Schalke 04 1 2 3  

Fase de Grupos[editar | editar código-fonte]

Grupo A ==[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Grêmio 15 6 5 0 1 14 3 +11
Argentina Godoy Cruz 13 6 4 1 1 10 3 +6
Estados Unidos D.C. United 5 6 1 2 3 6 10 –4
Venezuela Zamora 1 6 0 1 5 1 14 –13
  PTO DNK GRE DNZ
Godoy Cruz 3–2 1–0 3–0
D.C. United 0–0 0–2 2–0
Grêmio 2–1 4–1 4–0
Zamora 0–2 1–1 0–2

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Flamengo 12 6 3 3 0 10 6 +4
Argentina Boca Juniors 10 6 3 1 2 10 8 +2
México Cruz Azul 9 6 3 0 3 9 9 0
Estados Unidos Orlando City 2 6 0 2 4 6 12 –6
  ARS FLA CRU ORL
Flamengo 0–2 3–0 2–0
https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Club_Atlético_Boca_Juniors 2–2 1–0 2–2
Orlando City 2–1 1–2 3–1
Cruz Azul 1–2 1–1 1–2

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Uruguai Nacional 12 6 3 3 0 12 5 +7
Brasil Cruzeiro 8 6 2 2 2 7 6 +1
Argentina San Lorenzo 7 6 2 1 3 6 9 –3
México Tigres 5 6 1 2 3 4 9 –5
  ACM ZEN AND MAL
Cruzeiro 7-4 0–0 1–1
Predefinição:San Lorenzo 2–3 1–0 2–2
Predefinição:Pumas 1–3 1–0 0–3
Málaga 1–0 3–0 2–2

Grupo D[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
México Monterrey 14 6 4 2 0 11 5 +6
Argentina River Plate 11 6 3 2 1 15 9 +6
Equador LDU Quito 4 6 1 1 4 8 16 –8
🇹🇹 Suriname F.c 3 6 0 3 3 7 11 –4
  RMA MCI AJA BDO
River Plate 3–2 4–1 2–2
Predefinição:Futebol Bolivar 1–1 2–2 1–1
LDU Quito 1–4 3–1 1–4
Monterrey 2–1 1–0 1–0

Grupo E[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Palmeiras 12 6 3 3 0 12 4 +8
10 6 3 1 2 12 8 +4
Argentina Independiente 10 6 3 1 2 16 10 +6
Venezuela Zulia 1 6 0 1 5 4 22 –18
  CHE SHA JUV NOR
Independiente 3–2 2–2 6–1
Predefinição:Futebol Montreal Impact 2–1 0–1 2–0
Palmeiras 3–0 1–1 4–0
Zulia 0–4 2–5 1–1

Grupo F[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
🇲🇽Club América 13 6 4 1 1 15 6 +9
Paraguai Olímpia 13 6 4 1 1 12 5 +7
Honduras Olancho 6 6 2 0 4 9 15 –6
style="text-align:left;"Panamá|🇩🇴Luque F c 3 6 1 0 5 4 13 –9
  BMU VAL LIL BAT
Bayern de Munique 2–1 6–1 4–1
Valencia 1–1 2–0 4–2
Lille 0–1 0–1 1–3
BATE Borisov 3–1 0–3 0–2

Grupo G[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Brasil Santos 13 6 4 1 1 11 5 +4
Equador Emelec 10 6 3 1 2 9 8 +1
Brasil Corinthians 8 6 2 2 2 5 5 0
Colômbia Atlético Nacional 3 6 1 0 5 7 14 –7
  FCB BEN SPM CEL
Santos 0–0 3–2 2–1
Corinthians 0–2 2–0 2–1
Atlético Nacional 0–3 2–1 2–3
Emelec 2–1 0–0 2–1

Grupo H[editar | editar código-fonte]

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Canadá Toronto 12 6 4 0 2 9 6 +3
México Chivas Guadalajara 10 6 3 1 2 7 6 +1
Honduras Cluj 10 6 3 1 2 9 7 +2
ColômbiaIndepediente Medelin 3 6 1 0 5 7 13 –6
  MUN BRA GAL CLU
Toronto 3–2 1–0 0–1
Chivas Guadalajara 1–3 1–2 0–2
Predefinição:Futebol Júnior Barranquilla 1–0 0–2 1–1
Cluj 1–2 3–1 1–3

MP & Silva[editar | editar código-fonte]

A Champions League das Américas foi criada pela MP & SILVA, empresa internacional de direitos esportivos especializada na gestão e distribuição de eventos esportivos mundiais. MP & Silva será responsável pelos direitos comerciais, produção e ativação de patrocínio da Liga, assim como a TEAM Marketing AG é parceira da UEFA. A carteira de portfolio da MP & Silva abrange algumas das propriedades de esportes mais emblemáticos do mundo, incluindo os principais campeonatos europeus de futebol (Premier League, Serie A, Bundesliga, Ligue 1 e outros), Roland Garros, F1, NBA, e NFL.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Alguns artigos de notícias afirmaram que a criação da Champions League das Américas forçaria o eventual fim da Copa Libertadores. Esta hipótese foi negada por Riccardo Silva em diferentes entrevistas na América Latina. Ele afirmou que os organizadores da ACL (Americas Champions League em inglês) estão trabalhando sob a premissa e o desejo de que a Copa Libertadores permanecerá intocada, sendo uma competição muito tradicional na América do Sul e não há nenhuma razão para que ela desapareça. Embora o calendário do futebol na América do Sul esteja sobrecarregado, os organizadores estão propondo datas específicas para os jogos da Champions League das Américas sem entrar em conflito com a Libertadores ou com nenhuma outra competição. [3]

Outra controvérsia em torno da Liga dos Campeões das Américas é a distância e o tempo de viagem. No entanto, as viagens e distâncias são sempre uma preocupação em todas as competições. Isso tambem é um desafio visto nos times dos Estados Unidos e Canadá para jogos das ligas norte-americanas (MLS, NFL, NHL etc). É o mesmo na América do Sul para a Copa Libertadores, quando as equipes mexicanas precisam jogar em Buenos Aires. O mesmo também acontece na Europa, quando times de Portugal precisam jogar no Cazaquistão para a UEFA Champions League.[4]

Referências