Lima comum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outro fruto, também conhecido por limão-galego, veja limão-cravo.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outro fruto, também conhecido por lima comum, veja lima-da-pérsia.
Disambig grey.svg Nota: Se procura por outro fruto, conhecido por limão-siciliano, veja limão.
Como ler uma infocaixa de taxonomiaLima comum
Lima madura
Lima madura
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Sapindales
Família: Rutaceae
Gênero: Citrus
Espécie: C. aurantiifolia
Nome binomial
Citrus aurantiifolia
(Christm.) Swingle, 1913
Sinónimos
Citrus aurantifolia (Christm.) Swingle

A lima comum é uma fruta cítrica, o fruto de uma das espécies de limeiras ácidas, Citrus aurantiifolia. (O nome Citrus aurantifolia é uma variante considerada inválida por causa de um erro ortográfico.[1][2]) O fruto é classificado dentro das limas ácidas.[3][4] Trata-se de um dos frutos chamados limão-galego em algumas partes do Brasil, incluindo São Paulo.[3][5] (Em outras partes do Brasil, limão-galego é o nome comum do limão-cravo, de casca espessa e laranjada.) No Espírito Santo, é chamado limão branco. O fruto dessa espécie é arredondado e de 2,5 até 5 cm.[6] É parecido com o limão-taiti, mas é menor, mais ácido, tem mais sementes, um sabor mais intenso, e uma casca mais fina, amarelada quando o fruto está maduro. A polpa é levemente esverdeada e o suco é muito ácido.

É usado como tempero e em bebidas, por exemplo na caipirinha.

Origem[editar | editar código-fonte]

A espécie é nativa do Sudeste Asiático. Encontra-se no estado selvagem em vales do Himalaia.[6] Segundo uma pesquisa genética, a variedade cultivada mexicana é o resultado de hibridação entre a cidra e uma espécie do subgênero Papeda.[7]

Importância econômica[editar | editar código-fonte]

Essa espécie perdeu sua importância econômica, sendo menos plantada do que o limão-taiti no Brasil.[8]

Referências

  1. (em inglês) ITIS report.
  2. (em inglês) A Wikispecies tem informações sobre: Citrus aurantiifolia.
  3. a b Dirceu de Mattos Junior, José Dagoberto De Negri, José Orlando de Figueiredo e Jorgino Pompeu Junior, 2005, CITROS: principais informações e recomendações de cultivo, Boletim Técnico 200 (IAC).
  4. Germplasm Resources Information Network, 2010, Citrus aurantiifolia (Christm.) Swingle Arquivado em 26 de outubro de 2012, no Wayback Machine. (em inglês).
  5. Gernot Katzer, 2000, Lime Arquivado em 17 de novembro de 2011, no Wayback Machine. (Citrus aurantifolia [Christm. et Panz.] Swingle) (em inglês).
  6. a b (em inglês) Morton, J. 1987. Mexican Lime, p. 168–172, Fruits of warm climates. Julia F. Morton, Miami, FL.
  7. (em inglês) Nicolosi, E.; Deng, Z.N.; Gentile, A.; La Malfa, S.; Continella, G. & Tribulato, E., 2000, Citrus phylogeny and genetic origin of important species as investigated by molecular markers. Theoretical and Applied Genetics 100(8): 1155-1166. doi:10.1007/s001220051419 (resumo em HTML).
  8. Limas ácidas e doces Arquivado em 3 de novembro de 2012, no Wayback Machine., Toda fruta Arquivado em 3 de janeiro de 2012, no Wayback Machine..
Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Sapindales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.