Linceu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o argonauta, veja Linceu (argonauta).

Linceu, na mitologia grega, foi um dos cinquenta filhos de Egipto,[1] que se casaram com as cinquenta filhas de Dânao, irmão de Egipto e rei de Argos.[2]

Dânao ordenou às suas filhas que matassem os seu esposos no dia do casamento, o que foi feito quando estes estavam dormindo, mas Linceu foi poupado por Hipernestra, porque Linceu respeitou a sua virgindade.[2]

As outras filhas de Dânao enterraram as cabeças dos maridos (e primos) em Lema, prestaram honras fúnebres em frente à cidade e foram purificadas por Atena e Hermes por ordem de Zeus.[2]

Dânao faz o casamento de Hipermnestra e Linceu, e casa suas outras filhas com os vencedores de uma competição atlética.[2]

Linceu reinou em Argos após a morte de Dânao e, com Hipermnestra, foi o pai de Abas.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Árvore genealógica baseada em Pseudo-Apolodoro,[1][2][3] por simplificação os meio-irmãos de Linceu e Hipermnestra não foram representados:

Belo
Anquínoe
Argípia
Egipto
Dânao
Elefantis
Linceu
Proteu
Hipermnestra
Gorgófona
Abas


Precedido por
Dânao
Rei de Argos
Sucedido por
Abas, filho de Linceu

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.