Little Nikita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Little Nikita
O Pequeno Nikita (PT)
Espiões Sem Rosto (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1988 •  cor •  98 min 
Direção Richard Benjamin
Produção Harry Gittes
Art Levinson
Roteiro Bo Goldman
John Hill
Elenco Sidney Poitier
River Phoenix
Gênero Drama
Suspense
Música Marvin Hamlisch
Cinematografia László Kovács
Edição Jacqueline Cambas
Companhia(s) produtora(s) Columbia Pictures
Distribuição Columbia Pictures Entertainment, Inc.
Lançamento Estados Unidos 18 de março de 1988
Portugal 18 de novembro de 1988
Idioma Inglês
Receita US$1.7 milhões (América do Norte)[1]
Página no IMDb (em inglês)

Little Nikita (Espiões sem Rosto BRA ou O Pequeno Nikita POR) é um filme cult estadunidense de 1988 dos gêneros drama e suspense dirigido por Richard Benjamin. Roteiro de Bo Goldman e John Hill. Estrelado por Sidney Poitier e River Phoenix.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O agente duplo soviético "Scuba" elimina vários espiões da KGB que vivem disfarçados há muito tempo em solo americano (e por isso são conhecidos como "latentes"), tentando obter dinheiro de seus antigos patrões. Scuba é procurado pelo agente do FBI Roy Parmenter por ter eliminado seu parceiro há alguns anos. Quando investigava o candidato à Força Aérea Jeff Grant, um jovem de dezesseis anos, Roy decobre que a identidade dos pais deles são falsas e que são espiões russos. E que assim são alvos potenciais de Scuba.

Enquanto isso a polícia soviética manda o experiente assassino Karpov para prender Scuba. Karpov entra em contato com os pais de Jeff, obrigando-os a participarem como "isca" para o agente duplo, ameaçando a vida de Jeff se não colaborarem com seu plano.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Sidney Poitier e River Phoenix voltaram a atuar juntos em 1992 no filme Sneakers.
  • Quando as mãos de Roy estão sobre a carta de condução para Jeff, a data de nascimento é 23 de agosto de 1970, que é a verdadeira data de nascimento do ator River Phoenix.

Recepção[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas e tem uma pontuação de "podre" de 55% no Rotten Tomatoes. Walter Goodman disse que a estratégia de direção de Benjamin no filme "trama com movimentos de rotina de espião mostra passado, na esperança de fazer o razoável improvável".[2] Roger Ebert recebeu o filme com uma estrela e meia, suspeitando que Poitier e os criadores do filme não tinha idéia de como usar um computador, e que "ele se transforma todos os personagens em peças de xadrez, cujas relações dependem do enredo, não na química humana. Desde o enredo é absurdamente ilógica, você não deixou com muito".[3]

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

O filme arrecadou $866,398 em sua semana de estréia. Ele passou a fazer $1.7 milhões na América do Norte.[4]

Referências

  1. «Box Office Champs, Chumps : The hero of the bottom line was the 46-year-old 'Bambi' - Page 2 - Los Angeles Times». Articles.latimes.com. 8 de janeiro de 1989. Consultado em 23 de março de 2014 
  2. Goodman, Walter (18 de março de 1988). «Movie Review - Little Nikita - Review/Film; Poitier in 'Little Nikita' - NYTimes.com». Movies.nytimes.com. Consultado em 23 de março de 2014 
  3. «Little Nikita :: rogerebert.com :: Reviews». Rogerebert.suntimes.com. Consultado em 23 de março de 2014 
  4. «Box Office Champs, Chumps : The hero of the bottom line was the 46-year-old 'Bambi' - Page 2 - Los Angeles Times». Articles.latimes.com. 8 de janeiro de 1989. Consultado em 23 de março de 2014 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]