My Favorite Year

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Para o álbum de Tony Scalzo, ver My Favorite Year (álbum).
My Favorite Year
Meu Ano Favorito (PT)
Um Cara Muito Baratinado (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1982 •  Metrocolor •  92 min 
Direção Richard Benjamin
Produção Michael Gruskoff
Art Levinson
Mel Brooks (não creditado)
Joel Chernoff (não creditado)
Roteiro Dennis Palumbo (história e roteiro)
Norman Steinberg
Elenco Peter O'Toole
Mark Linn-Baker
Jessica Harper
Joseph Bologna
Gênero Comédia
Música Ralph Burns
Efeitos especiais Charles Schulthies
Matthew Yuricich
Figurino May Routh
Cinematografia Gerald Hirschfeld
Edição Richard Chew
Companhia(s) produtora(s) Brooksfilms Ltd.
Distribuição Metro-Goldwyn-Mayer
Lançamento Estados Unidos 1 de outubro de 1982
Portugal 3 de janeiro de 1985
Idioma Inglês
Receita US$20,123,620
Página no IMDb (em inglês)

My Favorite Year (Um Cara Muito Baratinado (título no Brasil) ou Meu Ano Favorito (título em Portugal)) é um filme de comédia estadunidense de 1982 escrito por Dennis Palumbo e Norman Steinberg, e dirigido por Richard Benjamin, que conta a história de um jovem escritor de comédia.[1] É estrelado por Peter O'Toole, Mark Linn-Baker, Jessica Harper, e Joseph Bologna. O'Toole foi indicado para o Oscar de Melhor Ator. O filme foi adaptado em um mal sucedido musical de 1992 de mesmo nome da Broadway.

Notas de produção[editar | editar código-fonte]

Estreia de Richard Benjamin na direção, o filme é livremente baseado nos anos finais da carreira de Errol Flynn.[2]

A história é contada por um roteirista de TV iniciante, feito por Mark Linn-Baker. O ator ficaria famoso pela sitcom Perfect Strangers (Primo Cruzado no Brasil; Eternos Novatos em Portugal), que teve oito temporadas entre 1986 e 1993.

A cena da reação de Peter O'Toole ao descobrir que vai aparecer ao vivo na televisão tornou-se clássica.[2] A mulher com quem ele dança no nightclub é interpretada por Gloria Stuart, estrela na década de 1930.[3]

O show de variedades mostrado no filme é baseado no Your Show of Shows, atração que Sid Caesar comandou na NBC na década de 1950.[2][3] Mel Brooks, produtor executivo do filme, foi um escritor para o mesmo programa de Sid Caesar, no início de sua carreira. Errol Flynn era um convidado em um episódio, e esta ocorrência da vida real inspirou roteiro em grande parte fictício de Dennis Palumbo. Swann foi obviamente baseado em Flynn, enquanto Benjy Stone é vagamente baseado em ambos Brooks e Woody Allen, que também escreveu para Caesar. Brooks reconheceu que a maior parte da trama do filme foi fabricado. Ele diz que a aparição de Flynn em Your Show of Shows transcorreu sem incidentes, de que nenhum dos escritores tem muita chance de falar com Flynn, e muito menos tornar-se seu amigo ou levá-lo para casa para jantar. Segundo Brooks, o personagem de Rookie Carroca também foi baseado em uma pessoa real, um marinheiro filipino na Marinha dos EUA, que era seu vizinho, no Brooklyn. Assim como Alan Brady em The Dick Van Dyke Show, King Kaiser representado Sid Caesar ("Kaiser" é o equivalente alemão do título romano Caesar). Selma Diamond, outra ex-escritora de Your Show of Shows (que se inspirou na personagem Sally Rogers de Rose Marie em The Dick Van Dyke Show), aparece como uma vestida amante.

O personagem de Herb, um escritor de comédia que sussurra quase tudo o que ele tem a dizer, é vagamente baseado em Neil Simon, outro dos escritores pessoais de Caesar, que, de acordo com o colega de trabalho Carl Reiner, sussurrou idéias para os colegas em vez de tentar gritar acima do barulho da sala dos roteiristas ruidosos.

Simon e Reiner fizeram o seu próprio uso de suas experiências em Your Show of Shows. Laughter on the 23rd Floor, escrito por Simon para o palco e mais tarde um filme para a televisão, incluído versões mal disfarçados de Sid Caesar e sua equipe. O mesmo aconteceu com The Dick Van Dyke Show, que foi criado pelo amigo e colega de Brooks, Reiner (que mais tarde iria estrelar o show do Van Dyke como Alan Brady, com o personagem baseado em Brooks).

Pela sua festejada atuação, O'Toole recebeu a sétima de um total de oito indicações ao Oscar. Ele nunca levou a estatueta para casa, exceto a de um Oscar Honorário em 2003. Para o escritor e historiador Ken Wlaschin, My Favorite Year é um dos dez mais brilhantes trabalhos de sua carreira.[4]

O filme foi adaptado para o teatro em forma de musical, mas fracassou na Broadway, onde teve apenas trinta e seis representações, entre dezembro de 1992 e janeiro de 1993.[5]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Alan Swann, antigo ídolo das multidões que enchiam os cinemas, mulherengo e dado à bebida, é o convidado da semana do The King Kaiser Show. O programa faz muito sucesso na TV nos pioneiros anos 1950 e para manter o ator na linha, Benjy Stone, roteirista iniciante, recebe a missão de acompanhá-lo durante os ensaios e controlar seus ímpetos dionisíacos. Mas Swann é escorregadio...

Principais premiações[editar | editar código-fonte]

Patrocinador Prêmio Categoria Situação
Academia de Artes e Ciências Cinematográficas Oscar Melhor Ator (Peter O'Toole) Indicado
Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood Golden Globe Melhor Filme - Comédia ou Musical
Melhor Ator - Comédia ou Musical (Peter O'Toole)
Melhor Atriz Coadjuvante - Cinema (Lainie Kazan)
Indicado
Indicado
Indicado
Writers Guild of America WGA Melhor Roteiro Original - Comédia Indicado
Motion Picture Sound Editors Golden Reel Melhor Edição de Som - Diálogos Vencedor
Prêmios Sant Jordi Sant Jordi Melhor Ator Estrangeiro (Peter O'Toole) Vencedor

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator/Atriz Personagem
Peter O'Toole Alan Swann
Mark Linn-Baker Benjy Stone
Jessica Harper K. C. Downing
Joseph Bologna King Kaiser
Bill Macy Sy Benson
Lainie Kazan Belle Carroca
Anne De Salvo Alice Miller
Basil Hoffman Herb Lee
Lou Jacobi Tio Morty
Adolph Silver Leo Silver
Tony DiBenedetto Alfie Bumbacelli
George Wyner Myron Fein
Selma Diamond Lil
Cameron Mitchell Karl Rojeck
Jenny Neumann Connie

Referências

  1. Variety film review; September 29, 1982.
  2. a b c FRIEDMAN, Dan. «My Favorite Year». AllMovie. Consultado em 26 de junho de 2014 
  3. a b MALTIN, Leonard, Leonard Maltin's Movie Guide - 2011 Edition, Nova Iorque: New American Library, 2010 (em inglês)
  4. WLASCHIN, Ken, The World's Great Movie Stars and Their Films, Londres: Peerage Books, 1985 (em inglês)
  5. «My Favorite Year». IBDB. Consultado em 26 de junho de 2014 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]