Teatro musical

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações.
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
The Black Crook (1866), considerado por alguns historiadores o primeiro musical.[1]

Teatro musical é uma forma de teatro que combina música, canções, dança, e diálogos falados. Esta delimitada por um lado pela sua co-relação com a ópera e por outro pelo cabaré, os três apresentam estilos diferentes, mas suas linhas delimitantes muitas vezes são difíceis de conceituar.

Existem três componentes para um musical: a música, interpretação teatral e o enredo. O enredo de um musical refere-se a parte falada (não cantada) da peça; entretanto, o "enredo" pode também se referir a parte dramática do espetáculo. Interpretação teatral se relaciona as performances de dança, encenação e canto. A música e a letra juntas formam o escopo do musical; as letras e o enredo são freqüentemente impressos como um libreto.

Bharathanatyam:Teatro musical na Índia

O teatro musical no mundo tem sinônimos como Teatro de Revista (Brasil), Comédie musicale (França).

É muito comum ao teatro musical que os trabalhos que tenham sucesso sejam usados no cinema ou adaptados para televisão. Por outro lado alguns programas populares de televisão tem um ou outro episódio ao estilo de um musical como uma peça dentro de seu formato normal (exemplos incluem episódios de Fama, Ally McBeal, Buffy the Vampire Slayer's no episódio Once More with Feeling, Oz's Variety. Se percebe facilmente isso quando repentinamente os personagens começam a cantar e dançar como se estivessem em um teatro musical durante o episódio, outros exemplos em animação são os episódios de The Simpsons, South Park e Family Guy) -- a série televisiva Cop Rock, onde são extensamente usados os formatos musicais, não foi um sucesso.

Mesmo o teatro musical esteja espalhado pelo mundo todo, suas produções são elaboradas muito freqüentemente na Broadway em New York, no West End em Londres, e na França.

Um musical pode durar uns poucos minutos ou varias horas; entretanto, os mais populares musicais duram de duas horas a duas horas e quarenta e cinco minutos. Musicais hoje são normalmente apresentados com um intervalos de quinze minutos de duração; no primeiro ato, é quase sempre de idêntica duração o segundo. Um musical tem normalmente por volta de vinte a trinta canções de vários tamanhos (incluindo uma reprise e adaptação para coral) entre as cenas com diálogos. Alguns musicais, entretanto, tem canções entrelaçadas e não tem diálogos falados. Esta é uma das linhas fronteiriças entre musicais e ópera, mas não é a única.

Outras diferenças entre ópera e musical é que enquanto a ópera costuma ser apresentada em sua língua original, o musical geralmente é traduzido para a língua nativa de onde está sendo apresentado. Numa ópera geralmente o elenco se divide entre cantores, atores e bailarinos, enquanto que, no musical, cada artista deve executar as três funções.

Um momento de grande emoção dramática é freqüentemente encenado numa canção. Proverbialmente, "quando a emoção torna-se tão forte no discurso, você canta; quando ela se torna tão forte na canção, você dança." Uma canção deve ser adaptada ao personagem (ou personagens) e na sua situação dentro do enredo. Um show normalmente se abre com uma canção que dá o tom ao musical, introduz de alguma forma os personagens principais, e mostra o enfoque da peça. Dentro da concentrada natureza do musical, os autores devem desenvolver os personagens e o planejamento.

A música apresenta uma forma excelente de expressar a emoção. Entretanto, na média, poucas palavras são cantadas nestes cinco minutos de canção. Portanto existe pouco tempo para desenvolver o drama que transcorre durante a peça, desde que um musical pode ter uma hora e meia ou mais de música.

O time de colaboradores de um musical[editar | editar código-fonte]

O teatro musical é um trabalho colaborativo com uma longa tradição histórica tanto nos tratados como na estrutura, embora novos autores dos musicais tentem flexionar esta forma de expressão, os autores tem de demorar cinco anos para fazer.[carece de fontes?]

Existem vários autores em um musical. São poucos os musicais que foram escritos por apenas uma pessoa. Uma parceria de colaboradores de compositores (music), letristas (lyric) e escritores (book) são gerenciados, por um compositor/letrista, letrista/escritor (também conhecidos como letristas) ou por fim de um escritor/compositor. Podem haver muitos escritores, letristas e compositores em um musical.

Não existe uma resposta fácil para a constante dúvida sobre o teatro musical: "O que vem primeiro a letra ou música?" Cada colaborador trabalha de uma forma diferente, e tende a ser único em sua forma de trabalhar. Às vezes uma melodia inspira uma letra. Às vezes uma letra inspira uma melodia. Entretanto, a maior inspiração para todos os autores é movida pelo tema da história principal apresentada no show.

A ideia inicial para um novo musical pode vir dos próprios autores, ou eles podem ter sido contratados para escreverem um musical sobre um assunto especifico. O teatro musical tem uma longa tradição de adaptar livros e outros materiais para este gênero.

A história[editar | editar código-fonte]

Produções Brasileiras[editar | editar código-fonte]

Título Nome Original Cidade Ano Teatro Data de Abertura Data de Fechamento Elenco Principal
O Fantasma da Opera The Phantom of the Opera São Paulo 2005 Teatro Abril Sara Sarres
Os Miseráveis Les Miserables São Paulo 2001 Teatro Abril
A Bela e A Fera Beuaty and the Beast São Paulo 2002 Teatro Abril Kiara Sasso
Chicago - São Paulo Teatro Abril Daniele Winits
Miss Saigon - São Paulo Teatro Abril
Mamma Mia! - São Paulo 2010 Teatro Abril 2011
Priscila, a Rainha do Deserto São Paulo 2012 Teatro Bradesco 17 de março de 2012 07 de novembro de 2012
Mudança de Hábito São Paulo 2015 Teatro Abril Karin Hils
Ghost - São Paulo 2016 Teatro Bradesco 02 de setembro de 2016 11 de dezembro de 2016 André Loddi, Giulia Nardus
Rent - São Paulo 2016/2017 Teatro Nair Belo Myra Ruiz, Bruno
Meu Amigo, Charlie Brown São Paulo Teatro Nair Belo Tiago Abravanel (Snoopy)
Meu Amigo, Charlie Brown Rio de Janeiro
A Bela e A Fera (revival) Beuaty and the Beast São Paulo 2009 Teatro Abril Li Martins (Bela)
O Rei Leão The Lion King São Paulo 2013 Teatro Abril
A Família Addams The Addams Family São Paulo Teatro Abril Marisa Orth
Shrek - São Paulo 2013 Teatro Bradesco 31 de outubro de 2013 22 de dezembro de 2013 Diego Luri, Giulia Nadruz,Rodrigo Sant’Anna,  e Felipe Tavolaro.
We Will Rock You - São Paulo 2016 Teatro Santander
Wicked - São Paulo 2016 Teatro Renault Myra Ruiz, Fabi Bang, Jonatas Faro e André Loddi
O Despertar da Primavera Spring Awakening São Paulo Teatro Nair Belo
Cats - São Paulo Teatro Abril Paula Lima
The Rock Horror Picture Show - São Paulo 2016/2017 Teatro Porto Seguro Marcelo Médici
Hair - São Paulo 2012 13 de janeiro de 2012
Godspell - São Paulo 2016 Teatro das Artes
Avenida Q Avenue Q São Paulo
Cinderella - São Paulo 2016 Teatro Alpha 11 de março de 2016 Bianca Tadini
Cinderella - Rio de Janeiro 2016 Teatro Bradesco Bianca Tadini
Urinal - São Paulo Teatro Porto Seguro Bruna Guerin
My Fair Lady - São Paulo 2016 Teatro Santander Paulo
Grease - São Paulo
O Mágico de Oz The Wizard of Oz São Paulo Teatro Alpha
Xanadu - Daniele Winits, Thiago Fragoso
Evita - São Paulo 2011
Hairspray - São Paulo 2010 Teatro Bradesco 18 de fevereiro de 2010 13 de junho de 2010 Jonatas Faro, Simone Gutierrez, Edson Celulari, Arlete Salles e Danielle Winits
Nas Alturas In the Heighs São Paulo 2014 Teatro Bradesco 17 de abril de 2014 25 de maio de 2014
Nine -
Ou Tudo ou Nada São Paulo 2015 Teatro Net
Ou Tudo ou Nada Rio de Janeiro
Antes Tarde do que Nunca Nice Work if you can get it São Paulo 2015 Teatro Cetip Miguel Falabella, Simone Gutierrez
Homem de La Mancha The Man of La Mancha São Paulo 2015
Homem de La Mancha (revival) The Man of La Mancha São Paulo 2017 Teatro Alpha 09 de março de 2017 em temporada
Cantando na Chuva Singing in the rain São Paulo 2017
Um Violinista no Telhado 2011
Gypsy - 2010
Chaplin - Rio de Janeiro
American Idiot - Rio de Janeiro 2017
A Noviça Rebelde The Sound of Music São Paulo Teatro Alpha Kiara Sasso
As Bruxas de Eastwick The Witches of Eastwick São Paulo 2011 Teatro Bradesco 14 de agosto de 2011 10 de dezembro de 2011 Eduardo Galvão e Maria Clara Gueiros
Alô Dolly! Hello Dolly São Paulo 2013 Teatro Bradesco 02 de março de 2013 07 de julho de 2013 Marília Pera e Miguel Falabella
West Side Story -
Billy Elliot - Intl. Tour - São Paulo Credicard Hall
Les Miserables (revival) - São Paulo 2017 Teatro Renault 10 de março de 2017 em temporada
Crazy For You - São Paulo
Jesus Cristo Superstar -
O Rei e Eu The King and I
New York, New York - São Paulo 2011 Teatro Bradesco 14 de abril de 2011 03 de julho de 2011 Alessandra Maestrini e Juan Alba
Aida - São Paulo Teatro Alpha
Fame - São Paulo
Kiss me, Kate! -
A Gaiola das Loucas La Cage aux Folles São Paulo 2010/2011 Teatro Bradesco 23 de outubro de 2010 20 de março de 2011 Diogo Vilela e Miguel Falabella
Jekyll & Hyde - O médico e o Monstro Jekyll & Hyde São Paulo 2010 Teatro Bradesco 08 de julho de 2010 03 de outubro de 2010 Nando Prado, Kiara Sasso e Kacau Gomes
Nuvem de Lágrimas produção original Várias
Elis, A Musical produção original Várias
Mamonas, o Musical produção original Várias
Tim Maia, o Musical produção original Várias
Chacrinha, o Musical produção original Várias
Cassia Eller, o Musical produção original Várias
Vamp
Divas

Referências

  1. Morley 1987, p.15.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]