Livônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Crystal Clear app kedit.svg
Este artigo não possui uma secção introdutória ou ela está malformatada (desde março de 2016).
Se puder, nos ajude a melhorar este artigo com uma secção introdutória de qualidade e de acordo com o livro de estilo.
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Livônia (desambiguação).
Mapa da República das Duas Nações com as principais subdivisões maiores depois da Paz de Deulino em 1618.
  Ducado da Prússia, feudo polonês
  Livônia sueca e dinamarquesa

A Livônia (português brasileiro) ou Livónia (português europeu) (livoniano: Līvõmō, letão e lituano: Livonija; estoniano: Liivimaa; alemão e sueco: Livland; polonês: Liwlandia; russo: Лифляндия / Liflyandiya) foi o território dos livonianos fínicos, mas passou na Idade Média a designar uma área muito maior controlada pela Ordem da Livônia na costa oriental do Mar Báltico, correspondendo às atuais Letônia e Estônia. Suas fronteiras eram o Golfo de Riga e o Golfo da Finlândia, a noroeste, o lago Peipus e a Rússia, a leste e a Lituânia ao sul.

A Livônia foi habitada por diversos povos bálticos e fínicos, governados por uma classe de germano-bálticos. Ao longo do tempo, alguns nobres foram polonizados e tornaram-se membros da nobreza polaco-lituana (Szlachta), ou russificados e passaram a fazer parte da nobreza russa (Dvoryanstvo).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre História ou um(a) historiador(a) é um esboço relacionado ao Projeto História. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.