Livros de Sangue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde maio de 2010).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Livros de Sangue é uma coleção de contos de ficção e horror escritas pelo autor britânico Clive Barker.

Há seis livros no total, cada um simplesmente sub titulado Volume 1 ao Volume 6, posteriormente reeditados em duas coletâneas contendo três volumes cada. Cada volume contêm quatro ou cinco historias. A coletânea reunindo os três primeiros volumes foi publicada com prefácio escrito pelo também escritor de horror Rampsey Campbell.

Livros de sangue foi originalmente publicado entre 1984 e 1985. Com a publicação do primeiro volume, Barker tornou-se uma sensação instantaneamente e foi aclamado por Stephen King como "o futuro do horror". O livro ganhou tanto o British Awards como o World fantasy awards.

Embora indubitavelmente historias de terror, como a maior parte do trabalho de Barker, Livros de sangue aborda temas de fantasia também. Os contos incansavelmente sombrios ocorrem em cenários contemporâneos, geralmente com pessoas comuns que se envolvem em eventos aterrorizantes ou misteriosos. Barker afirmou em uma entrevista ao Faces of fear que uma inspiração para os Livros de sangue foi a obra Dark forces, publicada no início dos anos 1980. Ao lê-la, percebeu que uma coleção de historias de horror não precisa ter quaisquer temas estreitos, tom consistente ou restrições. As histórias podem variar do humorístico ao realmente horrível.

Para algumas edições, a capa de cada livro foi ilustrada pelo próprio Clive Barker.

Dezoito das histórias dos Livros de sangue foram adaptadas por Eclipse Books na série de quadrinhos Tapping the Vein.

Várias das histórias foram adaptadas em filmes," Rawhead Rex" (1986); "The Forbidden" (filmado em 1992 como Candyman)[1][2]"The last ilusion"(filmado em 1995 como Lord of Ilusions); "The Body Politic" (filmado em 1997 como Quicksilver Highway); "The Midnight Meat Train" (2008); "The Book of Blood" e "On Jerusalem street" (filmados em 2008 como Book of Blood),[3] e "Dread" (2009). "The Yattering and Jack"foi adaptado pelo próprio Barker em 1986 para a série norte-americana Tales from the Darkside.

Resumo Da Obra[editar | editar código-fonte]

Livro de Sangue I[editar | editar código-fonte]

O livro de sangue

É a espinha dorsal de toda a série. Uma pesquisadora psíquica, Mary Florescu, contrata um médium charlatão chamado Simon Mcneal para investigar uma casa supostamente assombrada. Sozinho em um quarto no segundo andar, Mcneal inicialmente fingia ter visões. Mas, então fantasmas realmente vem ate ele. O atacam e escrevem palavras em sua carne, e essas palavras, afirma o narrador, contam o resto das historias, historias escritas em um livro de sangue vivo e literal. Este prólogo, juntamente com a historia final "On Jerusalem street" do Volume Seis, foi adaptado para o filme Livro de sangue, escrito e dirigido por John Harrison.

O trem de carne da meia-noite

O trabalhador de escritório Leon Kaufman adormece em um vagão da linha noturna do metrô de Nova York. Quando acorda, descobre uma cena de assassinato no vagão a frente, com vários corpos, nus e sem pelos, pendurados como peças de açougue, e desmaia. Ao recuperar a consciência, percebe que o trem continuou além do final da linha. Kaufman encontra um homem chamado Mahogany, responsável pelo desaparecimento e morte de várias pessoas nas linhas noturnas do Metro de Nova York. Mahogany é forçado a matar Kaufman para proteger seus segredos. Kaufman enfrenta Mahogany e o mata. O condutor do comboio, despreocupado com a morte de Mahogany, leva o comboio ao seu destino - uma estação secreta. As portas do trem abrem e estranhas criaturas humanoides embarcam no trem. As criaturas alimentam-se dos passageiros mortos e dizem a Kaufman que o Mahogany estava ficando velho e não poderia fazer o trabalho por mais tempo, e que Kaufman deve agora servi-los. É revelado que as criaturas também foram os governantes secretos da cidade de Nova York durante séculos. Uma das criaturas, de maior porte físico, arranca a língua de Kaufman para garantir o seu silêncio. Kaufman descobre que ele é agora o novo "açougueiro" e parte da organização e infraestrutura dedicada a servir os "Pais da Cidade", trazendo-lhes carne.

O Yattering e Jack

Jack Polo é um importador de pepinos que é assombrado por um demônio chamado Yattering. O demônio é enviado para atormentar Jack por Belzebu, o "Senhor das Moscas", porque um dos antepassados de Jack renegou um pacto feito com o líder dos demônios. O Yattering frustra-se quando seus melhores esforços para conduzir Jack a loucura são respondidos com tranquilidade e aparente resignação. Desconhecido para o Yattering, Jack está deliberadamente ignorando o demônio, a fim de frustrá-lo e, simultaneamente manter sua própria sanidade. O Yattering o submete a tormentos cada vez mais severos, incluindo matar seus gatos e aterrorizar sua família, mas esses esforços falham. Eventualmente, Jack engana-o e o obriga a violar suas ordens, permitindo que Jack se aproveite de uma brecha e faça do Yattering seu escravo.

Incomum para a obra Barker, esta história é ligeiramente cômica. Foi transformado em um episódio da série de TV Tales from the Darkside (Temporada 4 - 1987/88, episódio 76, transmitido em 8 de novembro de 1987) com Barker escrevendo o roteiro de sua própria história

Blues do sangue de porco

O ex-policial Redman começa a trabalhar em um centro de recuperação infantojuvenil, onde descobre um segredo mortal envolvendo um menino chamado Lacey. Lacey afirma que um garoto desaparecido chamado Henessey está presente no centro na forma de um fantasma. Ao aprofundar suas investigações, Redman descobre que as coisas não são o que parecem, e que um porco gigante em um chiqueiro no terreno é possuído por Henessey, tendo este transferido sua alma o animal com o intuito de viver para sempre

5- Sexo, morte e luz das estrelas

6- Nas colinas, as cidades

Livro de Sangue II[editar | editar código-fonte]

  • Pavor

Um aluno de filosofia têm suas próprias ideias e quer saber tudo sobre o pavor. Ele usará seus amigos em experiências para descobrir sobre ele.O conto lembra um pouco a série cinematográfica Jogos Mortais.

  • A Pele Dos Pais

No Arizona, monstros gigantescos vindos do interior da Terra engravidam uma mulher 6 anos atrás. Então eles voltam para buscar seu rebento.

  • Novos Assassinatos na Rua Morgue

Um descendente do detetive que inspirou Edgar Allan Poe a escrever o conto Os Assassinatos da Rua Morgue é chamado de volta a Paris para ajudar uma amiga cujo irmão é acusado de assassinato. Ele descobrirá estranhas conexões com a história da Rua Morgue.

Livro de Sangue III[editar | editar código-fonte]

Livro de Sangue IV[editar | editar código-fonte]

Livro de Sangue V[editar | editar código-fonte]

  • O Proibido

Uma estudiosa de classe alta vai até um conjunto habitacional numa das partes mais pobres da cidade para obter material para seus estudos. Lá, conhece a lenda urbana do homem do gancho, que parece assustar de verdade os moradores. Ela não acredita, claro, mas irá se arrepender disso. Conto no qual foi baseado o filme O Mistério De Candyman.

Livro de Sangue VI[editar | editar código-fonte]

  • Como Sangram Os Grileiros

Passando-se na floresta Amazônica, é uma história nos moldes das antigas histórias de terror em quadrinos como Contos Da Cripta, em que criminosos recebem a justa vingança. Estrangeiros que se apossaram ilegalmente de terras na floresta tem de desalojar a tribo que vive nelas. Primeiro, um deles mata um menino, e isso faz com que o pajé a maldiçoe-os. Os grileiros começam a apodrecer, seus corpos ficam com a pele fina e sensível, a ponto de se cortarem com a poeira do ar. O conto lembra o romance de Stephen King A Maldição Do Cigano e o filme baseado nele, A Maldição.

Referências

  1. «INTERVIEW / The sweet smell of excess: Bernard Rose has an oral». The Independent (em inglês). 13 de março de 1993 
  2. «Black Slasher `Candyman` Draws Fire Over `racist` Depictions». tribunedigital-chicagotribune (em inglês) 
  3. «The Official Clive Barker Resource - Revelations - Uncompleted Films E». 3 de fevereiro de 2008. Consultado em 28 de janeiro de 2017.