Mário Peixoto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mário Peixoto
Nascimento Mário Rodrigues Breves Peixoto
25 de março de 1908
Bruxelas, Bélgica
Morte 03 de fevereiro de 1992 (83 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Cidadania brasileiro
Etnia brasileiro branco
Ocupação diretor de cinema, romancista, roteirista e poeta

Mário Rodrigues Breves Peixoto (Bruxelas, 25 de março de 1908Rio de Janeiro, 3 de fevereiro de 1992) foi um cineasta, roteirista e escritor brasileiro nascido na Bélgica.

É autor de livros como o romance O inútil de cada um (1984), Outono - Jardim petrificado (roteiro) e Escritos sobre Cinema (2001) e Poemas de Permeio com o Mar (2002). O seu filme, Limite, é considerado um dos clássicos mais importantes do cinema brasileiro[1] e foi restaurado por Saulo Pereira de Mello.[2]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmografia Inacabada[editar | editar código-fonte]

  • 1933 - Onde a Terra Acaba (Título inicial seria Sonolência. Filme inacabado que teve título reciclado para outro filme.)
  • 1934 - Tiradentes (Apenas cenário foi feito)
  • 1936 - Maré Baixa (Inacabado. Também conhecido como Constância ou Mormaço.)
  • 1938 - Três Contra o Mundo (Inacabado.)
  • 1946 - O ABC de Castro Alves (Apenas cenário foi feito. Baseado na obra de mesmo nome de Jorge Amado.)
  • 1948 - Sargaço (Cenário reutilizado em 1952 em outro projeto inacabado, intitulado A Alma Segundo Salustre.)
  • 1964 - Outono/O Jardim Petrificado (Apenas cenário foi feito. Co-autoria de Saulo Pereira de Mello. Vagamente baseado no conto Missa do Galo de Machado de Assis.)

Livros[editar | editar código-fonte]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Documentário[editar | editar código-fonte]

  • Sérgio Machado. Onde a Terra Acaba, 2001. Documentário em homenagem ao diretor Mário Peixoto, sobre seu segundo filme, inacabado e homônimo.
  • Ruy Solberg. O Homem do Morcego, 1979. Documentário sobre Mário Peixoto e o Sítio do Morcego.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Limite». Instituto Moreira Salles. Consultado em 7 de fevereiro de 2021 
  2. «Diretor do Arquivo Mário Peixoto e responsável pela restauração do filme 'Limite' morre por coronavírus». O Globo. 26 de abril de 2020. Consultado em 7 de fevereiro de 2021