Máximo solar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
A imagem à esquerda mostra grande atividade solar no período de máximo solar em julho de 2000. A da direita mostra o Sol sem manchas solares no ponto de mínimo solar março de 2009.

Máximo solar é o período em que as atividades solares alcançam seu ponto mais alto é também o pico final onde o sol termina o chamado ciclo solar que dura em média 11 anos. Nesse ponto, por conta da alta intensidade de campos magnéticos na superfície da estrela, ocorre o aumento das manchas solares que aparecem em maior quantidade no final do ciclo.[1]

Com a grande atividade solar nesse período, alta quantidade de massa coronal é expelida da coroa solar, provocando ventos solares, que em contato com o campo magnético terrestre causam tempestades geomagnéticas, podendo interferir em satélites e demais meios de comunicação, além de estações elétricas.[2]

Referências

  1. «Solar Mini-Max - NASA Science». science.nasa.gov. Consultado em 3 de outubro de 2015 
  2. «NASA's Cosmicopia -- Sun - Solar Activity - Coronal Mass Ejections». helios.gsfc.nasa.gov. Consultado em 3 de outubro de 2015 


Ícone de esboço Este artigo sobre astronomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.