Mónica Ferraz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mónica Ferraz
https://i1.wp.com/espalhafactos.com/wp-content/uploads/2012/01/monica-ferraz.jpg?ssl=1
Informação geral
Nome completo Mónica Ferraz
Nascimento 23 de Março
Origem Porto , Gaia
País Portugal Portugal Portugal
Gênero(s) Pop, Rock . R&B . Dream-pop . Synthpop .Eletronic
Período em atividade 2003 - Actualmente

'''Mónica Ferraz''' , nasceu em Março ,no Porto, Portugal , é uma cantora compositora Portuguesa. Começou a sua carreira musical aos 15 anos, quando começou a fazer covers de musicas de outros artistas .

Em 2003 estreia-se com a sua primeira banda de originais, “Mesa”.

Em  Maio de 2010 lança-se numa carreira a solo e estreia-se com o seu primeiro album a solo “Start Stop”,  uma mistura irresistível de rock, pop e soul, que deu a conhecer os singles ''''Go Go Go'''', ''''Golden Days'''' , ''''Like a Legend'''' ,''''Let me be''''e ''''Have a Seat'''' , líderes de airplay nas rádios nacionais e em programas de televisão . Pelo meio a cantora mostrou a sua fibra em eventos do norte a sul do país e a digressão do álbum levou-a a festivais como o “ Meo Sudoeste”, “Mares Vivas “ entre muitos outros, e muitas outras salas de prestigio , e deixou-nos a todos a entoar as suas músicas.

Em 2012 Monica Ferraz foi '''Nomeada pela MTV ,para o titulo de Best Portuguese Act nos MTV Europe Music Awards''' de 2012.

Em 2013 O álbum “Start Stop” integra uma edição especial juntamente com André Indiana , onde dessa parceria surge o featuring ''''Like A Legend',  mais um novo êxito em terras lusas com grande airplay nacional''' , e uma grande digressão de norte a sul do país.

Ainda em 2013, Mónica Ferraz foi convidada a um '''featuring pela banda “Orelha Negra” a integrar a Mixtape II , no tema Heartbreaker, onde Mónica deu voz e letra a esses tema.'''

Ainda no mesmo foi também convidada '''pelos Brasileiros “Natiruts”  a fazer a versão portuguesa do tema “Sorri , Sou Rei”, foi um dos temas mais rodados das radios nacionais em 2013.'''

Em 2013 também recebeu a nomeações ao '''prémio "Best Portuguese Act" dos MTV EMA'''.

2014 é o ano de edição do segundo album a solo de '''Mónica Ferraz, intitulado "Love", será o segundo a ser editado pela Sony Music Entertainment''' e dá continuidade ao cardápio sonoro de fusão entre a pop com camadas jazzy, o rock e a eletrónica, com algumas pinceladas de funk.  

A 11 de Julho de 2014 ''''Let me Be'  foi lançado para as radios nacionais foi o primeiro single do album “LOVE”,. Uma arrebatadora balada de refrão catchy''' e sentimentos dissecados ao piano com um embrulho de arranjos clássicos, é o single que abre as portas do álbum , e que foi mais um marco no panorama musical nacional.

2014 / 2015 integrou os programas " The Voice Kids " com Daniela Mercury , e " Rising Star " como convidada .

2019 A gravar o novo e '''3° album a solo'''

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mónica Ferraz nasceu em Portugal, na cidade do Porto. Numa familia de 5 irmãos. O pai Português , nascido no Porto,  empresário , formado na Escola Superior de Belas Artes do Porto , e a sua Mãe de origem asiática e Luso-africana nascida no Ambriz , crescida em Luanda ,Angola. Deixou a sua terra natal na década de 60 e mudou-se em meados de 1970 para Portugal , para a cidade do Porto , onde se instalou como empresária na area músical.

Aos 3 anos Mónica Ferraz , com grande vocação para as artes, descobriu duas das suas grandes paixões,  a dança e a Música , onde os pais se mostraram totalmente apoiantes e resolveram inscreve-la no Ballet Clássico , na Academia de Dança das Antas no Porto, e em aulas de Piano privadas.  Durante esse tempo Mónica Ferraz recebeu Diplomas da “Royal Academy of Dance”, onde tinha avaliações anuais.

Com cerca de 4 anos, Mónica Ferraz começou também a fazer pequenos shootings como modelo fotográfico para revistas de vestuário para crianças. Onde prosseguiu com a carreira de Modelo e Manequim até aos 15 anos de idade.

Em 1995 a vontade que Mónica Ferraz tinha de construir uma carreira na música foi o motivo pelo qual ela começou a cantar covers de outros artistas a noite em bares, pequenos teatros e festas privadas.

Em 1996 , inscreveu-se na escola de Jazz do Porto, onde teve aulas de canto com Fátima Serro e Eugenio Barreiros. Paralelamente viajava para Lisboa todas as semanas,  para se formar com Rui di Luna , professor da universidade de Lisboa , em Canto Lírico .

Formou o seu quarteto de Jazz entre 1997 e 1999 estreou-se nos palcos do Jazz e fez parte do cartaz de dois dos mais conhecidos Festivais de jazz portugueses, "Festival de Jazz de Matosinhos” e “Funchal Jazz Festival”.[1], parte ainda do cartaz de alguns teatros e auditórios.

Em 1997, numa dessas actuções , Mónica Ferraz chamou a atenção director artístico do Casino da Povoa e foi convidada  para integrar como uma das protagonista o Elenco do show Principal , onde permaneceu durante mais dois espectáculos e foi distinguida pela revista Egoísta com uma entrevista de destaque.

Lutadora e perseguidora dos seus sonhos , a talentosa Mónica Ferraz tornou-se conhecida no ano de 2000, como uma das fundadoras integrantes na Banda “MESA”, onde deu voz a vários singles como , “Vicio de Ti” , “Luz Vaga” , “Cedo o meu Lugar” , “Quando as Palavras” entre outros.

2002 é o ano da consolidação do grupo. É também o ano da participação na colectânea da POP UP SONGS – OPTIMUS 2002 com o tema “Divagadora”, que “roda” com bastante insistência durante o Verão desse ano. As maquetes e as actuações ao vivo chamam a atenção das editoras e no final de 2002 assinam com a ZonaMúsica.

O álbum de estreia (“Mesa”) é editado a 19 de Maio de 2003. A recepção da crítica é excelente e os Mesa assumem-se de imediato com um dos projectos mais promissores da música portuguesa. O single “Esquecimento” recebe um forte apoio de rádios nacionais.

Ainda em 2003 (20 de Outubro) é feita uma segunda edição do disco. Uma edição de “luxo” que, além do novo grafismo, conta com uma tema inédito “cantado” por Scott Walker através da recuperação das gravações do tema 30 Century Man, incluído no álbum “Scott 3” e uma faixa multimédia com o vídeo de “Esquecimento”.

O álbum teve três edições sendo que a ultima, em 2004 originou mais um CD com participação especial de Rui Reininho na música Luz Vaga e quatro músicas tiradas de uma actuação , num formato acústico, no programa 3 pistas de Henrique Amaro, da rádio Antena 3.

Nesse ano chama entretanto a atenção da EMI Music Portugal. Com o conhecimento da Zona Música iniciam-se os contactos que viriam a resultar na assinatura de contrato no início deste ano. O acordo prevê a gravação de novos álbuns e também a transferência para a EMI Music Portugal das gravações existentes.

Em 2004 os Mesa figuram de forma unânime nas listas de melhores do ano nos jornais portugueses e começam a fazer-se notar além-fronteiras, com artigos elogiosos na imprensa Alemã, Inglesa, Brasileira e Espanhola.

Em Maio 2004 ganham o “ Globo de Ouro “ na categoria de Melhor Grupo do Ano, paralelamente no Dance-Club Music Awards o galardão de Melhor Disco do Ano e “Mesa” é ainda eleito pela Antena 3, como o melhor disco de 2003.

Ainda em 2004, os Mesa são nomeados nos “MTV Europe Music Awards” na categoria de “Best Portuguese Act”.  

E ainda em 2004 Emmanuel Legrand, Billboard.com Global main editor, incluiu o seu álbum de estreia como um dos 10 melhores discos de 2004 e considerando-o como um “Impressive debut album from this Portuguese trip-hop band.”

A surpresa maior desse ano estava reservada no entanto, para a 3ª edição de “Mesa”, que contou com a participação especial de Rui Reininho, tendo entrado de imediato na tabela dos discos mais vendidos. “Luz Vaga” tornou-se uma das canções mais rodadas nas rádios e um dos grandes sucessos do grupo.

Em 2005 e a banda apresenta novo disco. As gravações começam em Março no Porto e terminam no mês de Junho em Nova Iorque. O álbum “Vitamina”, editado a 12 de Setembro de 2005, inclui 11 temas e ainda uma faixa extra com uma versão de “Out of Time”, original dos Blur. “Vitamina” confirma a identidade eclética dos Mesa, uma combinação perfeita entre rock ‘n’ roll, jazz e música electrónica.

Aclamado pela crítica, os Mesa vencem a dura prova do 2º disco com temas como “Fado Lunar”, “Soro da Verdade”, “Vício de Ti” ou “Deixa Cair o Inverno”, tendo sido este último nomeado para os Globos de Ouro Caras/Sic desse ano.

Em Maio de 2008, o 3º trabalho de originais. “Para Todo o Mal”, editado pela Sony BMG, estreia-se nas rádios com o tema “Boca do Mundo (Chama)”, que rapidamente conquista o público de norte a sul do país, traduzindo-se numa forte e espontânea reacção nos espectáculos ao vivo, conseguindo erguer muitas de vozes em uníssono com a de Mónica Ferraz.

Em  Maio de 2010 lança-se numa carreira a solo e estreia-se com o seu primeiro album a solo “Start Stop”,  uma mistura irresistível de rock, pop e soul, que deu a conhecer os singles 'Go Go Go', 'Golden Days' e 'Have a Seat' , líderes de airplay nas rádios nacionais e em programas de televisão . Pelo meio a cantora mostrou a sua fibra em eventos do norte a sul do país e a digressão promocional do álbum levou-a a festivais como o “ Meo Sudoeste”, “Mares Vivas “ entre muitos outros , e deixou-nos a todos a entoar as suas músicas.

Em 2012 Monica Ferraz foi Nomeada pela MTV ,para o titulo de Best Portuguese Act nos MTV Europe Music Awards de 2012.

Em 2013 O álbum “Start Stop” integra uma edição especial juntamente com André Indiana , onde as capas dos discos fundem e video clips complementam-se .  Ambos os videos foram gravados no estúdio 33 de Luis de Matos. A Magia dos videos deve-se a colaboração artística de Luis de Matos e a Produção e realização de Jonathan de Torre.

Fizeram uma digressão conjunta a que deram o nome de “Love Tour”.

Ainda em 2013, Mónica Ferraz foi convidada a fazer um featuring pela banda “Orelha Negra” a integrar a Mixtape II , no tema Heartbreaker, onde Monica deu voz e letra a esses tema.

Ainda no mesmo ano foi também convidada pelos Brasileiros “Natiruts”  a fazer a versão portuguesa do tema “Sorri , Sou Rei”, foi um dos temas mais rodados das radios nacionais em 2013.

Recebeu também a nomeações ao prémio "Best Portuguese Act" dos MTV EMA, em  2013.

Precisamente em 2013 Mónica Ferraz editou o single 'Like A Legend', uma parceria com André Indiana e mais um novo êxito em terras lusas com grande airplay nacional , e uma grande digressão de norte a sul do país.

2014 é o ano de edição do segundo album a solo de Mónica Ferraz, intitulado "Love", será o primeiro a ser editado pela Sony Music Entertainment e dá continuidade ao cardápio sonoro de fusão entre a pop com camadas jazzy, o rock e a eletrónica, com algumas pinceladas de funk.  

A 11 de Julho de 2014 'Let me Be' o primeiro single do album “LOVE”, é lançado para as radios nacionais. Uma arrebatadora balada de refrão catchy e sentimentos dissecados ao piano com um embrulho de arranjos clássicos, é o single que abre as portas do álbum , e que foi mais um marco no panorama musical nacional.

2014 / 2015 integrou os programas " the voice Kids " , " Rising Star " como convidada

2019 A gravar novo e 3° album


Discografia[editar | editar código-fonte]

  • 2010- "Start Stop"
  • Natiruts ao vivo no Rio de Janeiro ( feat. Monica Ferraz ) (2013 )
  • Orelha Negra – Mixtape II (Deluxe Edition) Heartbreaker (feat. Mónica Ferraz)(2013)
  • A.I. 'Like a Legend' by Andre Indiana Feat. Mónica Ferraz ( 2013 )
  • 2014- "Love"

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.