Mamelodi Sundowns Football Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Mamelodi Sundowns
Nome Mamelodi Sundowns Football Club
Alcunhas The Brazilians
Bafana baStyle
Masandawana
Kabo Yellow
Downs
Bafana baShoeshine
Piano
Fundação Década de 1960
Estádio Lucas Masterpieces Moripe
Loftus Versfeld, Pretória
Capacidade 28.900
51.762
Presidente Patrice Motsepe
Treinador(a) Pitso Mosimane
Competição Premier Soccer League
Website sundownsfc.co.za
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo

O Mamelodi Sundowns Football Club é um clube de futebol sul-africano sedeado em Mamelodi, Pretória. Pertencente ao magnata empresarial Patrice Motsepe,[1] o clube é apelidado de The Brazilians, uma referência aos seus uniformes (azul e amarelo), que se assemelham aos da seleção brasileira.[2]

O Mamelodi Sundowns joga a Premier Soccer League e detém treze títulos nacionais, o que faz dele o maior campeão sul-africano. Além dessas, o clube detém conquistas como os quatro títulos da Copa da África do Sul, quatro títulos da Copa da Liga Sul-Africana, um título da Liga dos Campeões da CAF e um título da Supercopa Africana.

História[editar | editar código-fonte]

Fundação e primeiros anos[editar | editar código-fonte]

O Mamelodi Sundowns foi fundado no início da década de 1960 por jovens residentes de Marabastad, nos arredores de Pretória. O clube ingressou na Liga Profissional da Federação de Futebol em 1967 e disputou sua primeira decisão; contudo, sofreu um revés para o Berea United e perdeu o título da Copa Coca Cola. Em 1980, foi relegado para a segunda divisão nacional, permanecendo no segundo escalão por cinco anos.[3]

Era Mr. Cool[editar | editar código-fonte]

As primeiras conquistas do Mamelodi Sundowns ocorreram após a aquisição de Zola Mahobe, conhecido como Mr. Cool. Em 1985, o clube obteve a promoção e retorna para a primeira divisão nacional. No ano seguinte, conquistou o primeiro título de sua história, a Copa Mainstay. O ápice da equipe se deu em 1988, quando conquistou o Campeonato Sul-Africano e a Copa MTN 8.[3] Contudo, o clube entrou numa crise após a prisão de Mahobe.[3]

1988–2000: ápice nacional[editar | editar código-fonte]

Após a prisão de Mahobe, em 1988, o Standard Bank toma a posse do Mamelodi Sundowns. Mais tarde, Angelo e Natasha Tsichlas, compraram o clube do banco juntamente com uma empresa criada com os irmãos Krok. Sob os novos proprietários, o clube estabeleceu seu maior ápice nacional, conquistando sete títulos sul-africanos. A primeira série de vitórias começou em 1996, incluindo uma sequência de três títulos consecutivos.[3]

2000–2015: ascensão internacional e afirmação no cenário nacional[editar | editar código-fonte]

No primeiro ano do século XXI, o Mamelodi Sundowns conseguiu a melhor campanha na Liga dos Campeões de 2000. O clube foi eliminado por causa dos critérios de desempates e perdeu a vaga na decisão para o Espérance de Tunis. No ano seguinte, eliminou o Atlético Petróleos da Angola e chegou pela primeira vez na decisão; contudo, perdeu o título para o Al-Ahly. No cenário nacional, foi campeão nacional por três temporadas: 2005–06, 2006–07 e 2013–14.[carece de fontes?]

2016–2020: títulos nacionais e a conquista da Liga dos Campeões[editar | editar código-fonte]

Em 2016, o Mamelodi Sundowns estreou na Liga dos Campeões da CAF com um revés para o Chicken Inn,[4] mas reverteu a desvantagem e prosseguiu na competição.[5] Antes de alcançar a fase de grupos, eliminou AC Léopards e AS Vita Club.[6][7] Classificou-se da fase de grupos e alcançou a final eliminando o ZESCO United.[8] O primeiro confronto da decisão ocorreu em 15 de outubro, em Pretória. Na ocasião, o Mamelodi Sundowns triunfou sobre o Zamalek com gols de Anthony Laffor, Tebogo Langerman e Islam Gamal (contra).[9] Uma semana depois, em Alexandria, a equipe sofreu um revés por uma diferença mínima e conquistou, no placar agregado, o primeiro título da Liga dos Campeões da CAF.[10][11]

No contexto nacional, a equipe obteve três eliminações na temporada. A primeira ocorreu em abril, com um revés para o Orlando Pirates na Nedbank Cup.[12] No início do mês de outubro, a equipe havia perdido a final da Taça MTN 8 para o Bidvest Wits,[13] e, no mês seguinte, foi eliminado nas penalidades da Copa da Liga Sul-Africana.[14] Apesar das derrotas, o Mamelodi Sundowns conquistou o título do nacional, obtendo uma campanha de 22 vitórias.[15] Os resultados positivos na temporada foram reconhecidos na premiação da Confederação Africana de Futebol em Abuja, Nigéria, onde recebeu o prêmio "clube do ano".[16]

Em 2017, disputou a Supercopa da CAF e saiu vitorioso (1–0) do jogo realizado em 18 de fevereiro, no estádio Loftus Versfeld, em Pretória.[17] Em competições nacionais, o clube voltaria a conquistar o Campeonato Sul-Africano nas edições de 2017–18 e 2018–19,[18] além do vice de 2016–17 e do título da Copa da Liga Sul-Africana de 2019.[19] Já na temporada de 2019–20, o clube obteve uma nova eliminação na competição continental, desta vez para o Al-Ahly.[20] Por outro lado, conquistou seu décimo terceiro título nacional e obteve uma sequência de três títulos consecutivos, repetindo o próprio feito da década de 1990.[21]

Jogadores e treinadores[editar | editar código-fonte]

No início de sua história, o clube obteve a relevância dos jogadores Frank "ABC" Motsepe, Roy Fischer, Ingle Singh e Bernard Hartze.[3] Em 2016, o goleiro Denis Onyango recebeu o prêmio de melhor jogador baseado no continente. Pitso Mosimane, por sua vez, ganhou o prêmio de melhor treinador.[16]

Elenco atual[editar | editar código-fonte]

Última atualização: 1 de março de 2020.

Elenco atual do Mamelodi Sundowns Football Club[22]
N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome N.º Pos. Nome
1 G Zâmbia Kennedy Mweene 18 M África do Sul Themba Zwane
3 D Brasil Ricardo Nascimento 20 M África do Sul Oupa Manyisa
4 D África do Sul Tebogo Langerman 23 M África do Sul Lyle Lakay
5 M África do Sul Andile Jali 25 M África do Sul Aubrey Ngoma
6 D África do Sul Wayne Arendse 26 A Uruguai Gastón Sirino
7 A Venezuela José Alí Meza 27 M África do Sul Thapelo Morena
8 M África do Sul Hlompho Kekana 28 M Libéria Anthony Laffor
11 A África do Sul Sibusiso Vilakazi 29 D Costa do Marfim Bangaly Soumahoro
13 M África do Sul Tiyani Mabunda 32 D África do Sul Motjeka Madisha
14 G Uganda Denis Onyango 35 M África do Sul Katlego Otladisa
16 D África do Sul Anele Ngcongca 40 D África do Sul Rivaldo Coetzee

Técnico: África do Sul Pitso Mosimane

Títulos[editar | editar código-fonte]

Os títulos conquistados pelo Mamelodi Sundowns são:[23]

Continentais
Nacionais
Individuais
  • Clube Africano do Ano: 2016.[16]

Referências

  1. Mahlatse Mphahlele (16 de maio de 2019). «Sundowns president Patrice Motsepe speaks his mind on players and money» (em inglês). timeslive.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 1 de junho de 2019 
  2. «Mamelodi Sundowns, the Brazilians» (em inglês). sundownsfc.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2019 
  3. a b c d e «History» (em inglês). sundownsfc.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 29 de dezembro de 2019 
  4. «2016 Caf Champions League: Kaizer Chiefs secure big away win» (em inglês). BBC.com. 14 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 15 de fevereiro de 2016 
  5. «'Downs Edge Chicken Inn To Secure CCL Progression» (em inglês). soccerladuma.co.za. 27 de fevereiro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 3 de março de 2016 
  6. «Starting XI: AC Leopards v Mamelodi Sundowns» (em inglês). soccerladuma.co.za. 19 de março de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 1 de março de 2020 
  7. «Disqualification of AS Vita Club - Caf» (em inglês). cafonline.com. 24 de maio de 2016. Consultado em 1 de março de 2020 
  8. ANA (26 de setembro de 2016). «Sundowns' Laffor says Zesco win is history» (em inglês). iol.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 1 de março de 2020 
  9. «As it happened: Sundowns 3-0 Zamalek» (em inglês). As it happened: Sundowns 3-0 Zamalek. 15 de outubro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 18 de outubro de 2016 
  10. a b Mark Gleeson (23 de outubro de 2016). «Sundowns oust Zamalek to win 2016 African Champions League» (em inglês). BBC.com. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 27 de março de 2018 
  11. «VIDEO: Zamalek defeat Sundowns in Egypt but lose Champions League final» (em inglês). kingfut.com. 23 de outubro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 11 de julho de 2018 
  12. «Ten-Man Pirates Clinch Semi-Final Berth» (em inglês). soccerladuma.co.za. 23 de abril de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 31 de julho de 2016 
  13. Jimmy Sinclair (3 de outubro de 2016). «Bidvest Wits 3-0 Mamelodi Sundowns – 15 tweets that sum up the MTN8 final» (em inglês). thesouthafrican.com. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 1 de março de 2020 
  14. «10-man SuperSport TKO Sundowns on penalties» (em inglês). sport24.co.za. 5 de novembro de 2016. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 8 de novembro de 2016 
  15. «South African Premiership Table 2015-16» (em inglês). espn.com. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 1 de março de 2020 
  16. a b c «Sundowns named CAF Club of the Year» (em inglês). sport24.co.za. 6 de janeiro de 2017. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 9 de janeiro de 2017 
  17. a b «Sundowns crowned CAF Super Cup Champs» (em inglês). sport24.co.za. 18 de fevereiro de 2017. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 13 de julho de 2017 
  18. «Mamelodi Sundowns crowned PSL champions» (em inglês). sport24.co.za. 11 de maio de 2019. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 4 de setembro de 2019 
  19. «South American Stars Lead Downs To TKO Glory Amid Late Drama» (em inglês). soccerladuma.co.za. 14 de dezembro de 2019. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 30 de dezembro de 2019 
  20. Austin Ditlhobolo (8 de março de 2020). «Mosimane talks contract situation after Mamelodi Sundowns' Caf Champions League elimination» (em inglês). Goal.com. Consultado em 7 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2020 
  21. James Richardson (5 de setembro de 2020). «Mamelodi Sundowns crowned PSL champions – 2019/2020» (em inglês). Thesouthafrican.com. Consultado em 7 de setembro de 2020. Cópia arquivada em 7 de setembro de 2020 
  22. «FIRST TEAM». sundownsfc.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 2 de março de 2020 
  23. «HONOURS» (em inglês). sundownsfc.co.za. Consultado em 1 de março de 2020. Cópia arquivada em 31 de dezembro de 2019 
  24. Stein, Leandro (12 de novembro de 2023). «Mamelodi Sundowns é o primeiro campeão da Superliga Africana - outra vitória do presidente da CAF». Trivela. Consultado em 8 de janeiro de 2024 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]