Man (banda)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Man
Informação geral
Origem Swansea, País de Gales
País  Reino Unido
Gênero(s) rock progressivo
Período em atividade 1968 - 1976, 1983-atualmente
Gravadora(s) Pye Records
United Artists Records
MCA Records
Página oficial www.ManBand.net
Integrantes
Micky Jones
Martin Ace
George Jones
Ex-integrantes
Deke Leonard
Terry Williams
John Weathers
John Cippolina
Phil Ryan

Man é uma banda de rock progressivo do País de Gales, fundada pelos ex-integrantes da banda conterrânea The Bystanders Micky Jones, Clive John, Ray Williams e Jeffrey Jones. Em 1968 Deke Leonard juntou-se ao grupo, e eles então mudaram seu nome para Man. Logo após Ray e Jeff foram expulsos, sendo substituídos por Terry Williams e Martin Ace, ex-companheiros de banda de Deke no grupo Dream.

Durante sua história tornaram-se famosos no Reino Unido, Estados Unidos e Alemanha. Suas canções mais famosas incluem Spunk Rock, Bananas, Many Are Called But Few Get Up, C'Mon, Daughter of the Fireplace e Romain.

História[editar | editar código-fonte]

A história do Man é cheia de nuances bizarros, incluindo prisões na Bélgica em ambas as suas visitas ao país, e as várias formações da banda. A banda possui conexões com outras bandas como Neutrons, Badfinger, Status Quo e Iceberg.

1975 foi o melhor ano para a banda comercialmente. Rhinos, Winos & Lunatics os trouxe fama internacional. Posteriormente juntaram-se ao guitarrista do Quicksilver Messenger Service John Cippolina para gravar um álbum ao vivo, Maximus Darkness, que também continha duas faixas do Quicksilver, Codeine e Babe I'm Gonna Leave You. Acabaram suas atividades em 1976.

Reformulação[editar | editar código-fonte]

A banda foi reformulada em 1983, mantendo-se constante até 1996 com a formação Micky Jones e Deke Leonard nas guitarras, Martin Ace no baixo e John Weathers na bateria. Durante essa época produziram alguns outros hits, como Feather on the Scales of Justice, Mad On Her, Wings of Mercury, Call Down The Moon e Heaven and Hell.

Weathers foi expulso em 1996 e temporariamente substituído pelo ex-baterista da banda Terry Williams, que é considerado o mais famoso da banda por sua participação no Dire Straits. O ex-tecladista Phil Ryan também uniu-se à banda, mas logo deixou por razões pessoais, sendo substituído por Gareth Thorrington.

Após sobreviver a virada do milênio, o Man produziu outros dois álbuns, Endangered Species e Undrugged. Nessa época Micky desenvolveu um tumor e deixou a banda para tratamento. A banda continuou, com a presença agora do filho de Micky, George, assumindo o lugar do pai temporariamente, e posteriormente como membro permanente.

Em 2005, após melhoras no tratamento, Micky Jones adoeceu novamente, por recorrência do tumor no cérebro, sendo substituído agora pelo filho de Martin Ace, Josh.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Revelation (janeiro de 1969)
  • 2 Ozs of Plastic with a Hole in the Middle (setembro de 1969)
  • Man (outubro de 1970)
  • Do You Like It Here Now, Are You Settling In? (novembro de 1971)
  • Be Good To Yourself At Least Once A Day (outubro de 1972)
  • Back Into The Future (setembro de 1973)
  • Rhinos, Winos, and Lunatics (maio de 1974)
  • Slow Motion (novembro de 1974)
  • The Welsh Connection (março de 1976)
  • The Twang Dynasty (fevereiro de 1993)
  • Call Down the Moon (maio de 1995)
  • Endangered Species (junho de 2000)
  • Undrugged (maio de 2002)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]