Mansa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Mansa (desambiguação).

Mansa é um termo mandinga utilizado no Império do Mali para designar o líder do país. Está associado ao bambara "massa" e corresponde parcialmente ao rei da Europa e o sultão árabe. Era tido como personificação dos ancestrais e por estar associado à figura mítica dos caçadores, dizia-se que possuía poderes excepcionais capazes de controlar a natureza e os seres humanos mediante seu conhecimento e poderes ocultos. Suas aparições públicas eram acompanhados por complexo cerimonial e todos deveriam dirigir-lhe a palavra através de seu intérprete chamado duga, uma pessoas de grande distinção social, e os griôs, os guardiões da memória das linhagens e clãs.[1]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lopes, Nei Lopez; Macedo, José Rivair (2017). «Mansa». Dicionário de História da África: Séculos VII a XVI. Belo Horizonte: Autêntica