Manuel Francisco Penetra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Manuel Francisco Penetra (Santo Tirso, Reguenga 21.12.1860 - São Tomé e Príncipe 05.07.1908), 1.º Visconde de Cantim, foi um empresário agrícola português.

Família[editar | editar código-fonte]

Filho de Manuel Francisco Penetra e de sua mulher Rosa Dias Quintas, tia da 1.ª Viscondessa do Bom Sucesso.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi Senhor da Quinta de Cantim e da Roça de Santa Catarina, em São Tomé e Príncipe. Ignoram-se mais dados pessoais.[1]

O título de 1.º Visconde de Cantim foi-lhe concedido por Decreto de D. Carlos I de Portugal de 16 de Julho de 1904,[2] como recompensa pela edificação de vias públicas, pagas juntamente com a Viscondessa do Bom Sucesso e os herdeiros de António Francisco Ruas.

Referências

  1. "Nobreza de Portugal e do Brasil", Direcção de Afonso Eduardo Martins Zúquete, Editorial Enciclopédia, 2.ª Edição, Lisboa, 1989, Volume Segundo, p. 480
  2. "Nobreza de Portugal e do Brasil", Direcção de Afonso Eduardo Martins Zúquete, Editorial Enciclopédia, 2.ª Edição, Lisboa, 1989, Volume Segundo, p. 481
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.