Manuel de Paiva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuel de Paiva
Presbítero da Igreja Católica
Atividade Eclesiástica
Ordem religiosa católica Companhia de Jesus
Ordenação e nomeação
Dados pessoais
Nascimento Coimbra
1508
Morte Vitória
21 de dezembro de 1584 (76 anos)
Categoria:Igreja Católica
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Manuel de Paiva SJ (Vila de Águeda, Coimbra, 1508 - Vitória, 21 de dezembro de 1584) foi um sacerdote da Companhia de Jesus responsável pela primeira missa na cidade de São Paulo, pela fundação de Guarulhos e pela catequese em Vitória.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Manuel de Paiva foi primo de João Ramalho,[1] português que vivia entre os índios tupiniquins liderados por Tibiriçá. Foi ordenado presbítero diocesano em Coimbra, em meados da década de 1530 e 1540, e ingressou na Companhia de Jesus em 18 de janeiro de 1548.[2] Sua viagem ao Brasil ocorreu em 1550, na armada do fidalgo português Simão da Gama de Andrade junto dos jesuítas Salvador Rodrigues, Francisco Pires e Afonso Brás e alguns órfãos, no segundo grupo de Jesuítas. Pouco depois de sua chegada exerceu a função de superior do Colégio da Bahia quando da viagem de padre Manuel da Nóbrega a Pernambuco.

Em 25 de janeiro de 1554 Manuel de Paiva, obedecendo ordens do padre Manuel da Nóbrega, realizou a primeira missa no colégio jesuíta erguida no Planalto de Piratininga na presença de 11 ou 12 jesuítas.[3] A data comemora a conversão de Paulo de Tarso ao cristianismo, desta forma o planalto recebeu o nome de São Paulo de Piratininga.

Paiva foi também o fundador da cidade de Guarulhos, ocorrido em 8 de dezembro de 1560, com o nome de Nossa Senhora da Conceição, em um local até então habitado pelos índios Guarus, da tribo dos Guaianases.[4]

Junto de Diogo Jacome e Pedro da Costa, Paiva foi enviado para a capitania do Espírito Santo, onde chegaram em janeiro de 1564. Durante três anos foi superior dos jesuítas no Espírito Santo, substituindo o padre Braz Lourenço. Manuel de Paiva também foi reitor da Casa de Espírito Santo.

Padre Manuel de Paiva morreu aos 76 anos em 21 de dezembro de 1584 em decorrência da varíola, após alguns meses de enfermidade, tendo sido sepultado em Vitória.


Referências

  1. http://www.recantodasletras.com.br/biografias/3106488. Página acessada em 31 de outubro de 2015.
  2. http://www.al.sp.gov.br/noticia/?id=294066. Página acessada em 31 de outubro de 2015.
  3. TOLEDO, Roberto Pompeu de. A Capital da Solidão. São Paulo: Editora Objetiva, 2004. Pág. 99.
  4. http://www.guarulhos.sp.gov.br/index.php?option=com_content&id=61&Itemid=292. Página acessada em 31 de outubro de 2015.