Colégio dos Jesuítas (Salvador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Colégio dos Jesuítas na Bahia
Litografia de Victor Frond fotografada por Philippe Benoist no século XIX
Informação
Localização Salvador (Bahia), Bahia, Brasil
Endereço Terreiro de Jesus, Centro Histórico

O Colégio dos Jesuítas da Bahia, que funcionou em Salvador entre 1553 e 1759, foi uma instituição educacional no Brasil Colonial.

Foi fundado pelo jesuíta Manoel da Nóbrega. Nele estudaram Antônio Vieira, Frei Vicente do Salvador, Gregório de Matos e outros.

Esteve localizado onde hoje se situa a Catedral de Salvador, próximo à Faculdade de Medicina da Bahia, no Terreiro de Jesus. No final do século XVII, tinha uma biblioteca com cerca de três mil livros.

Pode-se afirmar que o curso de Teologia e Ciências Sagradas, ministrado para a formação de sacerdotes, foi o primeiro curso de nível superior do Brasil.

Em 1759, os jesuítas foram expulsos do Império Português. Em 1799, as instalações do Colégio foram utilizadas para servir como o Hospital Real Militar da Bahia.[1][2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Colégio dos Jesuítas da Bahia». www.bahia-turismo.com. Consultado em 9 de novembro de 2016 
  2. «O COLÉGIO DA BAHIA E O PROJECTO EDUCATIVO DA COMPANHIA DE JESUS NO BRASIL COLONIAL» (PDF). www.dhi.uem.br. Consultado em 9 de novembro de 2016