Marciano de Heracleia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Marciano (desambiguação).

Marciano de Heracleia (Marcianus Heracleensis) foi um geógrafo grego menor da antiguidade tardia (século IV d.C.) As suas obras que se conservam são: [1] [2]

  • Périplo do mar Exterior (Periplus maris externi), ed. Müller (1855), 515-562.
  • Périplo de Menipo do mar Interior (Menippi periplus maris interni) (epitome Marciani), ed. Müller (1855), 563-572.
  • Geografía de Artemidoro (Artemidori geographia) (epitome Marciani), ed. Müller (1855), 574-576.
Cquote1.svg Por volta de 527 d.C. (segundo Müller em Geographi graeci minores; Tomo 2º, p. XII), Marciano de Heracleia incluiu dados precisos de vias romanas, rios, montes, costas, cidades, etc.; mereceu da posteridade o conceito de superior entre todos os da sua época, pela diligência, bom juízo e esmero que despregou ao usar os estudos dos seus predecessores. Os seus escritos conhecidos são: 1) Um epítome de 11 livros à imitação de Artemidoro; 2) Outro epítome em três livros entressacado de um anterior périplo; 3) Um périplo de mar desenvolvido em dois livros; 4) Um tratado de distâncias de Roma às principais cidades então conhecidas.[3] Cquote2.svg
Cquote1.svg Marciano de Heracleia (I, 2-3) oferece-nos uma longa lista: “escrevo após ter lido múltiplos périplos e de empregar muito tempo no seu estudo (…) Timóstenes de Rodes, que chegou a ser comandante-em-chefe da frota de Ptolemeu II após Eratóstenes, ao que chamaram Beta os diretores do Museu, além de Píteas, Isidoro de Cárax, o piloto Sosandro e Simeias …”

Os escritos de muitos destes autores, que mereciam pouco crédito na informação de pormenor contribuída, e que, para além disso, tinham escasso valor literário, perderam-se irremissivelmente. Porém, está claro que estas narrações de viagens foram muito numerosas, sobretudo como plasmação de relatos orais. [4]

Cquote2.svg

Opiniões de estudiosos a respeito das fontes[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Müller, Carl. In: Ambrosio Firmin Didot. Geographi Graeci Minores – Vol. 1 (em latim). 1ª ed. [S.l.: s.n.], 1855.
  2. Müller, Carl. In: Ambrosio Firmin Didot. :%22Geographi+Graeci+Minores%22&cd=1#v=onepage&q=&f=false Geographi Graeci Minores – Vol. 2 (em latim). 1ª ed. [S.l.: s.n.], 1861.
  3. Altadill, Julio (1923). "Geógrafos de la Antigüedad" (PDF). 
  4. Gonzalbes Cravioto, Enrique (2003). "Viajes y viajeros en el Mundo Antiguo". Univ. De Castilla – La Mancha.