Maria Pereira (fadista)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:
Disambig grey.svg Nota: Se procura o município brasileiro, veja Mombaça (Ceará).

Maria Pereira (Vila Nova de Cerveira, 4 de fevereiro de 1914 - Lisboa, 9 de janeiro de 2003) foi uma cantora portuguesa.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Minhota de nascença, Maria Pereira foi muito nova para Lisboa e aos 20 anos já cantava em várias casas de fado.

Fez parte do elenco inicial do programa Companheiros da Alegria de Igrejas Caeiro, a partir de 11 de Agosto de 1951, onde o objetivo era acompanhar a Volta a Portugal em Bicicleta.

Gravou para editoras como a Alvorada, Valentim de Carvalho (Parlophone/EMI e His Master's Voice) e Movieplay (ex-SonoPlay).

Foi proprietária do restaurante típico "Painel do Fado", no Bairro Alto.

Em 1989, Maria Pereira integrou, com "O Fado mora em Lisboa", uma compilação editada pela Movieplay, sob o título Melodias de Sempre - Vol. 2, que seria reeditado em CD, no ano de 1995.[1]

A sua interpretação da "Marcha do Castelo" faz parte de Noite de Marchas em Lisboa, editada em 1994 pela Movieplay Portuguesa e uma das compilações da série "Os Melhores dos Melhores".[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

78 rotações[editar | editar código-fonte]

  1. Face A - "É Assim o que Está Combinado" - Marchinha (Joaquim Frederico de Brito)
  2. Face B - "Noites de São João" - Fado (José Galhardo - Raúl Ferrão)

EPs[editar | editar código-fonte]

  1. "Fado da Moita"
  2. "Lisboa da Beira-Mar"
  3. "Campino e Cantadeira"
  4. "Chico Mendes, Olé!"
  1. "Vira da Nazaré"
  2. "Fado da Nazaré"
  • Lado B
  1. "Avé Maria da Nazaré"
  2. "Rancho da Nazaré"

Compilações[editar | editar código-fonte]

Outro repertório[editar | editar código-fonte]

  • "A Música Me Diz..."
  • "À Roda de Ti"
  • "A Tua Ausência"
  • "Alguém Que Vem de Longe"
  • "Amor Que É Só Meu"
  • "Arrependimento"
  • "Balada da Arrábida"
  • "Bodas da Terra Morena"
  • "Buscando a Vida na Morte"
  • "Canção do Natal"
  • "Canção dos Sinos"
  • "Carnaval em Torres Vedras"
  • "Chula Minhota"
  • "Chula Puladinha"
  • "Deixa Dizer... Deixa Falar..."
  • "Diz-me Que Gostas de Mim"
  • "Esta Pequena Casa Lusitana"
  • "Eu Quero Amar"
  • "Évora"
  • "Fadista Novo"
  • "Fado da Mentira"
  • "Fado é Lisboa"
  • "Fado Pinoca"
  • "Ilha da Madeira"
  • "Lisboa Canta à Noite"
  • "Lisboa É Linda"
  • "Lisboa Verde Rosa"
  • "Madragoa Noiva do Tejo"
  • "Manuel do Moinho"
  • "Mar Salgado"
  • "Marcha da Volta a Portugal - 1965"
  • "Moleirinha"
  • "Não Chores"
  • "Não Digam Mal do Velho Fado"
  • "Não Digas a Ninguém"
  • "Ninguém te Amou"
  • "Noite Sombria"
  • "Noites do Mês de Junho"
  • "Ó Belo Algarve"
  • "O Fado Foi à Madeira"
  • "O Meu Perdão"
  • "Ó Meu Rio Douro"
  • "O Teu Amor Entristeceu"
  • "Oiço Falar de Amor"
  • "Ou Tudo Ou Nada"
  • "Pátria Ditosa"
  • "Pequei"
  • "Primeiro Amor"
  • "Quando a Saudade Chegou"
  • "Rabela do Nordeste"
  • "Rapsódia de Fados"
  • "Rebeldia"
  • "Se Amar É Pecado"
  • "Siga a Marcha"
  • "Ter Coração"
  • "Um Fado a Sorrir"
  • "Vidas Sem Luz"
  • "Vira das Desfolhadas"

Referências

  1. a b Fonoteca da Câmara Municipal de Lisboa. Acesso em 11 de setembro de 2012
  2. a b Fonoteca da Câmara Municipal de Lisboa. Acesso em 11 de setembro de 2012
  3. Edição em MP3 de Novembro de 2010, da série "Vintage World" No. 139 em fnac.com. Acesso em 11 de setembro de 2012
  4. Artigo leiloado em 2012 em miau.clix.pt. Acesso em 11 de setembro de 2012

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.