Mariko Yashida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde janeiro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Mariko Yashida
Placeholder male superhero c.png

Dados da publicação
Publicado por Marvel Comics
Primeira aparição Uncanny X-Men #118
Espécie Humano
Afiliações Clã Yashida
Situação presente inativa
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Mariko Yashida (矢志 田 真理 子 , em japonês) é uma personagem fictícia que apareceu nas histórias em quadrinhos publicadas pela Marvel Comics. Criada por Chris Claremont e John Byrne , a personagem apareceu pela primeira vez em Uncanny X-Men #118 (fevereiro de 1979).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Mariko era filha de Shingen Yashida, e meio-irmã do Samurai de Prata, e primo de Solaris e Sunpyre. Após a morte de seu pai, ela tornou-se líder da Yakuza criminosa de sua família, o Clã Yashida.

Ela conheceu os X-Men quando voltou de uma viagem à Terra Selvagem e foram convidados para ajudar o Japão, que estava sendo chantageado pelo terrorista Moses Magnum. Ela se aproximou de Wolverine apesar da desaprovação de sua família. No entanto, quando seu pai ordenou que ela se casasse com um criminoso para resolver uma de suas dívidas, ela obedeceu, como uma questão de honra. No entanto, seu pai sabia que Mariko ainda amava Logan, e contratou sua assassina pessoal, Yukio, que colocou veneno na bebida de Wolverine para enfraquecê-lo ao duelo que fariam logo em seguida. Assim, ele seria desmoralizado na frente de sua amada.

Após alguns acontecimentos no Japão, Mariko se tornou noiva de Logan, mas seu casamento foi interrompido pelo Mestre Mental[1] , que usou um dispositivo de controle mental para mudar a mente de Mariko. Quando o controle cessou, Wolverine e Mariko retomaram seu relacionamento mas não tinham mais o casamento em mente. Mariko também recusou qualquer envolvimento pessoal com ele novamente.

Os X-Men voltaram das primeiras Guerras Secretas e acidentalmente acabam no Japão, lutando com uma fêmea da espécie de Lockheed que havia vindo junto com ele e estava destruindo a cidade. Durante o caos, uma jovem garota chamada Amiko Kobayashi perde a mãe quando um prédio desaba e a mata[2] . Antes de perecer, a mulher implora para Wolverine cuidar de sua filha. Uma vez que Wolverine não poderia cuidar de Amiko, ele escolheu colocar a menina nos cuidados de Mariko, quem permaneceu como uma mãe de aluguel. Amiko e Mariko eram alvo do assassino Ogun, porém mas o ataque foi evitado por Wolverine e Kitty Pryde.

Mariko foi envenenada com tetrodotoxina por um de seus rivais. Ela pediu à Logan para matá-la, evitando assim uma morte dolorosa. Wolverine a matou e prometeu vingar Mariko[3] .

18 anos após a morte da personagem, a Marvel decidiu mostrar seu paradeiro atual. Wolverine foi capturado por um demônio e levado para o inferno. Para Wolverine cumprir suas exigências, ele ameaçou destruir a alma de Mariko (que havia sido condenada ao inferno por sua liderança de atividades criminosas no Clã Yashida). Wolverine, no entanto, acabou por ser resgatado por seu velho amigo da Tropa Alfa, Puck, e seu próprio pai. Quando Logan finalmente estava preparado para fugir do inferno, ele pretendia levar Mariko com ele, mas sem mais nada para voltar à esta vida, ela pediu a ele para deixá-la para trás e voltar à Terra e recuperar a sua própria vida, um pedido que Logan relutantemente aceitou[4] .

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

Mariko, não possui nenhum poder na teoria. Porém na edição de Wolverine #56-57 em 1992, ela se mostra uma pessoa que não fica por muito tempo com ferimentos, ou seja, ela tem um fatos de supressão de ferimentos, o que a permite que se cure de ferimentos. Provavelmente implantado nela pela Arma X.

Ela também possui muitas habilidades em luta no estilo japonês.

Em Outras Mídias[editar | editar código-fonte]

Mariko Yoshida foi interpretada pela atriz Tao Okamoto no filme Wolverine: Imortal, de 2013. Essa foi a estreia de Okamoto nos cinemas.

Referências

  1. Uncanny X-Men #172
  2. Uncanny X-Men #181
  3. Wolverine v.2 #57
  4. Wolverine v.4 #4