Masaoka Shiki

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Masaoka Shiki
Nome nativo 正岡子規
Nascimento 17 de setembro de 1867
Matsuyama
Morte 19 de setembro de 1902 (35 anos)
Tóquio
Cidadania Japão
Alma mater Universidade de Tóquio
Ocupação poeta, jogador de beisebol, escritor, jornalista, crítico literário
Causa da morte tuberculose

Masaoka Shiki (正岡 子規, Masaoka Shiki?, 17 de Setembro de 1867 – 19 de Setembro de 1902) foi o pseudónimo do autor, poeta, critico literário e jornalista do período Meiji, no Japão. O seu verdadeiro nome era "'Masaoka Tsunenori"' (正岡 常規), mas quando criança era chamado "'Tokoronosuke"' (処之助). Mais tarde mudou o seu nome para "'Noboru"' (升).[1][2] Shiki é hoje em dia muitas vezes creditado como tendo revitalizado as formas poéticas de haiku e tanka. Apesar de as suas ideias e teorias terem sido consideradas como revolucionárias pelos seus contemporâneos, ele permaneceu, grosso modo, dentro das regras e formatos tradicionalmente estabelecidos, em oposição aos seus mais radicais sucessores em verso livre. É visto como um dos grandes mestre do haiku, junto com Bashō, Buson e Issa.[3][4]

Referências

  1. Natsume Sōseki. Ten nights of dream, Hearing things, The heredity of taste. Tuttle, 1974. p11
  2. Beichman, Janine (2002), «Preface», Masaoka Shiki: his life and works, ISBN 0-88727-364-5 revised ed. , Cheng & Tsui, pp. ii 
  3. Beichman, Janine (2002), «Preface», Masaoka Shiki: his life and works, ISBN 0-88727-364-5 revised ed. , Cheng & Tsui, pp. i 
  4. Masaoka Shiki: selected poems. [S.l.]: Columbia University Press. 1997. 5 páginas. ISBN 0-231-11090-1  |coautores= requer |autor= (ajuda)