Max Wien

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Max Karl Werner Wien
Nascimento 25 de dezembro de 1866
Königsberg
Morte 24 de fevereiro de 1938 (71 anos)
Jena
Nacionalidade Alemanha Alemão
Campo(s) Física

Max Karl Werner Wien (Königsberg, 25 de dezembro de 1866Jena, 24 de fevereiro de 1938) foi um físico alemão e diretor do Instituto de Física da Universidade de Jena.

Wien inventou o "Löschfunkensender" (gerador de oscilações magnéticas enfraquecidas, usado, por exemplo, no RMS Titanic) durante os anos 1906 a 1909, e a Ponte de Wien em 1891. Naquela época, Wien não tinha meios de desenvolver ganho eletrônico, de modo que um oscilador funcional não podia ser obtido (William Hewlett, co-fundador de Hewlett-Packard, obteve sucesso em 1939).

Erwin Schrödinger, assistente de Max Wien em 1920,[1] descreveu o físico na sua autobiografia "Mein Leben, Meine Weltansicht" como "moderadamente anti-semita".[2]

Max Wien foi primo de Wilhelm Wien, galardoado com o prémio nobel de Física em 1911.

Referências

  1. «Erwin Schrödinger - Biography». nobelprize.org. Consultado em 26 de agosto de 2008 
  2. «Negative Dispersion». www.aleph99.org. Consultado em 26 de agosto de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Literatura de e sobre Max Wien no catálogo da Biblioteca Nacional da Alemanha


Precedido por
Albert Einstein
Presidente da Deutsche Physikalische Gesellschaft
1918 — 1919
Sucedido por
Arnold Sommerfeld
Precedido por
Franz Himstedt
Presidente da Deutsche Physikalische Gesellschaft
1924 — 1925
Sucedido por
Friedrich Paschen


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.