Mehmet Fuat Köprülü

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Mehmet Fuat Köprülü
Nome nativo Mehmet Fuat Köprülü
Nascimento 5 de dezembro de 1890
Constantinopla
Morte 28 de junho de 1966 (75 anos)
Istambul
Cidadania Turquia
Ocupação diplomata, político, historiador, cientista, professor universitário
Empregador Universidade de Ancara

Mehmet Fuat de Köprülü (5 de dezembro de 1890 – 28 de junho de 1966), também conhecido como Köprülüzade Mehmed Fuad, foi o mais influente Turcologista, Professor Titular, Ministro das Relações Externas e Vice-Primeiro-Ministro da República da Turquia. Um descendente da ilustre família Köprülü, cuja influência em moldar a história Otomana, entre 1656 e 1683, pode ter superado até mesmo a influência da Casa de Osman, Fuat de Köprülü foi uma figura chave na intersecção entre profissionais do ensino e políticos no início do século XX, na Turquia. Como historiador e intelectual, seus livros, artigos, ensaios e poemas criaram um "cânone da cultura turca e identidade nacional", desde o recém-formada República da Turquia, com fontes académicas de turcologia.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Infância e Educação[editar | editar código-fonte]

Fuat de Köprülü nasceu na cidade de Istambul, em 1890 como Köprülüzade Mehmed Fuad. Seu avô paterno, Ahmet Ziya Bey, foi o embaixador de Bucareste, e Ahmet Ziya Bey era filho do chefe da Chancelaria Imperial de Estado (Divan-i Humayun Beylikcisi), Köprülüzade Arif Bey. Köprülüzade Arif Bey era descendente de Köprülüs do século XVII, uma excepcional dinastia de Grão-Vizires cujas reformas e conquistas atrasou o colapso do Império Otomano. Fuat de Köprülü foi nomeado após o primeiro Grão-Vizir da era de Köprülü, Köprülü Mehmed Pasha.

Fuat de Köprülü recebeu sua educação formal em Ayasofya Rusdiyesi e Mercan Idadisi, formada por autoridades otomanas para modernizar e reformar o Império Otomano, mais propriamente o sistema de ensino. Em 1905, enquanto era um estudante de Mercan Idadisi, com apenas 15 anos de idade, a revista Musavver Terakki publicou três poemas de Fuat de Köprülü. No momento em que ele entrou na Faculdade de Direito da Universidade de Istambul, com a idade de 17, Fuat de Köprülü já tinha um excelente comando do francês, persa e árabe. Seu primeiro livro, Hayat-eu Fikriyye (A Vida Intelectual), foi publicado quando ele tinha 19 anos de idade. Depois de três anos de estudo, Fuat de Köprülü abandonou a faculdade de Direito por causa da má qualidade do ensino, dizendo que o diploma era "não vale a perda de tempo que isso acarretaria."[1]

O surgimento de um Intelectual Nacionalista[editar | editar código-fonte]

Uma imagem de Mehmet Fuat de Köprülü em seus primeiros dias

De 1910 a 1913, Fuat de Köprülü ensinou língua turca e literatura em várias escolas em Istambul, incluindo no prestigiado liceu de Galatasaray. Fuat de Köprülü inicialmente se opôs ao movimento literário conhecido como Nova Linguagem, que procurou simplificar o idioma turco, e escreveu artigos para a revista Servet-i Funun, usando um estilo literário compreensível apenas para os mais instruídos otomanos e intelectuais. Fuat de Köprülü mudou seu estilo de escrita e política durante a guerra dos Balcãs. Em 6 de fevereiro de 1913, o dia depois de o exército búlgaro ter atacado as linhas otomanas, nos arredores de Istambul, Turk Yurdu revista, um bastião de prosa e nacionalismo turco, publicou o primeiro de muitos artigos populares e patrióticos de 23 anos Fuat de Köprülü: "Umit cinco Azim" (Esperança e Determinação), "Hicret Matemleri" (Luto Migração), "Turk un Duasi" (Uma Oração Turca), e "Turkluk, Islamlik, Osmanlilik" (Turcologia, Islamismo e Otomanismo).[1]

No final de 1913, Fuat de Köprülü publicou seu seminal e amplamente elogiado artigo académico, "Turk Edebiyati Tarihinde Usul" (O Método em História Literária Turca), em Bilgi Mecmuasi. Ele argumentou que os historiadores devem não só investigar reis, vizires, comandantes e estudiosos, mas as pessoas comuns também. Fuat de Köprülü acreditava que, além dos registros públicos e oficiais de historiadores, deve-se também estudar a arte, a arqueologia, a literatura, a língua, o folclore e as tradições orais. Seu apelo para os historiadores para o estudo de história social, foi única, e à frente de seu tempo, que a Escola de Annales, na França, famosa por abraçar uma abordagem semelhante na revista Annales d'histoire economique et sociale, não surgiram até 1929, 16 anos após a publicação de "Turk Edebiyati Tarihinde Usul." Um mês após a publicação do artigo, Fuat de Köprülü foi nomeado Professor de História da Literatura Turca na Universidade de Istambul. Ele tinha apenas 23 anos de idade.[1]

Vida Política[editar | editar código-fonte]

Em 1935, a pedido do Presidente Ataturk, Fuat de Köprülü juntou-se o partido único do regime no Parlamento Turco como um Kars-adjunto, e foi eleito novamente em 1939 e 1943. Em 1945, como chamadas para estabelecer uma democracia multipartidária aumentou após a II Guerra Mundial, Fuat de Köprülü juntou-se à oposição e foi demitido do partido, juntamente com Adnan Menderes e Refik Koraltan. Em 1946, Menderes, Koraltan e Köprülü, juntamente com o Celal Bayar, formaram o Partido Democrático. Fuat de Köprülü tornou-se Ministro dos Negócios Estrangeiros, quando o Partido Democrata chegou ao poder nas eleições de 1950, e serviu nesse cargo até 1956. Fuat de Köprülü também serviu brevemente como Vice-Primeiro-Ministro, em 1955. Em 6 de setembro de 1957, Fuat de Köprülü demitiu-se do Partido Democrático depois em desacordo com as tendências autoritárias apresentado pela liderança do partido.

Morte[editar | editar código-fonte]

Fuat de Köprülü morreu em 28 de junho de 1966.

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

Um grande estudioso e intelectual, Fuat de Köprülü escreveu mais de 1500 poemas, ensaios, artigos e livros. Um Mehmet Fuat Koprulu Programa de Bolsa de estudos foi recentemente criada para fornecer fundos para os estudantes turcos para realizar Doutorado estudar na Universidade de Cambridge. Seus trabalhos incluem o seguinte:

  • Yeni Osmanlı Tarih-i Edebiyatı (1916)
  • Türk Edebiyatında Laia Mutasavvıflar (1918)
  • Nasrettin Hoca (1918)
  • Türk Edebiyatı Tarihi (1920)
  • Türkiye Tarihi (1923)
  • Bugünkü Edebiyat (1924)
  • Azeri Edebiyatına Ait Tetkikler (1926)
  • Milli Edebiyat Cereyanının Laia Mübeşşirleri ve Divan-ı Türk-i Basit (1928)
  • Türk Saz Şairleri Antolojisi (1930-1940, üç cilt)
  • Türk Díli ve Edebiyatı Hakkında Araştırmalar (1934)
  • Anadolu da Türk Díli ve Edebiyatı nın Tekamülüne Bir Bakış (1934)
  • Osmanlı Devleti nin Kuruluşu (1959)
  • Edebiyat Araştırmaları Külliyatı (1966)
  • İslam ve Türk Hukuk Tarihi Araştırmaları ve Vakıf Müessesesi (1983)

Traduções[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c d Basaran, Alpasan. Fuat Koprulu: The Historian and Modern National Identity in Late Ottoman and Early Republican Turkey, 1905-1924. Nashville: Vanderbilt University, unpublished thesis, May 2004.