Monte submarino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os locais no mundo com mais montes submarinos.


Um monte submarino é uma montanha que se eleva do fundo do oceano sem atingir a sua superfície, isto é sem atingir o nível médio do mar. Como norma, os oceanógrafos apenas consideram como montes submarinos as elevações que atingem pelo menos 1000 m acima dos fundos marinhos circundantes. A maioria dos montes submarinos são vulcões extintos que se elevam abruptamente acima dos fundos circunvizinhos a partir de profundidades da ordem dos 1000 m a 4000 m abaixo da superfície das águas. Apesar da sua grande altura, os cumes dos montes submarinos podem situar-se a profundidades que vão de alguns metros (constituindo recifes ou bancos submarinos) até alguns milhares de metros abaixo do nível médio das águas (constituindo nesse caso parte do oceano profundo).[1] Estima-se que existam mais de 30 000 montes submarinos no oceano global, tendo apenas sido explorados algumas centenas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nybakken, James W. and Bertness, Mark D., 2005. Marine Biology: An Ecological Approach. Sixth Edition. Benjamin Cummings, San Francisco

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Keating, B.H., Fryer, P., Batiza, R., Boehlert, G.W. (Eds.), 1987: Seamounts, islands and atolls. Geophys. Monogr. 43:319-334.
  • Koslow, J.A. (1997). Seamounts and the ecology of deep-sea fisheries. Am. Sci. 85:168-176.
  • Menard, H.W. (1964). Marine Geology of the Pacific. International Series in the Earth Sciences. McGraw-Hill, New York, 271 pp.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia em geral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.