Motoboys – Vida Louca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Motoboys – Vida Loca é um documentário brasileiro de 2003, dirigido por Caíto Ortiz[1].

Teve sua estréia no dia 21 de Outubro de 2003, na 27a Mostra BR de Cinema de São Paulo[2]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

"Dois motoboys morrem a cada dia em São Paulo. Acidentes envolvendo exclusivamente motoboys paulistanos custam ao Estado mais de R$ 200 milhões por ano. Os números não são oficiais, mas fazem parte das estatísticas levantadas pelo filme. Já as estimativas oficiais indicam 220 mil motoboys em circulação diariamente pela cidade. Na prática, ninguém sabe ao certo qual é o número correto, pois até hoje os órgãos públicos da terceira maior metrópole do mundo não desenvolveram estudos sobre essa categoria profissional. Registro in loco a vida de 5 motoboys, entre eles uma motogirl, revelando sua intimidade e comportamento, seus medos e sonhos. Conta ainda com uma extensa gama de entrevistas,de autoridades a paulistanos."

Créditos[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Outros[editar | editar código-fonte]

Direção
Roteiro
  • Giuliano Cedroni
Estúdio
  • Prodigo Films / Estúdios Mega
Fotografia
  • Cristiano Wiggers
Produção
  • Adriano Civita E Francesco Civita
Música
  • Rica Amabis

Festivais[editar | editar código-fonte]

  • 2003 - 27ª Mostra BR de Cinema de São Paulo[2]
  • 2004 - Festival Internacional de Cinema de Brasília[3]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref.
2003 27ª Mostra BR de Cinema de São Paulo Melhor Documentário Nacional Venceu [4]

Referências

  1. folha.uol.com.br/ "Motoboys - Vida Loca" faz a mea-culpa entre motoristas da cidade
  2. a b cinema.terra.com.br/ "Vida Loca" leva polêmica à Mostra de Cinema de SP
  3. folha.uol.com.br/ Brasília abre festival internacional com polêmica do McDonald's
  4. cineclick.com.br/ DOCUMENTÁRIO MOTOBOYS - VIDA LOUCA SERÁ EXIBIDO NA MOSTRA DO AUDIOVISUAL