Nélson Biasoli

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Nelson Biasoli
Informação geral
Nome completo Nelson Biasoli
Nascimento 10 de julho de 1931
Origem Tambaú, SP
País Brasil Brasil
Morte 17 de setembro de 2014 (83 anos) Ribeirão Preto

Nelson Biasoli (Tambaú, 10 de julho de 1931; Ribeirão Preto, 17 de setembro de 2014) foi um professor e compositor brasileiro.

Filho de Balduino Biasoli e Angelina Lepri Biasoli, é autor de mais de 500 composições musicais (letra e música) sendo considerado recordista mundial na criação de hinos[1].

É o autor da música cantada nos estádios, principalmente em jogos da Seleção Brasileira de Futebol: "Eu sou brasileiro, com muito orgulho e com muito amor..."[2] que foi elaborada para uma competição esportiva estudantil em 1949[3][4].

Em 1979, Biasoli recebeu a missão de fazer uma canção para a primeira visita do papa João Paulo II ao Brasil. “Foi uma encomenda da colônia polonesa”, recorda-se.

Após ler sobre a história e a vida de João Paulo II, ele compôs “A Bênção, João de Deus”, música muito entoada pela torcida do Fluminense na década de 1980. Segundo a família de Biasoli, argentinos pediram autorização para fazer uma versão da música, para a visita do papa Francisco ao Brasil. A liberação foi dada.

Nelson Biasoli estava internado há 21 dias com insuficiência renal e pneumonia.

Faleceu no dia 17 de setembro de 2014[5]

Nelson Biasoli, que morava em Tambaú, interior de São Paulo, deixou a esposa Olga, de 79 anos e outros dois filhos, Norberto e Maria Isabel, além de Nelson Biasoli Junior.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.