Narcís Monturiol

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Narcís Monturiol
Narcís Monturiol, Museu Marítimo de Barcelona.
Nome completo Narcís Monturiol i Estarriol
Nascimento 28 de setembro de 1819
Figueres, Província de Girona
Morte 6 de setembro de 1885 (65 anos)
Sant Martí de Provençals, Província de Barcelona
Nacionalidade Catalunha
Ocupação jornalista, político, inventor

Narcís Monturiol i Estarriol (Figueres, 28 de setembro de 1819Sant Martí de Provençals, 6 de setembro de 1885) foi um engenheiro, intelectual, impressor, pintor, político e inventor catalão, célebre por ter inventado o primeiro submarino com propulsão autónoma utilizando um motor químico anaeróbico.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Narcís Monturio veio de uma família de artesões sendo seu pai tanoeiro, o ofício paterno criou oportunidade para que Narcís Monturiol aprendesse os procedimentos relacionados a impermeabilidade. Em sua vida acadêmica passou pela Escola de Medicina em Cervera, curso que não concluiu. Frequentou a Escola de Direito de Barcelona aonde recebeu graduação em 1845, não exerceu a profissão de advogado.[1]

Trabalhou com escritor em uma editora que publicava jornais e panfletos que defendiam ideais radicais relacionados ao comportamento feminino, pacifismo e comunismo. Foi o redator do periódico El Republicano , fundando também o jornal La Madre de Familia primeiro periódico comunista em língua espanhola.[1]

Após o movimentos conhecido como Revoluções de 1848 que aconteceu na Europa central e oriental que era contra os regimes governamentais autocráticos, foi obrigado a seguir para o exílio na França. Retornou a Barcelona em 1849 ficando proibido de voltar a atividade de editor. A partir deste fato voltou suas atenções para as áreas da ciência e da engenharia.

Em 1858 Monturiol apresentado um projeto científico intitulado El Ictíneo ou o peixe-navio. No ano seguinte aconteceu o primeiro mergulho de seu submarino no porto de Barcelona. Publicando em seguida, entre outros trabalhos o Ensayo sobre el arte de navegar por debajo del agua que explicava o funcionamento do El Ictíneo.[2][3]

Seu último trabalho foi a publicação em 1882 do jornal diário El Anunciador Financiero.

Trabalhos publicados[editar | editar código-fonte]

  • El Ictíneo o barco-pez
  • Ensayo sobre el arte de navegar por debajo del agua
  • Memoria sobre la navegación submarina
  • Un reo de muerte. Las ejecuciones y los espectadores: consejos de un padre a sus hijos
  • Estudios de Historia Natural
  • Del magnetismo terrestre
  • Estudio de las corrientes marinas
  • Descubrimiento del Polo
  • La gravitación universal

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Padrosa Gorgot, Inés. Diccionari biogràfic de l'Alt Empordà. Girona: Diputació, 2009, p. 912 p.. ISBN 9788496747548.
  • Peñarroja, Jordi. Ictineus - Aventures, invents i navegacions d'en Narcís Monturiol. Barcelona: Llibres de l'Índex - La Tempestad, 2009, p. 261. ISBN 978-84-96563-87-2.
  • Vallès, Carles. Diccionari de l'Alt Empordà. Figueres: Art-3, 1984. ISBN 84-85874-10-2.
  • Historia de la prensa pedagógica en España. Antonio Checa Godoy. Universidad de Sevilla, 2002, p. 254. ISBN 978-84-472-0711-4

Referências

  1. a b c «Narcís Monturiol i Estarriol» (em catalão). Gran Enciclopèdia Catalana. Consultado em 30 de março de 2014. 
  2. «Narcís Monturiol i Estarriol.- Biografia» (em espanhol). Institut d'Educació Secundària Narcís Monturiol. Consultado em 30 de março de 2014. 
  3. Thomas Holian. «Monturiol» (em inglês). US Submarine Force. Consultado em 30 de março de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Narcís Monturiol
Ícone de esboço Este artigo sobre História da Catalunha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.