Nikolai Budarin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nikolai Budarin

Cosmonauta da AER
Nacionalidade Rússia russo
Nascimento 29 de abril de 1953 (63 anos)
Kirya, URSS
hoje Rússia
Tempo no espaço 444d 1h 25m
Seleção 1989
Missões STS-71, Soyuz TM-27, STS-113, Expedição 6, Soyuz TMA-1
Insígnia da missão Sts-71-patch.png PegaseSoyuzTM27.png Mir insignia.svg Sts-113-patch.png Expedition 6 insignia (iss patch).png Soyouz TMA-1 logo.svg

Nikolai Mikhailovich Budarin (russo: Николай Михайлович Бударин) (Kirya, 29 de abril de 1953) é um cosmonauta russo, veterano de três missões de longa duração no espaço, na estação orbital russa Mir e na Estação Espacial Internacional (ISS).

Desde 1976, Budarin ocupou posições de engenheiro na Energia, a empresa estatal soviética responsável pela fabricação de estações orbitais e cápsulas espaciais, formando-se como engenheiro mecânico no Instituto de Aviação de Moscou em 1979.

Em 1989, se tornou candidato a cosmonauta e cursou o período de treinamento no Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin, na Cidade das Estrelas, qualificando-se em janeiro de 1991, passando os dois anos seguintes em treinamento intensivo e avançado nas cápsulas espaciais Soyuz-TM e em réplicas da estação orbital Mir, preparando-se para voos ao espaço.

Sua primeira missão ocorreu entre junho e setembro de 1995, na missão Mir-19, a primeira de acoplamento de um ônibus espacial com a estação russa em órbita, para a qual foi transportado no ônibus espacial Atlantis, na STS-71, junto como o companheiro Anatoly Solovyev.

Em janeiro de 1998, participou da segunda missão de longa duração na Mir, ficando na estação até agosto, como engenheiro de voo da Mir-25.

Budarin foi ao espaço pela terceira vez em 23 de novembro de 2002, a bordo da STS-113 Endeavour, como engenheiro de voo da Expedição 6 à Estação Espacial Internacional, permanecendo 161 dias em órbita terrestre, elevando seu total acumulado a 444 dias fora da Terra, retornando em maio de 2002 na nave Soyuz TMA-1.

Desde 2007 ele integra o parlamento russo, a Duma, representando o partido Rússia Unida.

Ver também[editar | editar código-fonte]