Nove céus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Nove Céus ou Nove Céus de Oyá ou de Iansã, chamados de Oruns na Mitologia Iorubá são os locais para os quais as pessoas vão depois de morrer[1].

Oruns[editar | editar código-fonte]

Orun Alàáfià: Espaço de muita paz e tranquilidade, reservado para pessoas de gênio brando, ou índole pacífica, bondosa, pacata.

Orun Funfun: Reservado para os inocentes, sinceros, que tenha pureza de sentimento, pureza de intenções.

Orun Bàbá Eni: Reservado para os grandes sacerdotes e sacerdotisas, Babalorixás, yalorixás, Ogans, Ekedes, etc.

Orun Aféfé: Local de oportunidades e correção para os espíritos, possibilidades de reencarnação, volta ao Aiye.

Orun Ìsòlú ou Àsàlú: Local de julgamento por Olodumare para decidir qual dos respectivos oruns o espírito será dirigido.

Orun Àpáàdì: Reservado para os espíritos impossíveis de ser reparados.

Orun Rere: Espaço reservado para aqueles que foram bons durante a vida.

Orun Burúkú: Espaço ruim, Ibonan, "quente como pimenta", reservado para as pessoas más.

Orun Mare: Espaço para aqueles que permanecem, tem autoridade absoluta sobre tudo o que há no céu e na terra e são incomparáveis e absolutamente perfeitos, os supremos em qualidades e feitos, reservado a Olodumare Olorun e todos os orixás e divinizados.

Nota e Referência[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.