O Monstro do Morumbi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Wikitext.svg
Esta página ou seção precisa ser wikificada (desde maio de 2015).
Por favor ajude a formatar esta página de acordo com as diretrizes estabelecidas.

O Monstro do Morumbi é o apelido de José Paz Bezerra, um serial killer brasileiro responsável pela morte de mais de 20 mulheres nos estados de São Paulo e no Pará. Bezerra foi condenado a mais de 60 anos de prisão e cumpriu a pena máxima brasileira - que é de 30 anos - no Presídio São José, em Belém do Pará. Ele está em liberdade desde 2001.

Os crimes pelos quais Bezerra foi penalizado aconteceram nas décadas de 60 e 70. O que mais chamava a atenção dos especialistas era a frieza do assassino, que largava as vítimas em terrenos baldios sempre da mesma maneira: nuas, amordaçadas, pés e mãos amarrados com pedaços das roupas e com indícios de estrangulamento e violência sexual. Segundo especialistas, Bezerra se tornou serial killer por causa de sua infância conturbada, já que, desde muito cedo, ele cuidava do pai com hanseníase (lepra), higienizando-o e retirando as partes necrosadas das lesões causadas pela doença. Além de ter uma mãe prostituta e que o levava em alguns programas, fazendo-o assistir a ela se deitar com estranhos. Com isso, Bezerra passou a odiá-la. Pesquisas feitas nos corpos das vítimas indicam que O Monstro do Morumbi buscava mulheres que tivessem aparência semelhante à de sua mãe.[1] [2]

Referências

  1. Terra, [1], Terra, 25 de maio de 2015
  2. Terra, [2], Terra, 25 de maio de 2015