Lista de assassinos em série por número de vítimas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Assassinos em série de 15 ou mais vítimas[editar | editar código-fonte]

Esta parte da lista contém assassinos em série onde foi provado em tribunal terem cometido assassínios de pelo menos 15 vítimas, tendo atuado sozinhos. Excluem-se profissionais de cuidados médicos e assassinos contratados.

Nome País Anos em atividade Vítimas provadas Vítimas possíveis Notas
Luis Garavito  Colômbia 1990s 130[1] 300+[2] Conhecido como "La Bestia".[3]
Harold Shipman  Reino Unido 1975 a 1998 218 250+[4] Conhecido como o "Doutor da Morte". Enforcou-se na prisão.[5]
Miyuki Ishikawa  Japão Anos 1940 103+ 169
Arnfinn Nesset  Noruega 1983 e antes 22 27–138+
Anders Hansson  Suécia 1978 a 1979 27
Marcel Petiot  França 1926 a 1944 26 63
Donald Harvey  Estados Unidos 1970 a 1987 37 57–87
Mikhail Popkov Rússia 1992 a 2010 78 83+[2] Conhecido como “Lobisomem” ou “Maníaco de Angarsk”
Pedro Alonso Lopez  Colômbia, Peru, Equador 1969 a 1980 110[2][1] 310–350+ Conhecido como "O Monstro dos Andes". Após ter cumprido os 16 anos de pena máxima no Equador, foi libertado em 1998 e nunca mais foi visto.[6][7]
Daniel Camargo Barbosa  Colômbia, Equador 1974 a 1986 72 180[2] Assassinado na prisão.[8]
Pedro Rodrigues Filho  Brasil 1967 a 2003 71 100+[2] Preso em 1973 pela primeira vez e solto em 2007. Preso novamente em 2011 por porte ilegal de arma e solto em 2018. É mais conhecido como Pedrinho Matador.
Javed Iqbal Paquistão 1996 a 1999 100 100[2] Violou, estrangulou e colocou ácido em várias crianças. Após ser detido, reclamou ter cometido actos em mais de 100 vítimas. Foi considerado culpado pelo assassínio de 100 crianças mas 26 foram encontradas vivas após ele se ter enforcado na prisão.[9]
Gary Ridgway  Estados Unidos 1982 a 2000 71[1] 71–90+ É o segundo assassino em série mais letal da história dos Estados Unidos em termos de mortes confirmadas, imediatamente depois de Samuel Little.[10] [11]
Yang Xinhai  China 2000 a 2003 65[1] 67 [12]
Samuel Little  Estados Unidos 1970 a 2005 60 93 É considerado pelo FBI o "maior serial dos EU", superando assim seu conterrâneo Gary Ridgway. A polícia o ligou inicialmente a 50 mortes, mas na prisão ele contou que era autor de outros 43 assassinatos, detalhando vários destes crimes. Morreu na prisão em dezembro de 2020 aos 80 anos. [11][13][14]
Andrei Chikatilo  União Soviética/Ucrânia 1978 a 1990 53 56 Executado em 1994.[15]
Anatoly Onoprienko  União Soviética/Ucrânia 1989 a 1996 52 52+ Conhecido como "A Besta da Ucrânia".[15]
Bruno Lüdke  Alemanha 51 86 Doente mental, foi detido após ser descoberto junto de um cadáver. A polícia nazi declarou-o mentalmente insano e remeteu-o para a prisão num hospital psiquiátrico onde foi sujeito a experiências médicas antes de ser executado em 1944. Este caso permanece controverso, dado que a única evidência que o liga a estes crimes foi uma confissão obtida através de meios fisicamente coercivos.
Alexander Pichushkin  Rússia 1992 a 2006 48 61+ [16]
Ahmad Suradji Indonésia 1986 a 1997 42 70–80+
Maxim Petrov  Rússia 2000 a 2002 12 19 [17]
Moses Sithole África do Sul 1994 a 1995 38 38+ [18]
Ted Bundy  Estados Unidos 1974 a 1978 37 50+ [19] Executado na cadeira eléctrica em 1989.[20][21]
Serhiy Tkach  União Soviética/Ucrânia 1984 a 2005 36 80–100
Gennady Mikhasevich  União Soviética 1971 a 1985 36 38–43 [22]
John Wayne Gacy  Estados Unidos 1972 a 1978 33 33 Conhecido como "O Palhaço Assassino". Executado em 1994.[23]
Vera Renczi Roménia 1920 a 1930 32 35 Devido à falta de informações exatas, os crimes podem não ter acontecido na Romênia, mas na Sérvia, onde ela morava.
Karl Denke Alemanha Alemanha 1900 a 1924 31 40+
Francisco das Chagas Rodrigues de Brito  Brasil 1989 a 2004 28 42 Condenado à um total de 580 anos e 10 meses de prisão por ter matado e emasculado 28 meninos entre 4 e 15 anos no estado do Maranhão. Também é atribuído a ele outros casos (que totalizaria 42 mortes), maioria desses no Pará, porém ainda há controvérsias sobre o autor nesses casos, já que os assassinatos foram relacionados (e já julgados) a membros de uma seita que na época estava na mesma região dos casos.[24][25]
HENRY HOWARD Holmes  Estados Unidos 1886 27 200+[1] Foi um dos primeiros assassinos em série com os seus crimes documentados. Holmes era proprietário de um hotel em Chicago que ele tinha desenhado e construído especificamente para levar a cabo os seus assassinatos.
Maoupa Cedric Maake África do Sul 1996 a 1997 27 35+ [26]
Juan Corona  Estados Unidos 1971 25 25+
Fritz Haarmann  Alemanha 1919 a 1924 24 27+ Conhecido como "O Carniceiro de Hannover" e "O Vampiro de Hannover".[27]
Béla Kiss  Hungria 1912 a 1916 24 24+ [28]
Ronald Dominique  Estados Unidos 1997 a 2006 23 23+ [29]
Gerald Stano  Estados Unidos 22+ 41 Confessou o assassínio de 41 mulheres, realizados na maioria na Flórida e New Jersey. Este caso permanece algo controverso dado que se acredita também tratar-se de um confessor em série compulsivo.
Earle Nelson  Estados Unidos 1926 a 1927 22 25
Vasile Tcaciuc Roménia 1917 a 1935 21 26+ Confessou ter cometido pelo menos 26 assassínios.[30]
Yoo Young-chul Coreia do Sul Coreia do Sul 2003 a 2004 21 26 [31]
Patrick Kearney  Estados Unidos 1965 a 1977 21 28 [32]
Sergei Ryakhovsky  União Soviética/Rússia 1988 a 1993 19+ [33]
Paul John Knowles  Estados Unidos 1974 18 35
Huang Yong  China 17 25
Joel Rifkin  Estados Unidos 1989 a 1993 17 17 [34]
Jeffrey Dahmer  Estados Unidos 1978 a 1991 17 17 Assassinado na prisão.
Donato Bilancia  Itália 1997 a 1998 17 17
Randy Steven Kraft  Estados Unidos 1969 a 1983 16 65–100 [35]
Mohammed Bijeh Irã Irão 2004 16 20 [36]
Sipho Thwala África do Sul 1996 a 1997 16 19 [37]
Elias Xitavhudzi África do Sul 16 16 Enforcado em 14 de novembro de 1960.
Jimmy Maketta África do Sul 16 16
Jack Mogale África do Sul 2008 a 2009 16 16
Robert Lee Yates  Estados Unidos 1975 a 1998 16 16
Michel Fourniret  França 1987 a 2001 16 3 Conhecido como "A Besta de Ardennes".
The Monster of Florence  Itália 1968 a 1985 16 [38]
Waltraud Wagner  Áustria 1983 a 1989 15 49–200+
Charles Cullen  Estados Unidos 1988 a 2003 18–29 35–40+ [39]
Charles Ray Hatcher  Estados Unidos 1969 a 1982 16 [40]
Jose Antonio Rodriguez Vega Flag of Spain.svg Espanha 1987 a 1988 16 Conhecido como "El Mataviejas".
Robert Hansen  Estados Unidos 1980 a 1983 15 21
Angel Maturino Resendiz  Estados Unidos 15 18 Conhecido como "O Assassino dos Caminhos de Ferro"[41]
Dennis Nilsen  Reino Unido 1978 a 1983 15 15–16[42][43] [44]
Elifasi Msomi África do Sul 15 15 Enforcado em 1956.


Assassinos em série com menos de 15 vítimas[editar | editar código-fonte]

Esta parte da lista contém assassinos em série onde foi provado em tribunal terem cometido assassínios de menos de 15 vítimas, tendo atuado sozinhos ou com cúmplices. Excluem-se profissionais de cuidados médicos e assassinos contratados.

Nome País Anos em atividade Vítimas provadas Vítimas possíveis Notas
William Bonin  Estados Unidos 1979 a 1980 14 21+ Conhecido como o "Assassino da Autoestrada" foi executado por injeção letal em 1996.[45]
Zdzisław Marchwicki  Polónia 1964 a 1970 14 21+ Conhecido como "Vampiro da Silésia" assassinou 14 mulheres entre 1964 e 1970 na região da Polónia da Alta Silésia. Foi executado em 1977.
Assassino do Tronco de Cleveland  Estados Unidos 1934 a 1938 13 40+ Assassino em série não identificado. Conhecido como "O Carniceiro louco de Kingsbury Run".
Kaspars Petrovs Letónia Letónia 2003 13 38+ Confessou ter estrangulado 38 idosas de Riga, Latvia, mas a imprensa reporta que ele pode ter matado mais de 100 pessoas.
Richard Ramirez  Estados Unidos 1984 a 1985 13 20 Assassinou 13 pessoas entre 28 de junho de 1984 e 24 de agosto de 1985 em Los Angeles. Conhecido como "Night Stalker."[46][47]
Peter Sutcliffe  Reino Unido 1975 a 1980 13 15 Assassinou 13 mulheres entre 30 de outubro de 1975 e 17 de novembro de 1980, principalmente em Yorkshire. Conhecido como "O Estripador de Yorkshire".[48]
Joseph James DeAngelo  Estados Unidos 1979 a 1986 13 13+ Preso em 2018 por 13 homicídios e 13 raptos para cometer roubos (62 crimes de violação e rapto já tinham prescrevido), após sua identidade ser desconhecida da polícia por mais de 30 anos.
Herbert Mullin  Estados Unidos 1972 a 1973 13 13
Albert DeSalvo  Estados Unidos 1962 a 1964 13 Os crimes ficaram também conhecidos como o Estrangulador de Boston e alguns acreditam que pode ter havido mais de um criminoso agindo na região à epoca.[49]
Vasiliy Kulik  União Soviética 1984 a 1986 13 Conhecido como "O Monstro de Irkutsk".[50]
Thozamile Taki África do Sul 2007 13 Conhecido como "O Assassino da Cana de açúcar".
David Parker Ray  Estados Unidos 1950 a 1999 12 60 Assassino que torturava também as suas vítimas, tinha provavelmente a ajuda de vários cúmplices, incluindo também a sua namorada. Os seus alvos eram provenientes da localidade de Truth or Consequences no Novo México. Foi considerado culpado do assassínio de 14 vítimas e suspeito de um total de 60 mortes. Conhecido como o "Toybox Killer", devido a utilizar um contentor móvel localizado no exterior da sua casa para a prática de tortura, violação e assassínio de várias mulheres.
William Suff  Estados Unidos 1974 a 1992 12 22
Maury Travis  Estados Unidos 2000 a 2002 12 17 Cometeu suicídio na prisão.
Kenneth Bianchi  Estados Unidos 1977 a 1978 12 15 Condenado pelo estrangulamento de 12 mulheres com idades entre 12 e 28 anos.[51]
Herb Baumeister  Estados Unidos 11–16 25+ Cometeu suicídio quando foi detido.
Henri Désiré Landru  França 1914 a 1918 11 Desconhecido Sentenciado a pena de morte por decapitação.[52]
Anthony Sowell  Estados Unidos 2007 a 2009 11 Desconhecido
Henry Lee Lucas  Estados Unidos 1960 a 1983 11 213 Confessou os assassínios de pelo menos 600 vítimas mas mais tarde desmentiu, criando assim a suspeita de ter mentido sobre a maioria dos seus crimes. Os investigadores do caso concluiram existir uma ligação de 81 assassínios à dupla de Lucas com Ottis Toole. [53]
Sergey Golovkin  União Soviética/Rússia 1986 a 1992 11 40+ [54]
Jack Unterweger  Áustria, Estados Unidos, República Checa 1974 a 1992 11 15 Enforcou-se em 1994 depois de condenado a prisão perpétua.
Arthur Shawcross  Estados Unidos 1972 a 1989 11 12+ Um de seus possíveis homicídios de 12 não lhe foi atribuído por falta de provas.
Carlos Eduardo Robledo Puch  Argentina 1971 a 1972 11 12 Foi condenado a prisão perpétua onde está até hoje.
Francisco Garcia Escalero Flag of Spain.svg Espanha 1987 a 1994 11 11+
Nannie Doss  Estados Unidos 1927 e 1954 11 11
Clifford Olson  Canadá 1980 a 1981 11 11 Morreu em 30 de setembro de 2011. [55]
Benjamin Atkins  Estados Unidos 1991 a 1992 11 11
John Justin Bunting  Austrália 1992 a 1999 11 11
Edmund Kemper  Estados Unidos 1964 a 1973 10 10 De físico (2,06 m de altura) e intelecto avançado QI de 145, matou até membros da família.[56]
Dennis Rader  Estados Unidos 1974 a 2004 10 10 Conhecido como o "Assassino BTK" ("BTK" significa "Bind, Torture, Kill" - em português "Amarrar-Torturar-Matar".
Lonnie David Franklin, Jr.  Estados Unidos 1985 a 2007 10 11
Robert Joe Wagner  Austrália 1992 a 1999 10 10
Henry Louis Wallace  Estados Unidos 1990 a 1994 10 10 Confessou 10 assassínios em Charlotte, Carolina do Norte, entre 1990 e 1994.
Angelo Buono  Estados Unidos 1977 a 1978 10 10 Condenado pelo estrangulamento de 10 mulheres. Morreu em 2002 devido a uma ataque cardíaco.
Charlene Gallego  Estados Unidos 1978 a 1980 10 10 10 assassínios em Sacramento, Califórnia, entre 1978 e 1980 com a cumplicidade do seu marido, Gerald Gallego.
David Randitsheni África do Sul 2004 a 2008 10 10+ Enforcou-se 3 semanas após a sua condenação.
Peter Kürten  Alemanha 1929 9 79 Conhecido como "O Vampiro de Düsseldorf". Executado na guilhotina em 1931, tinha 48 anos.
Francis Heaulme  França 1984 a 1992 9 20 [57]
Dagmar Overbye  Dinamarca 1913 a 1920 9 15 Assassinou entre 9 e 25 crianças, uma delas seu filho.
Timothy Krajcir  Estados Unidos 1977 a 1982 9 9
Ondrej Rigo  Eslováquia 1990 a 1992 9 9
Takahiro Shiraishi  Japão 2017 9 9 Também conhecido como o Assassino do Twitter, estrangulou e desmembrou 9 pessoas em Tóquio e outras quatro cidades de agosto a outubro de 2017.[58]
Norman Afzal Simons África do Sul 1986 a 1994 9 22 [59]
Thomas Quick  Suécia 8 30+
Joseph Paul Franklin  Estados Unidos 8 15+
Peter Manuel  Reino Unido 8 18
Marcelo Costa de Andrade  Brasil 1991 8 14 Conhecido como Vampiro de Niterói [60]
Christopher Wilder  Estados Unidos 8 13+
Kendall Francois  Estados Unidos 8 9
Eric Edgar Cooke  Austrália 8 8 Enforcado em 26 de outubro de 1964.
Michael Bruce Ross  Estados Unidos 8 8
Marybeth Tinning  Estados Unidos 8 8 Sufocou 8 dos seus 9 filhos durante os anos 1970.
Christopher Mhlengwa Zikode África do Sul 1993 a 1995 8 18
Sean Vincent Gillis  Estados Unidos 1994 a 2004 8 [61][62][63]
Diego Alexánder Ruiz Restrepo  Colômbia 2020 8 15+ O caso ainda está em andamento, mas ele está fortemente ligado à morte de ao menos oito pessoas. Ele é colombiano, mas os assassinatos aconteceram no Chile [64]
Ivan Marko Milat  Austrália 1990s 7 23–37
José Paz Bezerra  Brasil 1966 a 1971 7 24 Conhecido como O Monstro do Morumbi [65]
Derrick Todd Lee  Estados Unidos 7 10
Francisco de Assis Pereira  Brasil 1997 a 1998 7 11 Conhecido como "O Maníaco do Parque".
Doug Clark  Estados Unidos 7 8+
Paulo Sérgio Guimarães da Silva  Brasil 1998 a 1999 7 7 Conhecido como "O Maníaco do Cassino".
Václav Mrázek  Chéquia 1951 a 1956 7 7 Assassinou 7 mulheres em Chomutov. Executado em 1957.
Paul Dennis Reid  Estados Unidos 1997 7 7
Dennis Nilsen  Reino Unido 1978 a 1983 6 15–16[66][67] Foi condenado por apenas seis mortes e uma tentativa. [68]
John Wayne Glover  Austrália 6 13 Conhecido como "The Granny Killer", os seus alvos eram mulheres idosas. Suicidou-se em 2005.
Aileen Wuornos  Estados Unidos 1989 a 1990 6 8+
Jack the Stripper  Reino Unido 1964 a 1965 6 8 Permanece por identificar.
James Miller  Austrália 6 7 Morreu em 2008.
Giovanna Bonanno  Itália 1600s 6 6+
Richard Chase  Estados Unidos 6 6 Conhecido como o "Vampiro de Sacramento", por beber o sangue das suas vítimas e comer os seus órgãos.
David Berkowitz  Estados Unidos 6 6 Conhecido como o "Filho de Sam".
Aleksandr Rubel  Estónia 6 6 Foi libertado em 8 de junho de 2006.
András Pándy  Bélgica 6 6 Condenado a prisão perpétua em 2002.
Dayton Leroy Rogers  Estados Unidos 1983 a 1987 6 6
Adimar Jesus da Silva  Brasil 2009 a 2010 6 6 Se enforcou na prisão em janeiro de 2010 poucos dias depois de preso.
Carl Panzram  Estados Unidos 1915 a 1929 5 22 Numa autobiografia póstuma, ele revelou ter cometido, entre 1920 e 1928, mais de 22 assassínios e sodomizado mais de 1000 rapazes jovens. Enforcado em 5 de setembro de 1930.
Gary Evans  Estados Unidos 1985 a 1998 5–8
Richard Cottingham  Estados Unidos 1977 a 1980 5 85–100
Joe Ball  Estados Unidos 1936 a 1938 5 5–20 Conhecido como o "Homem Crocodilo". Cometeu suicídio, quando agentes da policia aparecerem para o interrogar.
John Floyd Thomas  Estados Unidos 5 17–25
Hubert Pilčík  Chéquia 1948 a 1951 5 10+[69]
William Patrick Fyfe  Canadá 5 9
David Maust  Estados Unidos 5 9 Suicidou-se na prisão em 2006.
Danny Rolling  Estados Unidos 5 8 Conhecido como o "Estripador de Gainesville". Foi executado em 6 de outubro de 2006.
Vincent Johnson  Estados Unidos 5 6 Conhecido como "O Estrangulador de Brooklyn".
Steve Wright  Reino Unido 5 5–22
Ian Brady e Myra Hindley  Reino Unido 5 5+
Caroline Grills  Austrália 5 5
William MacDonald  Austrália 5 5
John List  Estados Unidos 5 5 Em 9 de novembro de 1971, assassinou metodicamente a sua família inteira: a sua mulher Helen de 45 anos, a sua mãe Alma de 84 e os seus três filhos: Patricia com dezesseis anos, John Jr. de 15 e Frederick de 13. Fugiu e foi capturado somente 18 anos depois.
Harry Powers  Estados Unidos 5 2
Luiz Baú  Brasil 1974 a 1980 5 Assassinou quatro crianças e um idoso entre 1974 e 1980 em Itatiba do Sul e Erechim.[70]
Arnold Sodeman  Austrália 4 4 Enforcado em 1936.
Lee Roy Martin  Estados Unidos 1967 a 1968 4 4 Também conhecido como o Estrangulador de Gaffney. Foi morto na prisão em maio de 1972, quando cumpria prisão perpétua.
Leonard Fraser  Austrália 4 7 Morreu na prisão em 1 de janeiro de 2007.
Jozef Slovák  Eslováquia 4 4+
Gordon Cummins  Reino Unido 4 4
Marc Sappington  Estados Unidos 4 4
James Vlassakis  Austrália 4 4
Peter Woodcock  Canadá 4 4
Lam Kor-wan  Hong Kong 4 4 Famoso por guardar partes dos corpos das vítimas em casa dos pais.
Kathleen Folbigg  Austrália 4 4
Jerry Brudos  Estados Unidos 4 4 Tinha um fetiche por sapatos de mulher e vestia a roupa interior das suas vítimas.
Miguel Rivera  Estados Unidos 4 4 Conhecido como "Charlie Chop-Off".
Tsutomu Miyazaki  Japão 4 4 Bebia o sangue das suas vítimas e comia as suas mãos.
Gordon Northcott  Estados Unidos 3 17
Stephen Griffiths  Reino Unido 3 14 Autointitulava-se "Crossbow Cannibal".
Peter Tobin  Reino Unido 3 13+
Dorothea Puente  Estados Unidos 3 9–25
Theodore Kaczynski  Estados Unidos 3 8
Michael Gargiulo  Estados Unidos 3 6 Conhecido como "Chiller Killer" ficou famoso pelo assassinato de Ashley Ellerinda, ex-namorada de Ashton Kutcher.
Peter Dupas  Austrália 3 6
Paul Kenneth Bernardo  Canadá 3 5
Paul Denyer  Austrália 3 5
Bendali Debs  Austrália 3 5
Westley Allan Dodd  Estados Unidos 3 3+
Robert Napper  Reino Unido 3 3
Charles Albright  Estados Unidos 3 3
Bible John  Reino Unido 3 3
Leonarda Cianciulli  Itália 1940 3
William Heirens  Estados Unidos 3 3
John Joubert  Estados Unidos 3 3
Altemio Sanchez  Estados Unidos 3 3
Karl F. Warner  Estados Unidos 3 3
Eddie Leonski  Austrália 3 3 Enforcado em 1942.
Levi Bellfield  Reino Unido 2001 a 2004 3 3+ Também chamado Yusuf Rahim, cumpre prisão perpétua.
Robert Tyrone Hayes  Estados Unidos 2005 a 2006 3 4 Também chamado o Serial Killer de Daytona Beach, foi preso em setembro de 2019 após exames de DNA o ligarem aos crimes [71] [72]

Nota: Leia o artigo Daytona Beach Killer na Wikipédia em inglês

José Tiago Correia Soroka  Brasil 2021 3 3 Também algumas vezes chamadode "Coringa"; condenado em julho de 2022 [73]
Billy Gohl  Estados Unidos 1900 a 1910 2 40+
Ed Gein  Estados Unidos 1954 a 1957 2 8 [74]
Gerard Schaefer  Estados Unidos 1965 a 1972 2 30+ Foi morto na prisão em 1995 [75]
Shirley Winters  Estados Unidos 1979 a 2007 2 10
Reuben J. Smith  Estados Unidos 1987 a 1989 2 2 Suicidou-se na prisão em 1999 [76]
Samuel Smithers  Estados Unidos 1996 2 2 A história de Samuel L. Smithers, que chegou a ser diácono, virou episódio da Investigação Discovery (aqui)
Glen Rogers  Estados Unidos 1993 a 2000 2 70+ [77]
Ian Huntley  Reino Unido 2002 2 2 Condenado pela morte de duas meninas. [78]

Grupos e duplas[editar | editar código-fonte]

Esta parte da lista contém assassinos em série que atuaram em dupla ou em grupo. Excluem-se profissionais de cuidados médicos e assassinos contratados.

Nome País Anos em atividade Vítimas provadas Vítimas possíveis Notas
Delfina e María de Jesús González  México 1955 a 1964 91 91+ Duas irmãs, donas de um bordel no México, contrataram numerosas prostitutas e assassinaram pelo menos 80, depois de passados anos as considerarem velhas demais para o serviço. Também mataram 11 homens e vários fetos.[15]
Susi Olah e Julia Fazekas  Hungria 1.ª Guerra Mundial a 1929 50 300+ Envenenaram as suas vítima na área de Tiszaug.
Dean Corll  Estados Unidos 1970 a 1973 27–28 29+ Conhecido como "O Homem das Guloseimas", devido ao seu hábito de oferecer guloseimas a crianças da escola que se situava próxima da empresa familiar. Sequestrava jovens rapazes de áreas pobres de Houston com a ajuda de 2 cúmplices e utilizava uma carrinha onde os violava e torturava. Acabou por ser morto por um dos seus jovens cúmplices, após uma disputa numa festa.[79]
Igor Suprunyuck e Viktor Sayenko  Ucrânia 2007 21 21 Em 2007, estes dois jovens de 19 anos de Dnepropetrovsk, Ucrânia, cometeram os seus crimes no espaço de um mês. Um dos assassínios foi gravado através da câmara de um telemóvel e exposto na Internet. Suprunyuck, o líder, foi considerado culpado de todos os 21 assassínios, enquanto Sayenko foi culpado de 18. Ambos receberam sentença de prisão perpétua.
Surender Koli e Moninder Singh Pandher  Índia 19 30+ Entre 2005 e 2006, o empresário Moninder Singh Pandher e a sua empregada doméstica Surender Koli, raptaram, violaram, assassinaram e desmembraram 19 vítimas, a maioria crianças. Foram considerados culpados dos seus crimes em tribunal.
Vladislav Volkovich e Volodymyr Kondratenko  Ucrânia 16 20+ Conhecidos como os Assassinos Noturnos ou Nighttime Killers.
Fred West e Rosemary West  Reino Unido 1967 a 1987 12 20 Os seus alvos preferenciais eram mulheres jovens mas foram também considerados culpados do assassínio de uma das suas filhas e de terem violado uma outra. Sepultavam as vítimas nas imediações da sua casa. Pouco antes de se suicidar, Fred West afirmou existirem mais vítimas por identificar.[80][81]
Leonard Lake e Charles Ng  Estados Unidos 1982 a 1985 11 25 Sequestravam mulheres e as usavam como escravas sexuais. Depois as assassinavam, juntamente com qualquer homem, mulher ou criança que se atravessasse no seu caminho. Lake cometeu suicídio no momento da sua detenção, mas Ng foi mais tarde considerada culpada do assassínio de 11 vítimas. Supõe-se que entre 1982 e 1985, Lake e Ng sequestraram e mataram 25 vítimas, após evidências encontradas de restos humanos no rancho de Lake na Califórnia.[82]
José Ramos, Catarina Palse e Carlos Claussner  Brasil 1863 e 1864 9 9 Os acusados atraiam as vítimas para matá-las e, provavelmente, se desfaziam de partes dos corpos produzindo linguiças de carne humana pra serem vendidas em um açougue da cidade de Porto Alegre. [83]
Gert van Rooyen e Joey Haarhof África do Sul 6 8 As suas vítimas nunca foram encontradas. A dupla matou um polícia com uma pistola e mais tarde suicidaram-se perto do momento da sua detenção, após uma das suas vítimas ter conseguido escapar de ser sequestrada e os denunciar.
David e Catherine Birnie  Austrália 4 4–8 Casal australiano que violou e assassinou 4 mulheres em sua casa e tentou matar uma 5ª em Perth, em 1986. Ambos receberam sentenças de 4 prisões perpétuas consecutivas. David Birnie enforcou-se na prisão em 7 de outubro de 2005.
Marc Dutroux, Michelle Martini e Michel Lelièvre  Bélgica 1980 a 1996 4 4+ Michelle, esposa de Marc, deixou ao menos duas vítimas morrerem de fome, enquanto ele estava preso por roubo. Marc, além de assassino, estuprou ao menos outras 4 vítimas. Está preso em prisão perpétua. Michelle e MIchél obtiveram a condicional.
Gordon Northcott e Sarah Louise Northcott  Estados Unidos 1926 a 1928 3 3+ [84]

Na área da saúde (profissionais e impostores)[editar | editar código-fonte]

Nome País Anos em atividade Vítimas provadas Vítimas possíveis Notas
Harold Shipman  Reino Unido 1975 a 1998 218 250+[85] [1] Conhecido como o "Doutor da Morte". Enforcou-se na prisão.[86]
Miyuki Ishikawa  Japão Anos 1940 103+ 169 [87]
Charles Cullen  Estados Unidos 1988 a 2003 18–29 35–40+ [88]
Waltraud Wagner  Áustria 1983 a 1989 15 49–200+
Maxim Petrov  Rússia 2000 a 2002 12 19 [89]
Petr Zelenka  Chéquia 2006 7 21[90]
Orville Lynn Majors  Estados Unidos 1993 a 1995 6 130
Niels Högel  Alemanha 1999 a 2005 6 106 Sentenciado a prisão perpétua por assassinar seis pacientes através de injeção letal e ter confessado o assassínio de pelo menos 30. A investigação policial atribui pelo menos 90 mortes com 41 ainda por esclarecer.[91][92]
Amy Archer-Gilligan  Estados Unidos 1910 a 1917 5 48+ Morreu num hospital psiquiátrico em 1962.
Kristen Gilbert  Estados Unidos 1990 a 1996 5 70+
Irene Leidolf  Áustria 1983 a 1989 5 49–200
Gwendolyn Graham e Cathy Wood  Estados Unidos 1987 5 5 Enfermeiras que assassinaram 5 mulheres idosas em Grand Rapids, Michigan.
Aino Nykopp-Koski  Finlândia 2004 a 2009 5 5 Enfermeira que assassinou na Finlândia 5 pacientes idosos, usando sedativos e opiáceos.
Michael Swango  Estados Unidos 1981 a 1997 4 35–60+
Marie Fikáčková  Chéquia 1957 a 1960 2 10+ Enfermeira que assassinou pelo menos 2 recém-nascidos e agrediu fisicamente um número desconhecido de outras vítimas. Foi executada em 1961.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f Lucas, Adriano S. (27 de abril de 2015). «Top 10 maiores serial killers da história». Top 10+. Consultado em 7 de novembro de 2022 
  2. a b c d e f DarkSide; DarkSide (26 de janeiro de 2022). «Conheça os 6 Serial Killers mais letais do mundo moderno». DarkSide Books. Consultado em 7 de novembro de 2022 
  3. «Informe especial: 172 Niños Víctimas De Louis Alfredo Garavito» (em espanhol). Fiscalia.gov.co. Consultado em 28 de setembro de 2007. Arquivado do original em 28 de setembro de 2007 
  4. «The Shipman Report». Consultado em 4 de junho de 2010. Arquivado do original em 13 de abril de 2010 
  5. «Shipman 'killed early in career'». BBC News. 27 de janeiro de 2005. Consultado em 14 de maio de 2007 
  6. «Edit International». Edit International. Consultado em 31 de janeiro de 2011 
  7. David Lohr. «All About Pedro Lopez» (em inglês). Crimelibrary.com. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2014 
  8. «La Infancia y La Virginidad: Dos Vertientes Del Crimen» [Children and Virginity: Twofold Crime]. Hoy (em Spanish). Equador. 15 de novembro de 1994. Consultado em 31 de março de 2010 
  9. «Crime Library information on Iqbal» (em inglês). Crimelibrary.com. Consultado em 23 de novembro de 2013. Arquivado do original em 12 de outubro de 2008 
  10. "Green River Killer pleads guilty to 48 murders", Michigan Daily, November 6, 2003 Arquivado em 17 de outubro de 2007, no Wayback Machine.
  11. a b «Samuel Little é o maior assassino em série dos EUA - JN». www.jn.pt. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  12. Cui, Vivian (22 de novembro de 2003). «Using hammer, shovel or axe, serial killer of 65 struck victims as they slept. Yang Xinhai's motives were rape and robbery, police say of four-province rampage.». South China Morning Post. Consultado em 13 de setembro de 2008. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2008 
  13. «FBI releases serial killer's drawings» (em inglês). 13 de fevereiro de 2019 
  14. AFP. «Maior serial killer dos EUA matou pelo menos 50 pessoas, diz FBI». Correio do Povo. Consultado em 9 de outubro de 2019 
  15. a b c "World's Worst Killers", BBC News, October 30, 1999
  16. «Russia 'chessboard killer' guilty». BBC News. 24 de outubro de 2007. Consultado em 29 de outubro de 2007 
  17. «Russian Dr Death 'killed 17'». Consultado em 2 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 21 de agosto de 2003 
  18. A Time to Kill, Philip von Nekerk, Maxim, October 2000 Arquivado em 17 de dezembro de 2007, no Wayback Machine.
  19. Polly Nelson, Defending the Devil: My Story as Ted Bundy's Last Lawyer. William Morrow, 1994, 329 pages. ISBN 978-0-688-10823-6
  20. «Bundy Finally Draws Cheers: Hundreds Celebrate Execution». Orlando Sentinel. 25 de janeiro de 1989. Consultado em 19 de julho de 2011 
  21. «Death Of An Evil Man Is No Cause For Mirth». Sun-Sentinel. 25 de janeiro de 1989. Consultado em 19 de julho de 2011 
  22. «Михасевич Геннадий – полная биография». Consultado em 23 de novembro de 2013. Arquivado do original em 30 de agosto de 2011 
  23. John Wayne Gacy Jr.: Biography, Jonathan Dunder, The Free Information Society
  24. https://estudio.r7.com/maes-mutiladas-10082020
  25. http://g1.globo.com/ma/maranhao/noticia/2014/03/assassino-dos-emasculados-e-condenado-mais-108-anos-de-prisao.html
  26. "Serial killer jailed for 1,340 years", BBC News, March 16, 2000
  27. Fritz Haarmann: The Butcher of Hannover Arquivado em 3 de abril de 2014, no Wayback Machine., Alexander Gilbert
  28. All About Bela Kiss, Marilyn Bardsley and Denise Noe Arquivado em 20 de abril de 2008, no Wayback Machine.
  29. US Serial Killer Ronald Dominique Sentenced To Eight Life Terms For Raping And Killing Young Men
  30. Girl is held as lure in the murders of 21, The New York Times (September 27, 1935)
  31. Woyke, Elizabeth (18 de dezembro de 2004). «Milestones». Time. Consultado em 23 de fevereiro de 2008 
  32. Patrick Kearney killed and mutilated gay men Arquivado em 24 de fevereiro de 2014, no Wayback Machine., Elizabeth Engstrom, The Crime Library
  33. «Morbid Fact Du Jour Archive». Consultado em 8 de setembro de 2011. Arquivado do original em 27 de setembro de 2011 
  34. «The Drifter, Joel Rifkin». Consultado em 8 de março de 2007. Arquivado do original em 16 de dezembro de 2005 
  35. All about Randy Kraft Arquivado em 8 de março de 2014, no Wayback Machine., Michael Newton
  36. «Iran's 'desert vampire' executed». BBC. 16 de março de 2005. Consultado em 15 de fevereiro de 2009 
  37. «Discovery Channel: Crimes and Forensics. Crimes That Shook The World.». Consultado em 23 de novembro de 2013. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2009 
  38. All about the Monster of Florence Arquivado em 3 de abril de 2014, no Wayback Machine., David Lohr
  39. "A Killer's Final Insult", The Star Ledger, March 3, 2006
  40. "Charles Ray Hatcher", Amber Keen, George Lewis, Kara Stone, Andrew Lucas
  41. Texas Execution Information – Report: Angel Maturino Resendiz
  42. «Murder in the UK» 
  43. «Dennis Nilsen Famous Criminal». Consultado em 27 de fevereiro de 2008. Arquivado do original em 3 de março de 2008 
  44. "No prosecution for serial killer", BBC News, December 6, 2006 Arquivado no WebCite
  45. «William Bonin: The Freeway Killer». Consultado em 11 de maio de 2008. Arquivado do original em 11 de maio de 2008 
  46. «Murders Database: Richard Ramírez' List of Victims». Consultado em 8 de setembro de 2011. Arquivado do original em 25 de agosto de 2010 
  47. "Richard Ramirez: The Night Stalker" Arquivado em 9 de junho de 2009, no Wayback Machine., The History Channel. Retrieved 2007-08-31.
  48. «On this day, May 24, 1989: Yorkshire Ripper's wife wins damages». BBC News. 24 de maio de 1989. Consultado em 31 de agosto de 2007 
  49. "The Boston Strangler", CBS News, February 15, 2001
  50. Peopoles.ru
  51. "Angelo Buono and Kenneth Bianchi, the Hillside Stranglers" Arquivado em 9 de fevereiro de 2015, no Wayback Machine., Marilyn Bardsley
  52. French Bluebeard Guillotined (February 25 1922), News of the Odd Arquivado em 19 de dezembro de 2007, no Wayback Machine.
  53. Hickey, Eric W., Serial Murderers And Their Victims, Wadsworth Pub Co. 2005; ISBN 978-0-495-05887-8 (em inglês)
  54. Сергей Головкин (Sergey Golovkin)
  55. Clifford Olson: The Case of the Missing Lower Mainland Children Arquivado em 10 de março de 2014, no Wayback Machine., Jan Bouchard-Kerr
  56. "‘Murder Capital of the World’: Three grisly mass-murder sprees plunged the county into terror", Santa Cruz Sentinel Arquivado em 22 de agosto de 2008, no Wayback Machine.
  57. «Former drag queen is held over murder of 18 people» (em inglês). The Independent. 29 de novembro de 2007. Consultado em 18 de março de 2008. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2009 
  58. «Japan 'Twitter killer' pleads guilty to killing and dismembering nine people». The Japan Times (em inglês). 30 de setembro de 2020. Consultado em 30 de setembro de 2020 
  59. iafrica.com | news | features | Worst criminals of SA Arquivado em 20 de julho de 2011, no Wayback Machine. (em inglês)
  60. https://www.bol.uol.com.br/noticias/2017/10/21/vampiro-de-niteroi-serial-killer-que-matou-14-criancas-quer-deixar-manicomio-apos-24-anos-internado.htm
  61. "Gillis Confession Solves Two More Murders" Arquivado em 18 de março de 2012, no Wayback Machine., WAFB
  62. "Gillis' Girlfriend Speaks Out" Arquivado em 29 de outubro de 2013, no Wayback Machine., WAFB,
  63. "Gillis gets life sentence", The Advocate,
  64. Tiempo, Casa Editorial El (13 de novembro de 2020). «A 15 aumentarían las víctimas de asesino serial colombiano en Chile». El Tiempo (em spanish). Consultado em 3 de janeiro de 2021 
  65. Tortamano, Caio (1 de março de 2020). «José Paz Bezerra: O sádico Monstro do Morumbi». Aventuras na História. Consultado em 25 de fevereiro de 2022 
  66. «Murder in the UK» 
  67. «Dennis Nilsen Famous Criminal». Consultado em 27 de fevereiro de 2008. Arquivado do original em 3 de março de 2008 
  68. "No prosecution for serial killer", BBC News, December 6, 2006 Arquivado no WebCite
  69. czech
  70. Rocha, Humberto José da (2007). O "Monstro de Erechim": um estudo de caso sobre o imaginário do medo (PDF) (Dissertação de Mestrado). Universidade de Passo Fundo 
  71. «Robert Hayes Found Guilty of Being Daytona Beach Serial Killer». Law & Crime (em inglês). 23 de fevereiro de 2022. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  72. «Robert Hayes trial: Jury finds suspected Daytona Beach serial killer guilty». FOX 35 Orlando (em inglês). 22 de fevereiro de 2022. Consultado em 23 de fevereiro de 2022 
  73. «Serial killer de homossexuais é condenado a 104 anos de prisão por latrocínio e extorsão». G1. Consultado em 27 de julho de 2022 
  74. All about Necrophiles, by Katherine Ramsland — The Ultimate Ghoul — Crime Library on truTV.com Arquivado em 2 de dezembro de 2013, no Wayback Machine. (em inglês)
  75. «Gerard John Schaefer agora: o assassino em série está morto ou vivo? - Notícia». ES. Consultado em 8 de junho de 2022 
  76. «Suspeito de 2 assassinatos nos EUA, na década de 1980, é identificado após teste de DNA». CNN Brasil. Consultado em 27 de julho de 2022 
  77. Ramsland, Katherine. «The Cross-Country Killer» (em inglês). truTV. Consultado em 13 de dezembro de 2011 
  78. «Mais Sobre: Ian Huntley - Correio da Manhã». www.cmjornal.pt. Consultado em 4 de agosto de 2020 
  79. Dean Corll: The Sex, Sadism and Slaughter of Houston's Candy Man Arquivado em 3 de abril de 2014, no Wayback Machine., Marilyn Bardsley
  80. "Murder UK – Rosemary and Fred West" Murder UK Retrieved 12 July 2007
  81. "Fred and Rose West – Endgame" Arquivado em 6 de julho de 2007, no Wayback Machine., Marilyn Bardsley. Retrieved 2007-08-31.
  82. Newton, Michael (1999). The Encyclopedia of Serial Killers. New York, New York: Checkmark Books. 136 páginas. ISBN 978-0-8160-3978-4 
  83. «Quem foi José Ramos, o linguiceiro da Rua do Arvoredo». Super. Consultado em 29 de julho de 2020 
  84. Bazi, Pamela Malva e Daniela (14 de junho de 2020). «O desaparecimento de Walter Collins: a mãe que recebeu um "impostor"». Aventuras na História. Consultado em 1 de julho de 2022 
  85. «The Shipman Report». Consultado em 4 de junho de 2010. Arquivado do original em 13 de abril de 2010 
  86. «Shipman 'killed early in career'». BBC News. 27 de janeiro de 2005. Consultado em 14 de maio de 2007 
  87. Herbert G Kinnell (23 de dezembro de 2000). «Serial homicide by doctors: Shipman in perspective» (PDF). British Medical Journal. 321 (7276): 1594–1597. PMC 1119267Acessível livremente. PMID 11124192. doi:10.1136/bmj.321.7276.1594 
  88. "A Killer's Final Insult", The Star Ledger, March 3, 2006
  89. «Russian Dr Death 'killed 17'». Consultado em 2 de fevereiro de 2012. Arquivado do original em 21 de agosto de 2003 
  90. czech
  91. Time.com http://time.com/5112257/niels-hoegel-germany-nurse-patients-murder/  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  92. «German nurse who killed 'for thrill' suspected of 100 murders». BNO News. Consultado em 9 de novembro de 2017. Arquivado do original em 13 de dezembro de 2017