Hannibal Lecter

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde abril de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Hannibal Lecter
AnthonyHopkins10TIFF.jpg
O ator Anthony Hopkins, que interpretou Hannibal e levou o personagem à fama
Nome original Hannibal Lecter
Língua original Inglesa
Outro(s) nome(s) Lloyd Wyman; Dr. Fell; Mr. Closter; Miss Hester Mofet
Morada Kaunas (Lituânia), Paris (França), Baltmore (EUA), Florenza (Itália), Buenos Aires (Argentina)
Nascimento 1933 (estimado) - Kaunas  Lituânia
Sexo masculino
Espécie humano
Características Assassino em série
Ocupação Psiquiatra; ex-cirurgião
Família Orfão de pai e mãe
Criado por Thomas Harris
Filme(s) Manhunter (1986)
O Silêncio dos Inocentes (1991)
Hannibal (2001)
Dragão Vermelho (2002)
Hannibal Rising (2007)
Apesar de contarem a vida de Hannibal, os filmes não foram rodados cronologicamente em relação à vida da personagem.
Primeira aparição Manhunter (1986)
Última aparição Hannibal Rising (2007)
Causa da última aparição Fuga da polícia
Interpretado por Brian Cox (1986)
Anthony Hopkins (1991-2002)
Aaran Thomas[1] (Hannibal criança) & Gaspard Ulliel (Hannibal jovem) (2007)
Espécie humano
Causa Fuga da polícia
Hannibal Lecter
Mads Mikkelsen Cannes 2013 2.jpg
O ator Mads Mikkelsen, que deu vida a Hannibal na televisão.
Nascimento 1933 (estimado)
Origem Kaunas  Lituânia
Sexo Masculino
Espécie Humano
Ocupação Psiquiatra; ex-cirurgião
Família Orfão de pai e mãe
Criado por Thomas Harris
Série(s) Hannibal
Temporada(s) Todas
Primeira aparição "Apéritif"
Última aparição "The Wrath of the Lamb"
Época(s) 2013-2015
Interpretado por Mads Mikkelsen (2013-2015)
Site oficial Página oficial
Espécie Humano
Hannibal Lecter
Morada Kaunas (Lituânia), Paris (França), Baltmore (EUA), Florenza (Itália), Buenos Aires (Argentina)
Nascimento 1933 (estimado) - Kaunas  Lituânia
Origem Lituânia Lituano
Sexo Masculino
Ocupação Psiquiatra; ex-cirurgião
Família Órfão de pai e mãe
Conde Lecter (Pai)
Simonetta Sforza Lecter (mãe)
Mischa Lecter (irmã)
Robert Lecter (tio)
Lady Murasaki (tia)
Elgar Lecter (tio-avô)
Clarice Starling (esposa)
Criado por Thomas Harris

Hannibal Lecter é um célebre personagem de ficção criado pelo escritor Thomas Harris, que apareceu pela primeira vez no livro Dragão Vermelho, de 1981. No cinema, Hannibal estreou no filme Manhunter, de 1986, interpretado por Brian Cox, mas, foi apenas no filme O Silêncio dos Inocentes, de 1991 que a personagem, desta vez interpretado por Anthony Hopkins, ficou famoso. Mais três filmes e três livros sobre o médico canibal foram produzidos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Hannibal Lecter nasceu no Castelo Lecter por volta de 1933,[2] em Kaunas, na Lituânia. Seu pai, o Conde Lecter, descendia de uma importante família lituana, enquanto sua mãe, Simonetta, pertencia à alta burguesia italiana. Hannibal teve apenas uma irmã, Mischa Lecter, nascida por volta de 1939, mesmo ano que começou a Segunda Guerra Mundial.

Durante a II Guerra Mundial, Lecter passou por vários acontecimentos traumáticos de grande intensidade. Por essa época, a Lituânia sofria a devastação da guerra, devido aos ataques Nazistas sobre a Rússia. A família Lecter foi vítima das incursões alemãs pelo seu país, tendo apenas sobrevivido Hannibal e Mischa do confronto entre as tropas nazistas e o Exército Vermelho. Segundo a novela de Thomas Harris, os irmãos tornaram-se cativos dos hiwis (lituanos traidores, que ajudavam os nazistas). Após este episódio. Os hiwis, que se faziam passar por equipes da Cruz Vermelha, instalaram-se na casa de campo da família Lecter para se abrigar de um rigoroso inverno e acabaram matando Mischa e a devoraram, traumatizando Hannibal.

Depois da Guerra, Hannibal foi criado num orfanato soviético instalado no antigo Castelo Lecter, na Lituânia, até ser encontrado por seu tio, Robert, e ser levado para Paris. Quando seu tio foi assassinado numa briga, Hannibal passou a ser criado pela esposa de Robert, Lady Murasaki, uma japonesa sobrevivente da bomba atômica. Em Paris, Hannibal estudou medicina. Ainda na França, ele cometeu seus primeiros assassinatos, todos por vingança. Entre as primeiras vitimas de Hannibal, estavam: o peixeiro Paul Momund, que havia matado Robert Lecter após uma briga, e os hiwis que haviam matado sua irmã, Mischa, e os quais Hannibal caçou um por um. Após esses crimes, Hannibal fugiu para os EUA.

Entre 1970 e 1975, Hannibal Lecter adquiriu o título de Dr. em Medicina, na especialidade de Psiquiatria, no estado de Maryland, nos EUA. Em 1975, o Dr. Lecter trabalhou como especialista em psiquiatria nos tribunais de Maryland e Virgínia. A primeira vítima de Lecter nos EUA foi Mason Verger, personagem de tendências homossexuais, membro da sua lista de pacientes influentes, que adquiriu certa amizade com Dr. Lecter. Hannibal, a determinada altura, entorpece Verger e após pancada na nuca que o deixa tetraplégico, dá apenas a cara a cães mantidos em clausura e privados de alimento. Assim, Mason fica com a face totalmente deformada. No entanto, Mason Verger sobreviveu, tetraplégico e deformado facialmente. Esta personagem é uma das duas vítimas que sobrevivem aos ataques de Lecter.

No papel de ajudante do FBI na elaboração de perfis psicológicos criminais, Lecter travou uma relação de amizade com o agente especial Will Graham, o qual posteriormente se converterá numa das suas vítimas e a segunda (e última) a sobreviver aos seus ataques. Este fato põe a verdade ao descoberto e, em seguida, Lecter é capturado para ser sentenciado em julgamento, no qual é apresentada uma lista de nove vítimas comprovadas até esse momento. Hannibal é condenado a nove prisões perpétuas no Hospital Forense da Cidade Independente de Baltimore.

Mesmo preso, Hannibal continua ajudando o FBI. A estudante Clarice Starling é designada para conseguir que Hannibal ajude o Bureau a salvar a filha de uma Senadora. Hannibal e Clarisse desenvolveriam um relacionamento intimo. Mesmo após a fuga do médico, os dois continuaram ligados.

Hannibal nos Livros[editar | editar código-fonte]

Thomas Harris publicou o livro Red Dragon em 1981. Nele, Hannibal fez sua primeira aparição. O sucesso do personagem se repetiria em mais três livros, todos adaptados para o cinema.

Em Dezembro de 2006, sete anos após a publicação de Hannibal, Thomas Harris publica a que é, por agora, o seu último livro: Hannibal Rising, que foi traduzida para português por Hannibal - A Origem do Mal. Nesta obra o autor narra a infância e a juventude deste ilustre assassino, entre os seus 6 e 20 anos de idade.

As obras[editar | editar código-fonte]

Ao todo, a personagem Hannibal Lecter aparece em quatro obras literárias:

Ordem Ano Livro Autor Lançamento (Brasil) Relançamento (Brasil)
1981 Red Dragon Thomas Harris 1983 (Record) 2003 (Record)
Best-Bolso
1988 The Silence of the Lambs Thomas Harris 2000 (Record) Best-Bolso
1999 Hannibal Thomas Harris 2003 (Record) Best-Bolso
2006 Hannibal Rising Thomas Harris 2007 (Record) Best-Bolso

É importante observar que Thomas Harris foi desenvolvendo Hannibal ao longo do tempo, conforme ia escrevendo suas obras, por isso, os livros que retratam a biografia do médico canibal não foram escritos por ordem cronológica.

Hannibal no Cinema[editar | editar código-fonte]

A estréia de Hannibal Lecter nos cinemas deu-se no filme Manhunter, de 1986, sendo interpretado por Brian Cox.

Todavia, este assassino novelesco adquire o seu verdadeiro êxito mundial na adaptação de Jonathan Demme, O Silêncio dos Inocentes. Numa excelente interpretação de Anthony Hopkins, que venceu o Oscar de melhor ator por essa atuação, a personagem Hannibal Lecter passou a ser considerado o maior vilão da história do cinema, segundo o Instituto Americano do Cinema. [3]

Anthony Hopkins reprisou o papel de Lecter em Hannibal, de 2001; e Dragão Vermelho, de 2002.

Em 16 de Março de 2007, estreou a adaptação de Peter Webber para Hannibal - A Origem do Mal, sendo Lecter interpretado por Aaron Thomas, durante sua infância, e Gaspard Ulliel, na juventude, sendo que este último teve uma atuação muito elogiada.[4]

Os Filmes[editar | editar código-fonte]

Os filmes estão apresentados seguindo a cronologia da história e não a cronologia de lançamento.

Hannibal - A Origem do Mal (2007)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Hannibal Rising

Filme de 2007 ("Hannibal Rising") que dá continuidade a série do canibal Hannibal. Apesar de ser o quarto da série, este filme é cronologicamente o primeiro, pois conta a origem do assassino desde a infância até a sua juventude, quando então a personalidade canibalista e assassina do Dr. Lecter já havia sido forjada. É mostrada a infância do personagem quando viveu com a irmã na Lituânia, nos últimos dias da Segunda Guerra Mundial. Em um episódio traumático, Hannibal, que já havia perdido os pais na guerra, assiste sua pequena irmã Mischa ser assassinada e devorada por soldados cruéis e alucinados pela falta de comida. Quando cresce, Hannibal retorna às ruínas do lugar e encontra os nomes dos soldados, dando início a sua selvagem vingança.

Dragão Vermelho (2002)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Dragão Vermelho

Durante o período de reclusão de Lecter, Will Graham consulta-o para que este desenvolva o perfil psicológico de um assassino, alcunhado pelo jornal sensacionalista National Tattler como "A Fada dos Dentes". Esse assassino, cujo nome real descobririam ser Francis Dolarhyde, chamava a si próprio "Dragão Vermelho", baseando-se na ilustração "O Grande Dragão Vermelho e a Mulher Vestida de Sol" de William Blake, visionário e pintor inglês.

Dolarhyde matava famílias inteiras das formas mais sórdidas e, com a participação de Lecter na investigação, estes acabam por entrar em contacto (através de carta). É então que o ex-psiquiatra instiga "Dragão Vermelho" a perseguir o agente especial Will Graham e a sua família, por forma a se vingar do homem que o colocou na prisão.

Caçador de Assassinos (1986)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Manhunter

Fora do cânone da série iniciada com O Silêncio dos Inocentes, Hannibal Lecter fora introduzido no cinema pela primeira vez interpretado por Brian Cox no filme de Michael Mann, Manhunter, que adaptou o livro Dragão Vermelho. Neste, batizado como Hannibal Lecktor. O filme recebeu críticas bastante divididas, apesar de ser considerado um dos mais importantes filmes policiais dos anos 80, em particular, importante na carreira de Michael Mann, que até então era reconhecido apenas por seus trabalhos para a série televisiva Miami Vice.

O Silêncio dos Inocentes (1991)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: O Silêncio dos Inocentes

Em O Silêncio dos Inocentes, Dr. Lecter é consultado por Clarice Starling,(que foi interpretada por Jodie Foster e Julianne Moore) uma estagiária da FBI. É-lhe, então, solicitado o perfil psicológico e o reconhecimento do assassino em série "Buffalo Bill", personagem que mata brutalmente suas vítimas e utiliza sua pele para confeccionar tecidos. Lecter consegue escapar de sua nova prisão de uma forma espetacular, matando dois guardas e removendo o rosto de um deles e colocando sobre o si próprio, o esquadrão de apoio presume que Lecter é seu colega ferido e o envia ao hospital. No caminho, Lecter mata os paramédicos e desaparece.

Hannibal (2001)[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Hannibal

Após 10 anos, de O Silêncio dos Inocentes, Lecter é procurado pelo FBI como um dos 10 maiores criminosos, porém, sem sucesso. É neste conto que o autor envolve a todos em uma trama a fim de desenrolar a aventura final do personagem Lecter.

Uma vítima de Lecter, Manson Verger, uma das duas únicas vítimas a sobreviver a um ataque seu, deseja encontrá-lo para puni-lo, pelos danos causados ao seu físico e ao psicológico. No entanto a Agente Especial Clarice Starling recebe uma carta de Hannibal, onde o missivista expõe-a em situações de humilhação e força, e dando pequenas pistas de seu paradeiro. Mas então Lecter é capturado por capangas de Verger colocando Starling em dúvida quanto aos seus sentimentos.

Hannibal na Televisão[editar | editar código-fonte]

De 2013 à 2015,[5] a NBC produziu a série Hannibal. O ator Mads Mikkelsen deu vida à Hannibal nas três temporadas do programa, que foi cancelado pela emissora.[6]

Interpretes[editar | editar código-fonte]

Ao todo, cinco atores interpretaram Hannibal, sendo quatro no cinema e um na televisão. De todos os cinco, apenas um era criança quando interpretou a personagem.

Ordem Foto Ator País Filme/Série Ano Curiosidades
BrianCox07TIFF.jpg Brian Cox Escócia Manhunter 1986 Primeiro interprete de Hannibal Lecter. Nunca reprisou o personagem.
AnthonyHopkins10TIFF.jpg Anthony Hopkins País de Gales O Silêncio dos Inocentes
Hannibal
Dragão Vermelho
1991
2001
2002
É o ator que mais interpretou Hannibal no cinema, e o que mais fez sucesso. Têm sua imagem associada a Hannibal até hoje.
sem foto Aaran Thomas desc. Hannibal Rising 2007 Foi o mais jovem interprete de Hannibal nos cinemas, fazendo a infância da personagem, e é menos conhecido.
Gaspard Ulliel Césars 2015.jpg Gaspard Ulliel França Hannibal Rising 2007 Interpretou Hannibal na juventude e é considerado um dos melhores interpretes da personagem.
Mads Mikkelsen Cannes 2013 2.jpg Mads Mikkelsen Dinamarca Hannibal 2013-2015 Único interprete de Hannibal na televisão e último ator a interpretar a personagem, até o momento.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • No cinema, Anthony Hopkins é o único ator que foi premiado interpretando Hannibal. Como Lecter, Hopkins ganhou um Oscar em 1992 de Melhor Ator principal; um BAFTA em 1992 de Melhor Ator principal; um NYFCCA em 1991 de Melhor Ator principal; e um Saturn Awards em 1992 de Melhor Ator principal. Ele ainda foi indicado para outros grandes prêmios. Todos esses prêmios e indicações foram no filme O Silêncio dos Inocentes.
  • Mads Mikkelsen, único interprete de Hannibal na televisão, também foi premiado interpretando a personagem. Como Lecter, Mikkelsen venceu Saturn Awards de Melhor Ator em Televisão em 2014 e um IGN Awards de Melhor Vilão da Televisão em 2015. Mads também foi indicado a outros prêmios pela sua interpretação de Hannibal.
  • Nos livros de Thomas Harris, Hannibal tem um dedo a mais em uma das mãos, mas isso não foi retratado nos cinemas ou na série de televisão.
  • A máscara de Hannibal Lecter, criada por Ed Cubberly, foi inspirada nas usadas por goleiros da NHL[7]
  • O final do livro Hannibal e do filme Hannibal são diferentes. A mudança, contudo, foi apoiada por Thomas Harris.
  • Ao todo, a série de televisão da NBC, Hannibal (2013-2015), venceu 19 prêmios importantes, o mesmo número de prêmios de O Silêncio dos Inocentes, o mais bem sucedido filme sobre Lecter.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]