Okjeo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Okjeo (AFI[ok̚.t͈ɕʌ]) foi um estado tribal coreano que surgiu no norte da península e provavelmente durou do séc. III a.C até o séc. V d.C. Dong-okjeo (Okjeo Oriental) ocupou a área da província de Hamgyong da atual Coreia do Norte e Buk-Okjeo (Okjeo Setentrional) ocupou a região do Rio Tumen.

História[editar | editar código-fonte]

Proto–Três Reinos, c. 1 d.C.

No início de sua história, Okjeo oscilou entre o domínio das comendas chinesas e de Goguryeo.[1] Do séc. III a.C. até 108 d.C., foi controlado por Gojoseon. Por conta da constante interferência de regimes vizinhos, Okjeo nunca se tornou um reino centralizado.

Em 28 a.C., o Rei Dongmyeong de Goguryeo enviou Bu Wiyeom para atacar Okjeo Setentrional. Entre os sécs. I e II D.C., o Rei Taejo de Goguryeo reduziu Okjeo ao estado de tributário, que entregava produtos locais a Goguryeo. Durante a invasão de Goguryeo pela Dinastia Uei do Norte, o Rei Dongcheon de Goguryeo brevemente recuou para o território de Okjeo Setentrional e, em 285, a corte do Reino de Buyeo temporariamente fugiu para Okjeo por causa dos ataques dos nômades do norte.

No início do séc. V, Okjeo foi completamente conquistado por Guangaeto, o Grande de Goguryeo.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Okjeo Oriental está localizado a leste das grandes montanhas de Gaema, em Goguryeo; seu povo faz seus assentamentos na costa do grande mar. Em forma, suas terras são estreitas no nordeste e longas no sudoeste, onde tem talvez mil li. É contíguo ao norte com Yilou e Buyeo e ao sul com Yemaek. Suas famílias são cinco mil. Eles não têm um Governante supremo, cada vila tendo seu próprio chefe hereditário. A língua deles tem ampla semelhança com a de Goguryeo, embora às vezes haja pequenas diferenças ... Sua terra é bela e fértil, de frente para o mar, de costas para as montanhas. É adequada para o cultivo dos cinco grãos, e eles são bons em lavoura e plantio. As pessoas são simples e diretas, fortes e corajosas. Tendo poucos bois e cavalos, eles são hábeis em lutar a pé, empunhando lanças.[2] — San Guo Zhi

Conhece-se pouco sobre a cultura de Okjeo. Assim como com Dongye, a língua, culinária, as vestimentas, a arquitetura e os costumes eram similares aos de Goguryeo. O povo de Okjeo tinha o costume de casamentos arranjados. A noiva, ainda criança, vivia com a família do noivo, também criança, até atingir a maturidade. Os falecidos de uma família eram enterrados em um único caixão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Byeon 1999, p. 49.
  2. Lee 1992, p. 18-129.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Byeon Tae-seop (변태섭) (1999). 韓國史通論 (Hanguksa tongnon) (Outline of Korean history), 4th ed. [S.l.: s.n.] ISBN 978-89-445-9101-3 
  • Lee, K. (1984). A new history of Korea. Tr. by E.W. Wagner & E.J. Schulz, based on the 1979 Korean ed. Seoul: Iljogak. ISBN 89-337-0204-0