Os Donos do Poder

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Os Donos do Poder - Formação do Patronato Político Brasileiro
Autor(es) Raimundo Faoro
Idioma português
Assunto Ciência política, direito, história do Brasil
Editora Editora Globo
Lançamento 1958
Páginas 929

Os Donos do Poder - Formação do Patronato Político Brasileiro é um livro de ciência política, história e sociologia do jurista e intelectual brasileiro Raimundo Faoro, publicado em 1958 pela Editora Globo. A obra faz uma analise da origem do patrimonialismo brasileiro na Portugal do século XIV e busca as raízes de uma sociedade na qual o poder público é exercido, e usado, como se fosse privado. Segundo o sociólogo Simon Schwartzman, ao fazer uso de conceitos de Max Weber já abordados por Alberto Guerreiro Ramos e Sérgio Buarque de Holanda em seu Raízes do Brasil, a obra de Faoro, por sua vez, "teve uma influência que seus antecessores não tiveram". "Faoro foi o precursor do uso da abordagem weberiana para entender o Brasil, que se tomou cada vez mais importante, na medida em que as limitações das explicações marxistas foram se tomando óbvias."[1][2][3]

Referências

  1. Paes Leme, Nelson (28 de abril de 2014). «Os donos do poder». O Globo. Consultado em 3 de novembro de 2017 
  2. Schwartzman, S (2003). «Atualidade de Raymundo Faoro». Rio de Janeiro. Revista de Ciências Sociais. 46 (2): 207 a 213 
  3. «Raymundo Faoro - Biografia». Academia Brasileira de Letras. Consultado em 3 de novembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.