Paísios Atonita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Paísios Atonita
Nascimento 25 de julho de 1924 em Pharasa, Turquia (atual Faraşa, Turquia)
Morte 12 de julho de 1994 em Mosteiro de São João Teólogo, Souroti, Salonica, Grécia
Veneração por Igreja Ortodoxa
Canonização 13 de janeiro de 2015 por Patriarcado Ecumênico de Constantinopla[1][2]
Principal templo Mosteiro de São João Teólogo, Souroti, Salonica, Grécia
Festa litúrgica 12 de julho (novo calendário)
29 de junho (velho calendário)[3][4]
Gloriole.svg Portal dos Santos

São Paísios Atonita (em grego, Ὅσιος Παΐσιος ὁ Ἁγιορείτης, Ósios Paísios o Agiorítis, nascido Arsenios Eznepidis; Pharasa, Turquia, 25 de julho de 1924 - Souroti, Grécia, 12 de julho de 1994) foi um famoso monge asceta ortodoxo grego nascido na Turquia. Foi amplamente reconhecido em vida como um místico e hesicasta e é hoje amplamente venerado na Grécia e Rússia.[5][6][7]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Arsenios Eznepidis nasceu em Pharasa, na Capadócia (atual vilarejo de Çamlıca no caminho entre Kayseri e Adara), em 25 de julho de 1924, em meio à troca de populações entre a Grécia e a Turquia.[8] Foi batizado por Santo Arsênio o Capadócio, que profetizou seu futuro monástico. A família Ezpenidis se assentaria em Konitsa, no norte do Epiro e perto da fronteira com a Albânia, onde o jovem Arsenios cresceu em meio ao ofício da carpentaria. Em 1950, após servir como rádio-operador na Guerra Civil da Grécia, retirou-se ao Monte Atos, onde foi noviço em Koutloumousiou e depois em Esphigmenou. Em 27 de março de 1954, foi tonsurado monge rassóforo com o nome Averkios, em 12 de março de 1957 sendo tonsurado estavróforo com o nome de Paísios, em homenagem ao Metropolita Paísios II de Cesareia, que também nascera em Pharasa.[9]

No ano seguinte, o jovem monge foi mandado de volta para seu vilarejo para prevenir o proselitismo protestante dentre o povo local. Entre 1962 e 1993, morou no Mosteiro Ortodoxo de Santa Catarina e nos mosteiros atonitas de Iviron, Stavronikita (onde recebeu a Grande Schema em 1966) e Koutloumousiou. Em 1993, foi diagnosticado com câncer e levado ao Mosteiro de São João Teólogo, em Souroti, Salonica, com o qual tinha uma amizade de décadas. No dia 11 de julho de 1994, recebeu a Eucaristia pela última vez, falecendo no dia seguinte.

Glorificação[editar | editar código-fonte]

São Paísios foi glorificado pelo Santo Sínodo do Patriarcado Ecumênico de Constantinopla em 13 de janeiro de 2015, com sua comemoração litúrgica escolhida no calendário em 12 de julho, data de seu falecimento. Em 5 de maio do mesmo ano, o Santo Sínodo da Igreja Ortodoxa Russa também incluiu seu nome ao menológio oficial, escolhendo a data de 29 de junho, que no calendário juliano cai no aniversário de sua morte, 12 de julho.

Referências

  1. Announcement (13/01/2015). Ecumenical Patriarchate of Constantinople - News Releases. 1/13/15. Retrieved: 20 January 2015.
  2. Και επίσημα άγιος ο Γέροντας Παΐσιος. ΣΚΑΪ.gr. 13/01/2015 - 16:31. Retrieved: 20 January 2015.
  3. Όσιος Παΐσιος ο Αγιορείτης. Ορθόδοξος Συναξαριστής. 12/07/2015.
  4. Ecumenical Patriarchate Officially Entered Elder Paisios among the List of Saints. Ecumenical Patriarchate - Orthodox Metropolitanate of Hong Kong and South East Asia (OMHKSEA). January 13, 2015. Retrieved: 20 January 2015.
  5. Hieromonk Damascene. Elder Paisios the New of Mount Athos (Part 1). Orthodoxy and the World (Pravmir.com). Mar 25, 2005, 01:00.
  6. Bishop Alexander (Mileant), Ed.. An introduction to the life and counsels of Elder Paisios the New of Mount Athos by Hieromonk Damascene. Missionary Leaflet EA38, Holy Trinity Orthodox Mission, La Canada, Ca.
  7. (em russo) On the glorification of Elder Paisios. Православие и мир. (Pravmir.ru).
  8. Karachristos, Ioannis. "Pharasa (Ottoman Period)." Encyclopaedia of the Hellenic World, Asia Minor. 9/9/2005. Retrieved: 20 January 2015.
  9. Hieromonk Isaac, 2012: pp. 65, 85.