Panipeirotikos Athlitikos Syllogos Giannina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
PAS Giannina
PAS Ioannina Logo.png
Nome Panipeirotikos Athlitikos Syllogos Giannina
Alcunhas Ajax de Epiro ou Pagourades
Fundação 1966
Estádio Zosimades Stadium
Capacidade 7.500
Presidente Grécia George Christovasilis
Treinador Grécia Argirios Giannikis
Patrocinador Malta NETBET
Material (d)esportivo Itália Kappa
Competição Campeonato Grego
Website [1]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Panipeirotikos Athlitikos Syllogos Giannina (em grego: Πανηπειρωτικός Αθλητικός Σύλλογος Γιάννινα), mais conhecido como PAS Giannina, é um clube de futebol da Grécia, situado na cidade de Janina. A equipe joga suas partidas no Estádio Zosimadon, com capacidade para 14.000 pessoas. Suas cores são o azul e o branco. Atualmente, o clube disputa a Primeira Divisão do Campeonato Grego.

História[editar | editar código-fonte]

Anos iniciais[editar | editar código-fonte]

O clube foi fundado em 1966 com a fusão de dois clube locais: Atrómitos e Averov. A equipe só chegou à primeira divisão na temporada de 1974-75, onde ficou ininterruptamente até a temporada de 1983-84.[1]

Seus melhores resultados nessa época foram a conquista do quinto lugar na temporada de 1975-76 onde conseguiu 36 pontos (15 vitórias / 6 empates / 9 derrotas), já que a vitória valia apenas 2 pontos; na de 1977-78 também atingiu a essa colocação, mas com 38 pontos (14 vitórias / 10 empates / 10 derrotas) - 2 times a mais.

Décadas de 80 e 90, anos fora da primeira divisão[editar | editar código-fonte]

Nas seguintes, atingiu resultados regulares, até ser rebaixado na temporada de 1983-84, em penúltimo lugar. Votou na de 1985-86, mas foi rebaixado na seguinte (1986-87) na última colocação.[2]

O clube só voltou à elite na temporada de 1990-91, mas novamente caiu, ao ficar na lanterna. Após 10 anos longe, o time volta na de 2000-01, ficando na 13ª colocação, o que não o salvou do rebaixamento.

Sua última participação foi na de 2002-03, onde, novamente na lanterna, foi rebaixado.

Retorno a Superliga Grega[editar | editar código-fonte]

Na temporada de 2006-07 teve uma boa participação na Copa da Grécia, após eliminar o Olympiakos nas quartas-de-final, vencendo por 2 a 0 em casa e perdendo de 2 a 1 fora, a equipe chegou às semifinais, mas foi eliminado pelo Larissa ao perder em casa e fora por 2 a 0. O Larissa viria a ser campeão naquele ano.[3]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Atualizado em 25 de março de 2020.
Legenda
  • Capitão: Capitão
  • Lesionado: Jogador lesionado


Goleiros
N.º Jogador
13 Rússia Yuri Lodygin
33 Grécia Lefteris Choutesiotis
99 Grécia Vasilios Athanasiou
Defensores
N.º Jogador Pos.
4 Grécia Epaminondas Pantelakis Z
6 Grécia Giannis Kargas Capitão Z
15 Argentina Rodrigo Erramuspe Z
25 Grécia Pantelis Panourgias Z
2 Grécia Manolis Saliakas LD
24 Grécia Antonis Ikonomopoulos LD
3 Gana Marvin Peersman LE
23 Grécia Stavros Pilios LE
Meio-campistas
N.º Jogador Pos.
10 Espanha Juan Domínguez V
21 Colômbia Fabry Castro V
22 Grécia Stefanos Siontis V
80 Grécia Angelos Liasos V
7 Grécia Alexandros Kartalis M
17 Ucrânia Vladyslav Naumets M
30 Grécia Alexis Triadis M
47 Grécia Pavlos Grosdanis M
Atacantes
N.º Jogador
8 Argentina Fabricio Brener
9 Grécia Christos Eleftheriadis
11 Grécia Georgios Doumtsis
12 Croácia Sandi Krizman
14 Grécia Georgios Pamlidis
20 Moldávia Nicolae Milinceanu
28 Grécia Georgios Xydas
Comissão técnica
Nome Pos.
Grécia Argirios Giannikis T
Óscar Marcelino Álvarez

Notáveis Jogadores[editar | editar código-fonte]

Grécia
Albania
Argélia
  • Argélia Salim Arrache
  • Argélia Ismaël Bouzid
Argentina
  • Argentina Oscar Alvarez
  • Argentina Leandro Becerra
  • Argentina Esteban Buján
  • Argentina Tomas De Vincenti
  • Argentina Alfredo Glasman
  • Argentina Eduardo Lisa
  • Argentina Juan Montes
  • Argentina Jose Pasternac
  • Argentina Eduardo Rigani
  • Argentina Lucas Rimoldi
  • Argentina Fernando Sanjurjo
Belgica
  • Bélgica Patrick Dimbala
Brasil
Camarões
  • Camarões Guy Armand Feutchine
Cabo Verde
  • Cabo Verde José Furtado
Chile
  • Chile Francisco Ugarte
Costa do Marfim
Alemanha
Guatemala
Guiné
  • Guiné Jean Marie Sylla
Liberia
  • Libéria Joe Nagbe
Mali
Marrocos
Servia
  • Sérvia Dragan Kokotović
  • Sérvia Zdenko Muf
  • Sérvia Dragojlo Radojičić
Eslovenia
Uruguai
  • Uruguai Vicente Estavillo
  • Uruguai Nicholas Schenone
Zimbabwe

Referências

  1. «Bio». Consultado em 16 de março de 2016 
  2. «Bio». Consultado em 16 de março de 2016 
  3. «Retorno a Máxima divisão». Consultado em 16 de março de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]