Paris-Roubaix de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Paris-Roubaix de 2014 Cycling (road) pictogram.svg
Detalhes
Corrida112. Paris–Roubaix
Válida paraUCI WorldTour de 2014 1.UWT
Data13 abril 2014
Distância257 km
PaísFRA França
PartidaCompiègne
ChegadaVelódromo de Roubaix
Nº de equipes18
Ciclistas que iniciaram199
Ciclistas que finalizaram144
Velocidade média41,787 km/h
Classificação final
VencedorNED Niki Terpstra (Omega Pharma - Quick Step)
SegundoGER John Degenkolb (Giant-Shimano)
TerceiroSUI Fabian Cancellara (Trek Factory Racing)
◀ 20132015 ▶
Commons-logo.svgDocumentação Wikidata-logo S.svg

A Paris-Roubaix 2014 foi a 112.ª edição desta clássica ciclista. Foi o terceiro monumento da temporada e disputou-se no domingo 13 de abril de 2014, entre Compiègne e o velódromo André Pétrieux de Roubaix, sobre 257 km nos que passaram 28 sectores de pavé (repartidos num total de 51,1 km).[1]

A prova pertenceu ao UCI WorldTour de 2014, sendo a décima competição de dito calendário.

O ganhador foi o neerlandês Niki Terpstra da equipa Omega Pharma-Quick Step, depois de lançar um ataque em solitário a falta de 6 km para a meta, conseguindo distanciar de um grupo de 11 corredores, que comandavam a carreira. O segundo lugar foi para o alemão John Degenkolb (Giant-Shimano) e terceiro foi o suíço Fabian Cancellara (Trek).[2]

Niki Terpstra, o ganhador da carreira

Equipas participantes[editar | editar código-fonte]

O organizador Amaury Sport Organisation tem comunicado a lista das equipas convidadas em {{|28|fevereiro|2014}}.[3][4] Participaram na carreira 25 equipas. Os 18 de categoria UCI ProTeam (ao ser obrigada sua participação); mais 7 de categoria Profissional Continental (o Bretagne-Séché Environnement, Cofidis, IAM Cycling, Topsport Vlaanderen-Baloise, NetApp-Endura, UnitedHealthcare Professional Cycling Team e Wanty-Groupe Gobert).[5] As equipas estiveram integradas por 8 ciclistas (excepto Astana que o fez com 7), formando assim um pelotão de 199 corredores dos que 144 chegaram ao final.[6]

Favoritos[editar | editar código-fonte]

O Suíça Fabian Cancellara (Trek Factory Racing) é o grande favorito a sua própria sucessão. Suíça tem dominado seus adversários na semana precedente na Volta à Flandres e nada não parece poder o impedir de levantar uma nova vez os braços no velódromo de Roubaix.

Sem atingir o nível na rondada, o belga Tom Boonen (Omega Pharma-Quick Step) não parece conseguir acompanhar com o suíço este ano mas fica sempre um vencedor potencial. A táctica da sua equipa descansar-se-á pode ser nos ombros do neerlandês Niki Terpstra terceiro e quinto das duas edições precedentes. A formação belga poderá também contar no checo Zdeněk Štybar e outro belga Stijn Vandenbergh. Segundo no ano precedente e em vista na rondada, o belga Sep Vanmarcke (Belkin) faz figura de principal adversário de Cancellara mas deverá no entanto desfazer-se do suíço para evitar uma chegada ao sprint.

A surpresa pode vir do norueguês Alexander Kristoff (Katusha). Nono no ano precedente, vencedor de Milão-Sanremo e quinto da recente Tour de Frandres, não cessa de surpreender desde o começo da temporada. Entre as demais favoritos potenciais, pode-se citar o belga Greg Van Avermaet (BMC Racing) quarto no ano precedente e segundo da rodada ou ainda o neerlandés Sebastian Langeveld (Garmin-Sharp) regularmente concorrente nas carreiras empredadas. Finalmente, o eslovaco Peter Sagan (Cannondale) pode também vencer o Inferno de Norte. Vencedor do grande Prêmio E3, tem mostrado limites no Tour de Frandres.

Do lado dos franceses, anota-se a desistência de Sylvain Chavanel (IAM) doente. No entanto, ambos melhores atletas francesas são presentes com ambos membros da formação AG2R La Mondiale Damien Gaudin (quinto em 2013) e Sébastien Turgot (décimo em 2013 e segundo em 2012).

Vários corredores, que têm brilhado já nesta prova ou que tem algumas referências no empredado podem igualmente brilhar : o neerlandés Lars Boom (Belkin), os noruegos Thor Hushovd (BMC Racing) e Edvald Boasson Hagen (Team Sky), o britânico Geraint Thomas colega deste último, o francês Yoann Offredo (Fdj.fr), o vencedor em 2011 o belga Johan Vansummeren (Garmin-Sharp) e seus compatriotas Jürgen Roelandts (Lotto-Belisol) e Stijn Devolder (Trek Factory Racing) e o italiano Filippo Pozzato (Lampre-Merida).

O britânico Bradley Wiggins (Sky) anunciou ter feito de Paris Roubaix o seu novo objectivo. É pois alinhado pela sua equipa e será o primeiro vencedor do Tour de France a correr na carreira desde 22 anos.

Sectores de pavé[editar | editar código-fonte]

Estes são os 28 sectores de pavé que deveram transitar, para totalizar os 51,1 km.

Sector Quilómetro Nomeie Comprimento (m) Dificuldade
28
97,5
Troisvilles-Inchy
2200
***
27
104
Viesly-Quiévy
1800
***
26
106,5
Quiévy-Saint-Python
3700
****
25
111
Saint-Python
1500
**
24
119,5
Solesmes-Haussy
800
**
23
136
Saulzoir-Verchain-Maugré
1200
**
22
130,5
Verchain-Maugré-Quérénaing
1600
***
21
135
Quérénaing-Famars
1200
**
20
140,5
Maing-Monchaux-sur-Écaillon
1600
***
19
153
Haveluy-Wallers
2500
****
18
161,5
Trouée d'Arenberg
2400
*****
17
167,5
Wallers-Hélesmes
1600
***
16
174,5
Hornaing-Wandignies-Hamage
3700
****
15
182
Warlaing-Brillon
2400
***
14
185
Tilloy-lez-Marchiennes-Sars-et-Rosières
2400
****
13
191,5
Beuvry-la-Forêt-Orchies
1400
***
12
196,5
Orchies
1700
***
11
202,5
Auchy-lez-Orchies-Bersée
2700
****
10
208
Mons-en-Pévèle
3000
*****
9
214
Mérignies-Avelin
700
**
8
217,5
Pont-Thibaut-Ennevelin
1400
***
7
223,5
Moulin-de-Vertain
500
**
6-2
230
Cysoing-Bourghelles
1300
****
6-1
232,5
Bourghelles-Wannehain
1100
***
5
237
Camphin-en-Pévèle
1800
****
4
240
Carrefour de l'Arbre
2100
*****
3
242
Gruson
1100
**
2
249
Willems-Hem
1400
**
1
256
Roubaix
300
*
Total
51.100 m

Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Começo da Trouée d'Arenberg.

A carreira começou com uma fuga de 8 corredores que chegaram a ter até 10 minutos de renda. Eles eram Benoît Jarrier, Kenny Dehaes, Michal Kolář, David Boucher, Tim De Troyer, Clément Koretzky, Andreas Schillinger e John Murphy.

Ao chegar ao primeiro sector de pavé de 5 estrelas (Trouée d'Arenberg), a diferença tinha-se reduzido a pouco mais de 4 minutos e a fuga perdeu a 4 unidades, ficando 4 em cabeça de carreira, Jarrier, De Troyer, Schillinger e Murphy e este último ficou pouco mais adiante no sector Warlaing-Brillon. A falta de 70 km, a fuga de 3 já contava só com um minuto 40 segundos.

O duelo previsível entre o Omega de Tom Boonen (que procurava sua quinta Paris-Roubaix) e o Trek de Fabian Cancellara (que procurava a quarta),[7] começou quando o belga conseguiu fugarse do pelotão faltando 64 km, na passagem pelo sector de pavé Beuvry-a-Foret-Orchies. Boonen deu caça a um grupo intermediário que se tinha formado e que integravam Geraint Thomas, Damien Gaudin, Matthieu Ladagnous, Maarten Tjallingii, Aleksejs Saramotins, Bert De Backer, Julien Fouchard e Yannick Martinez. Posteriormente (faltando 61 km), este grupo de 9 atingiu aos 3 sobrevivientes da fuga inicial. Os 12 ciclistas em cabeça de carreira se disgregaron no seguinte trecho de pavé (Orchies) ficando 6 escapados que eram; Boonen, Gaudin, Thomas, De Backer, Ladagnous e Martínez. Boonen não encontrou demasiada colaboração já que só Geraint Thomas lhe dava relevos e o pelotão a impulso do BMC começou a descontar. No seguinte sector (Auchy-lez-Orchies-Bersée), a fuga perdeu a Gaudin e Ladagnous, enquanto o pelotão esteve bem perto de atingí-los, mas do mesmo saíram Thor Hushovd e Bram Tankink ligando com a fuga. No sector de Mons-en-Pévèle, voltaram a abrir um oco de 30 segundos a um já reduzido pelotão que os perseguia e que depois ampliaram a 50 ao chegar a Pont-Thibaut. Neste sector, lançou um ataque Sep Vanmarcke que obrigou a Fabian Cancellara a ir em seu procura. Essa aceleração reduziu a renda dos fugados, o que motivou a Peter Sagan a sair em seu procura.

Tom Boonen encabeçando a fuga no sector de Moulin-de-Vertain

A falta de 30 km, os 6 mantinham-se em cabeça de carreira, seguidos por Sagan e Maarten Wynants a 20 segundos e o pelotão a 32. O eslovaco entrou na fuga a falta de 25 km, enquanto o pelotão seguia-se acercando. Quando ficavam 21 km e ante o iminente final da fuga, Sagan o tentou em solitário. Com a fuga já absorvida, no sector de Camphin-en-Pévèle a 19 km do final, Sep Vanmarcke fez uma asceleración e Cancellara foi depois dele. Enquanto, uma queda de Lars Boom numa curva prejudicou a Boonen que tentava os atingir, ficando algo rezagado e foi superado por John Degenkolb e Zdeněk Štybar que sim conseguiram chegar. Os 4 abriram oco e caçaram a Sagan no sector de Carrefour de l'Arbre, quando só ficavam 15 km para o final. Por detrás, perseguiam-nos 6 corredores que eram; Boonen, Bradley Wiggins, Geraint Thomas, Sebastian Langeveld, Bert de Baker e Niki Terpstra. A diferença entre os dois grupos era de 15-20 segundos, mas a indecisión do grupo fugado de ir para adiante, fez que se unissem faltando 9 km.

A Omega tinha superioridade numérica, contando com três ciclistas na cabeça de carreira (Boonen, Terpstra e Stybar). Depois de passar pelo último sector de pavé (Willems-Hem) e a falta de 6 km, atacou Niki Terpstra em forma solitária. A marcação entre Boonen e Cancellara e a indecisão dos demais, somado ao desgaste de forças realizado, fizeram que pouco a pouco Terpstra fora sacando diferenças.

Finalmente, o neerlandês chegou ao velódromo de Roubaix com 20 segundos de vantagem, ganhando a sua primeira Paris-Roubaix. O grupo, limitou-se a brigar pelo segundo lugar que foi ocupado por John Degenkolb, sendo Cancellara terceiro.[8][2]

Classificações Classificação final[editar | editar código-fonte]

Corredor País Equipa Tempo Pontos UCI
1 Niki Terpstra  Países Baixos Omega Pharma-Quick Step em '6 h 09 min 01 se 100
2 John Degenkolb  Alemanha Giant-Shimano + 20 s 80
3 Fabian Cancellara Suíça Trek Factory Racing 20 s 70
4 Sep Vanmarcke  Bélgica Belkin 20 s 60
5 Zdeněk Štybar  Chéquia Omega Pharma-Quick Step 20 s 50
6 Peter Sagan  Eslováquia Cannondale 20 s 40
7 Geraint Thomas  Reino Unido Team Sky 20 s 30
8 Sebastian Langeveld  Países Baixos Garmin-Sharp 20 s 20
9 Bradley Wiggins  Reino Unido Team Sky 20 s 10
10 Tom Boonen  Bélgica Omega Pharma-Quick Step 20 s 4

UCI World Tour[editar | editar código-fonte]

Esta Paris-Roubaix atribui pontos para o UCI World Tour de 2014, por equipas unicamente às equipas que têm um estatuto ProTeam, individualmente unicamente aos corredores das equipas que têm um estatuto ProTeam.

Posição.[9] 1.º 2.º 3.º 4.º 5.º 6.º 7.º 8.º 9.º 10.º
Classificação geral 100 80 70 60 50 40 30 20 10 4

Lista dos participantes[editar | editar código-fonte]

Legenda
Num Jersey de saída levada pelo corredor esta Paris-Roubaix Pos Posição à chegada da corrida
 MaillotNuevaZelanda.PNG  Indica uma camisola de campeão nacional ou mundial, conforme a sua especialidade NP Indica um corredor que não tomou a saída da corrida
AB Indica um corredor que não terminou a corrida HD Indica um corredor terminou a etapa fora de controle
Trek Factory Racing
TFR
Num Corredor Pos
1 Suíça Fabian Cancellara (SUI) 3.º
2 Espanha Markel Irizar (ESP) 94.º
3 Ucrânia Yaroslav Popovych (UKR) 114.º
4 Suíça Grégory Rast (SUI) 99.º
5 Nova Zelândia Hayden Roulston (NZL) MaillotNuevaZelanda.PNG (Estrada) AB
6 Nova Zelândia Jesse Sergent (NZL) 120.º
7 Bélgica Jasper Stuyven (BEL) 55.º
8 Países Baixos Boy van Poppel (NED) 53.º
Belkin
BEL
Num Corredor Pos
11 Bélgica Sep Vanmarcke (BEL) 4.º
12 Países Baixos Lars Boom (NED) 37.º
13 Países Baixos Tom Leezer (NED) 85.º
14 Países Baixos Bram Tankink (NED) 26.º
15 Países Baixos Maarten Tjallingii (NED) 51.º
16 Países Baixos Jos van Emden (NED) 18.º
17 Alemanha Robert Wagner (GER) 77.º
18 Bélgica Maarten Wynants (BEL) 39.º
Omega Pharma-Quick Step
OPQ
Num Corredor Pos
21 Bélgica Tom Boonen (BEL) 10.º
22 Bélgica Iljo Keisse (BEL) AB
23 Bélgica Nikolas Maes (BEL) AB
24 República Checa Zdeněk Štybar (CZE) 5.º
25 Países Baixos Niki Terpstra (NED) 1.º
26 Itália Matteo Trentin (ITA) 95.º
27 Bélgica Guillaume Van Keirsbulck (BEL) 84.º
28 Bélgica Stijn Vandenbergh (BEL) 16.º
BMC Racing
BMC
Num Corredor Pos
31 Bélgica Greg Van Avermaet (BEL) 17.º
32 Alemanha Marcus Burghardt (GER) 22.º
33 Suíça Silvan Dillier (SUI) AB
34 Noruega Thor Hushovd (NOR) MaillotNoruega.PNG (Estrada) 19.º
35 Estados Unidos Taylor Phinney (USA) 30.º
36 Itália Manuel Quinziato (ITA) 96.º
37 Suíça Michael Schär (SUI) MaillotSuiza.PNG (Estrada) 34.º
38 Suíça Danilo Wyss (SUI) 76.º
Orica-GreenEDGE
OGE
Num Corredor Pos
41 Austrália Mathew Hayman (AUS) 41.º
42 Nova Zelândia Sam Bewley (NZL) AB
43 Austrália Mitchell Docker (AUS) 29.º
44 Austrália Luke Durbridge (AUS) 90.º
45 Austrália Michael Hepburn (AUS) 133.º
46 Bélgica Jens Keukeleire (BEL) 25.º
47 Lituânia Aidis Kruopis (LTU) AB
48 Países Baixos Jens Mouris (NED) 118.º
Team Sky
SKY
Num Corredor Pos
51 Reino Unido Bradley Wiggins (GBR) 9.º
52 Noruega Edvald Boasson Hagen (NOR) 21.º
53 Áustria Bernhard Eisel (AUT) 13.º
54 Alemanha Christian Knees (GER) 65.º
55 Itália Salvatore Puccio (ITA) 112.º
56 Noruega Gabriel Rasch (NOR) 117.º
57 Reino Unido Luke Rowe (GBR) 31.º
58 Reino Unido Geraint Thomas (GBR) 7.º
Katusha
KAT
Num Corredor Pos
61 Noruega Alexander Kristoff (NOR) AB
62 Rússia Vladimir Gusev (RUS) 92.º
63 Rússia Vladimir Isaychev (RUS) MaillotRusia.PNG (Estrada) 126.º
64 Bielorrússia Aliaksandr Kuschynski (BLR) AB
65 Rússia Viatcheslav Kouznetsov (RUS) 57.º
66 Itália Luca Paolini (ITA) 74.º
67 Alemanha Rüdiger Selig (GER) 136.º
68 Letónia Gatis Smukulis (LAT) 86.º
AG2R La Mondiale
ALM
Num Corredor Pos
71 França Sébastien Turgot (FRA) 14.º
72 Lituânia Gediminas Bagdonas (LTU) 47.º
73 França Steve Chainel (FRA) 27.º
74 França Damien Gaudin (FRA) 110.º
75 Canadá Hugo Houle (CAN) 142.º
76 Bielorrússia Yauheni Hutarovich (BLR) 46.º
77 França Sébastien Minard (FRA) 23.º
78 França Lloyd Mondory (FRA) AB
Garmin-Sharp
GRS
Num Corredor Pos
81 Bélgica Johan Vansummeren (BEL) 38.º
82 Nova Zelândia Jack Bauer (NZL) 105.º
83 Estados Unidos Tyler Farrar (USA) 67.º
84 Dinamarca Lasse Norman Hansen (DEN) AB
85 Países Baixos Raymond Kreder (NED) 125.º
86 Países Baixos Sebastian Langeveld (NED) 8.º
87 Reino Unido David Millar (GBR) 113.º
88 Países Baixos Dylan van Baarle (NED) 64.º
Fdj.fr
FDJ
Num Corredor Pos
91 França Matthieu Ladagnous (FRA) 32.º
92 França William Gorra (FRA) 88.º
93 França David Boucher (FRA) AB
94 França Mickaël Delage (FRA) AB
95 França Arnaud Démare (FRA) 12.º
96 Brasil Murilo Fischer (BRA) 111.º
97 França Johan Le Bon (FRA) AB
98 França Yoann Offredo (FRA) 59.º
Cannondale
CAN
Num Corredor Pos
101 Eslováquia Peter Sagan (SVK) MaillotSlovakia.png (Estrada) 6.º
102 Polónia Maciej Bodnar (POL) 42.º
103 Estados Unidos Ted King (USA) AB
104 Eslovénia Kristjan Koren (SLO) 36.º
105 Áustria Matthias Krizek (AUT) 87.º
106 Itália Paolo Longo Borghini (ITA) 72.º
107 Itália Alan Marangoni (ITA) 101.º
108 Itália Fabio Sabatini (ITA) AB
Lampre-Merida
LAM
Num Corredor Pos
111 Itália Filippo Pozzato (ITA) 50.º
112 Itália Niccolò Bonifazio (ITA) AB
113 Itália Davide Cimolai (ITA) AB
114 Itália Elia Favilli (ITA) AB
115 Itália Roberto Ferrari (ITA) AB
116 Itália Sacha Modolo (ITA) AB
117 Itália Andrea Palini (ITA) 80.º
118 Itália Luca Wackermann (ITA) AB
Giant-Shimano
GIA
Num Corredor Pos
121 Alemanha John Degenkolb (GER) 2.º
122 Alemanha Nikias Arndt (GER) 100.º
123 Bélgica Bert De Backer (BEL) 11.º
124 Países Baixos Koen de Kort (NED) 83.º
125 África do Sul Reinardt Janse van Rensburg (RSA) 69.º
126 Países Baixos Ramon Sinkeldam (NED) 116.º
127 Países Baixos Tom Stamsnijder (NED) AB
128 Países Baixos Roy Curvers (NED) AB
Lotto-Belisol
LTB
Num Corredor Pos
131 Dinamarca Lars Ytting Bak (DEN) 109.º
132 Bélgica Kris Boeckmans (BEL) AB
133 Noruega Vegard Breen (NOR) 129.º
134 Bélgica Stig Broeckx (BEL) 58.º
135 Bélgica Kenny Dehaes (BEL) 130.º
136 Bélgica Jens Debusschere (BEL) 75.º
137 Alemanha Marcel Sieberg (GER) AB
138 Bélgica Boris Vale (BEL) AB
Europcar
EUC
Num Corredor Pos
141 França Vincent Jérôme (FRA) AB
142 França Jérôme Primo (FRA) AB
143 Canadá Antoine Duchesne (CAN) AB
144 França Jimmy Engoulvent (FRA) AB
145 França Yohann Gene (FRA) AB
146 França Yannick Martinez (FRA) 24.º
147 França Alexandre Pichot (FRA) 43.º
148 Alemanha Björn Thurau (GER) AB
IAM
IAM
Num Corredor Pos
151 Alemanha Roger Kluge (GER) 44.º
152 Suíça Marcel Aregger (SUI) AB
153 Austrália Heinrich Haussler (AUS) 91.º
154 França Sébastien Hinault (FRA) 115.º
155 Alemanha Dominic Klemme (GER) 119.º
156 Itália Matteo Pelucchi (ITA) AB
157 França Jérôme Pineau (FRA) AB
158 Letónia Aleksejs Saramotins (LAT) MaillotLetonia.PNG (Estrada) 62.º
Movistar
MOV
Num Corredor Pos
161 Reino Unido Alex Dowsett (GBR) AB
162 Espanha Imanol Erviti (ESP) 61.º
163 Espanha José Iván Gutiérrez (ESP) AB
164 Espanha Jesús Herrada (ESP) MaillotEspaña.PNG (Estrada) AB
165 Espanha Juan José Lobato (ESP) AB
166 Colômbia Dayer Quintana (COL) AB
167 Alemanha Jasha Sütterlin (GER) 124.º
168 Espanha Francisco Ventoso (ESP) 54.º
Astana Pro Team
AST
Num Corredor Pos
171 Eslovénia Borut Božič (SLO) 40.º
172 Cazaquistão Daniil Fominykh (KAZ) 135.º
173 Cazaquistão Dmitriy Gruzdev (KAZ) 71.º
174 Estados Unidos Evan Huffman (USA) AB
175 Cazaquistão Valentin Iglinskiy (KAZ) 137.º
176 Cazaquistão Armam Kamyshev (KAZ) AB
177
178 Cazaquistão Ruslan Tleubayev (KAZ) 106.º
Tinkoff-Saxo
TCS
Num Corredor Pos
181 Itália Manuele Boaro (ITA) AB
182 Itália Jesper Hansen (ITA) AB
183 Dinamarca Christopher Juul Jensen (DEN) 73.º
184 Eslováquia Michal Kolář (SVK) 141.º
185 Eslovénia Marko Kump (SLO) 98.º
186 Dinamarca Michael Mørkøv (DEN) MaillotDinamarca.svg (Estrada) 52.º
187 Dinamarca Nicki Sørensen (DEN) 89.º
188 Rússia Nikolay Trusov (RUS) 35.º
Bretagne-Séché Meio ambiente
BSE
Num Corredor Pos
191 França Erwann Corbel (FRA) AB
192 França Brice Feillu (FRA) 48.º
193 França Benoît Jarrier (FRA) 45.º
194 França Clément Koretzky (FRA) 102.º
195 França Christophe Laborie (FRA) AB
196 Noruega Vegard Stake Laengen (NOR) AB
197 França Benjamin O Montagner (FRA) AB
198 França Pierre-Luc Périchon (FRA) 128.º
Wanty-Groupe Gobert
WGG
Num Corredor Pos
201 Bélgica Björn Leukemans (BEL) 15.º
202 Bélgica Tim De Troyer (BEL) 97.º
203 Bélgica Laurens De Vreese (BEL) 33.º
204 Luxemburgo Jempy Drucker (LUX) 20.º
205 Países Baixos Wesley Kreder (NED) 104.º
206 Itália Mirko Selvaggi (ITA) 139.º
207 Bélgica James Vanlandschoot (BEL) 79.º
208 Bélgica Frederik Veuchelen (BEL) AB
Cofidis
COF
Num Corredor Pos
211 França Julien Fouchard (FRA) 60.º
212 Espanha Egoitz García (ESP) 82.º
213 Estónia Gert Jõeäär (É) AB
214 França Christophe Laporte (FRA) 103.º
215 França Cyril Lemoine (FRA) AB
216 França Adrien Petit (FRA) 28.º
217 França Florian Sénéchal (FRA) 49.º
218 Bélgica Louis Verhelst (BEL) AB
Topsport Vlaanderen-Baloise
TSV
Num Corredor Pos
221 Bélgica Jelle Wallays (BEL) 70.º
222 Bélgica Tim Declercq (BEL) AB
223 Bélgica Yves Lampaert (BEL) 108.º
224 Bélgica Jarl Salomein (BEL) 78.º
225 Bélgica Stijn Steels (BEL) 68.º
226 Bélgica Edward Theuns (BEL) 107.º
227 Bélgica Kenneth Vanbilsen (BEL) AB
282 Bélgica Preben Van Hecke (BEL) 123.º
NetApp-Endura
TNE
Num Corredor Pos
231 República Checa Jan Bárta (CZE) 131.º
232 República da Irlanda Sam Bennett (IRL) 134.º
233 Austrália Zakkari Dempster (AUS) 56.º
234 Eslovénia Blaž Jarc (SLO) 63.º
235 Alemanha Ralf Matzka (GER) 143.º
236 Reino Unido Jonathan McEvoy (GBR) 93.º
237 Alemanha Andreas Schillinger (GER) 66.º
238 Alemanha Michael Schwarzmann (GER) AB
UnitedHealthcare
UHC
Num Corredor Pos
241 Países Baixos Martijn Maaskant (NED) 81.º
242 Itália Alessandro Bazzana (ITA) 127.º
243 Alemanha Robert Förster (GER) 138.º
244 Itália Davide Frattini (ITA) 140.º
245 Estados Unidos Christopher Jones (USA) 122.º
246 Estados Unidos John Murphy (USA) 121.º
247 Estados Unidos Daniel Summerhill (USA) 132.º
248 Estados Unidos Bradley White (USA) 144.º

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Paris-Roubaix de 2014