Partido Comunista da Espanha (reconstituído)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partido Comunista da Espanha (reconstituído)
Partido Comunista de España (reconstituido)
Fundador Manuel Pérez Martínez
Fundação 1975
Sede Flag of Spain.svg Espanha e  França
Ideologia Marxismo-Leninismo
Maoísmo
Republicanismo
Anti-imperialismo
Espectro político Extrema-esquerda
Publicação Resistencia
Antorcha
Ala militar Grupos de Resistência Antifascista Primeiro de Outubro[1]
Antecessor Organização Marxista-Leninista Espanhola
Cores Vermelho

Partido Comunista da Espanha (reconstituído) (PCE-r) é um partido clandestino espanhol de ideologia marxista-leninista, cindido do Partido Comunista da Espanha (PCE). É considerado como o braço político dos GRAPO - Grupos de Resistência Antifascista Primeiro de Outubro.[1]

História[editar | editar código-fonte]

A origem do Partido Comunista da Espanha (reconstituído) remontam à formação, em 1968, em Bruxelas, da Organização Marxista-Leninista Espanhola (OMLE), composta por militantes do Partido Comunista da Espanha (PCE), dos Círculos Guevaristas e doutras organizaçoes espanholas no exílio europeu, a qual pretendia reconstruir o antigo Partido Comunista da Espanha.[2]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «SENTENCIA n° 31/2006» (PDF). C.G.P.J - Poder Judicial (em Castelhano). 30 de junho de 2006. Consultado em 15 de dezembro de 2015.. «La organización PCE.(r)-GRAPO. se constituye como una asociación integral formada por dos ramas, una política y otra militar 
  2. Historia del PCE(r).