Partido Comunista do Nepal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Partido Comunista do Nepal
नेपाल कम्युनिष्ट पार्टी
Presidente KP Sharma Oli e Pushpa Kamal Dahal[1]
Secretário-geral Bishnu Prasad Paudel
Presidium Secretariado do Partido Comunista do Nepal
Porta-voz Narayan Kaji Shrestha
Líder Parlamentar do Partido KP Sharma Oli[2]
Fundação 17 maio 2018; há 2 anos
Sede Perisdada, Koteshwor e Aakirti Marg, Dhumbarahi (Kathmandu)
Ideologia Comunismo
Democracia Popular Multipartidária[3]
Marxismo–Leninismo[3]
Centralismo Democrático[4]
Secularismo[4]
Federalismo
Facções:
Socialismo de mercado[carece de fontes?]
Caminho Marxismo-Leninismo-Maoísmo-Prachanda
Alcunha PCN (नेकपा)
Espectro político Esquerda[5]
Facções:
Centro-esquerda a Extrema-esquerda
Ala de estudantes Sindicato Nacional dos Estudantes Livres de Todo-Nepal
Ala jovem Federação Nacional da Juventude do Nepal
Ala trabalhista FEGESINE
FESITONE
Fusão PCN (Maoísta)
PCN (Marxista-Leninista Unificado)
País Nepal
Afiliação internacional IMCWP[6]
House of Representatives
174 / 275
Assembleia Nacional
50 / 59
Assembleias Provinciais
349 / 550
Cores      Vermelho
Hino "A International"
Símbolo eleitoral
CPN (UML) election symbol 1.png
Bandeira do partido
Flag of the CPN-UML.svg
Página oficial
ncp.org.np

O Partido Comunista do Nepal (em nepali: नेपाल कम्युनिष्ट पार्टी pronunciado [neˈpal ˈkʌmjunisʈ ˈpa (r) ʈi], PCN), também conhecido como PCN duplo [7], é o partido político governante no Nepal, é o maior partido comunista no Sul da Ásia e o terceiro maior na Ásia. [8] Foi fundado a 17 de maio de 2018, a partir da unificação de dois partidos de comunistas, Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado) e Partido Comunista do Nepal (Centro Maoísta) . A unificação foi concluída pelo Comité de Coordenação da Unificação do Partido, após oito meses de negociação. Os dois partidos predecessores dissolveram-se posteriormente, abrindo caminho para o novo partido unido. O partido mantém o símbolo eleitoral do PCN (Marxista-Leninista Unificado), o sol.[9][10] O partido é o maior partido político na Câmara dos Representantes, Assembleia Nacional e em todas as assembleias provinciais, exceto na província No. 2.

KP Sharma Oli, primeiro-ministro do Nepal desde 15 de fevereiro de 2018, e o ex-primeiro-ministro do Nepal Pushpa Kamal Dahal ambos atuam como presidentes do partido.[11]

História[editar | editar código-fonte]

Contexto[editar | editar código-fonte]

A 3 de outubro de 2017, os dois principais partidos comunistas, o Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado) e o Partido Comunista do Nepal (Centro Maoísta), juntamente com o Partido Naya Shakti, anunciaram uma coligação para as próximas eleições legislativas e provinciais . Os três partidos também anunciaram planos de unificação após a eleição com a formação de um Comité de Coordenação da Unificação. [12] [13] [14] A 14 de outubro de 2017, o partido Naya Shakti rompeu com a aliança citando diferenças com os dois partidos. [15] A aliança entre os dois partidos ganhou a maioria na Câmara dos Representantes e em seis das sete assembleias provinciais . [16] [17] [18] Após as eleições, foi decidido que o PCN (Marxista-Leninista Unificado) teria os ministros principais na Província No. 1, Bagmati Pradesh, Gandaki Pradesh e na Província No. 5, e o PCN (Centro Maoísta) teria os ministros principais em Karnali Pradesh e Sudurpashchim Pradesh . [19] O partido também obteve uma maioria de dois terços na Assembleia Nacional . [20] [21] Após a formação do Parlamento Federal do Nepal, o líder parlamentar do Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado), Khadga Prasad Oli foi empossado como primeiro-ministro a15 de fevereiro de 2018. [22] [23] A fusão dos dois partidos foi inicialmente anunciada para 22 de abril de 2018, para coincidir com a fundação do Partido Comunista do Nepal original em 1949, [24] mas a unificação foi suspensa alegando tempo insuficiente para resolver as questões restantes. [25]

Unificação[editar | editar código-fonte]

O PCN (Marxista-Leninista Unificado) e o PCN (Maoísta) dissolveram os seus comités centrais a 17 de maio de 2018 e o novo partido foi formado no mesmo dia. Khadga Prasad Oli e Pushpa Kamal Dahal serviam como presidentes conjuntos do partido até que um congresso geral fosse realizado.[26][27][28] O partido mudou o seu nome para Partido Comunista do Nepal (PCN) depois da Comissão Eleitoral do Nepal se ter recusado a registar o novo partido, uma vez que outro partido chamado Partido Comunista Nepalês já estava registado na comissão. [29] [30]

Ideologia[editar | editar código-fonte]

Como parte do acordo de fusão, a ideologia do partido consiste no marxismo-leninismo e no apoio a um sistema multipartidário no Nepal, enquanto o próprio partido permanecerá secular e governado pelo centralismo democrático.

Organização e Estrutura[editar | editar código-fonte]

Secretariado[editar | editar código-fonte]

Foi criado um Secretariado de nove membros (também conhecido como Alto Comando) do partido. Inclui:

Politburo[editar | editar código-fonte]

Um Politburo de 135 membros será formado após a formação do Comité Permanente e do Comité Central. [32]

Comité permanente[editar | editar código-fonte]

O Comité Permanente de 45 membros do Bureau Político Central inclui 26 membros do PCN (MLU) e 19 do PCN (Maoísta) . [33]

Comité Central[editar | editar código-fonte]

O comité central tem um total de 441 membros, incluindo 241 do Partido Comunista do Nepal (Marxista-Leninista Unificado) e 200 do Partido Comunista do Nepal (Maoísta) . [9]

Organizações de nível inferior[editar | editar código-fonte]

  • Comités provinciais: comité de 151 membros para cada uma das sete províncias [33]
  • Comités distritais: comité de 77 membros para cada um dos 77 distritos [32]
  • Comités metropolitanos
  • Comités sub-metropolitanos
  • Comités municipais
  • Comités municipais rurais
  • Comités de ala

Governo federal[editar | editar código-fonte]

Eleições Pratinidhi Sabha Rastriya Sabha Governo Primeiro Ministro / Líder do Partido Parlamentar
2017
174 / 275
PCN Khadga Prasad Oli Khadga Prasad Oli

Presença nas várias províncias[editar | editar código-fonte]

Província Mandatos Percentagem
Província No. 1
66 / 93
70,97%
Província No. 2
32 / 107
29,91%
Província de Bagmati
80 / 110
73,64%
Província de Gandaki
39 / 60
65%
Província de Lumbini
61 / 87
70,11%
Província de Karnali
32 / 40
80%
Província de Sudurpashchim
39 / 53
73,58%

Liderança[editar | editar código-fonte]

Presidentes do Partido Comunista do Nepal (PCN)[editar | editar código-fonte]

Secretários gerais do Partido Comunista do Nepal (PCN)[editar | editar código-fonte]

Governos provinciais[editar | editar código-fonte]

Em 2020, o PCN chefia os governos provinciais na Província No. 1, Bagmati, Gandaki, Lumbini, Karnali e Sudurpaschim .

Ministros em exercício do NCP
Província Ministro-chefe Retrato
Província No. 1 Sher Dhan Rai [34] Sherdhan Rai.jpg
Bagmati Dormani Poudel [35]
Gandaki Prithvi Subba Gurung [36]
Lumbini Shankar Pokhrel [37]
Karnali Mahendra Bahadur Shahi [38]
Sudurpaschim Trilochan Bhatta [39]

Referências[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. https://thediplomat.com/2018/02/the-rebirth-of-the-nepal-communist-party/
  2. «NCP picks Oli as its Parliamentary Party leader». 19 May 2018  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. a b Bhattarai, Kamal Dev (21 February 2018). «The (Re)Birth of the Nepal Communist Party». The Diplomat. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  4. a b Ghimire, Yubaraj (21 May 2018). «Next Door Nepal: Hope and fear in Kathmandu». The Indian Express. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  5. «Xi's Myanmar visit and China's Regional Diplomacy». Observer Research Foundation. 16 January 2020. Consultado em 9 February 2020. President Xi's visit to Nepal in October 2019 came when the ruling communist party in Nepal has consolidated power following the merger of two major 'left-wing parties to form Nepal Communist Party (NCP)' in May 2018.  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  6. IMCWP. «Participants List». IMCWP. Consultado em 16 February 2019  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  7. Lal, C. K. «The Maoist cul-de-sac». My Republica (em inglês). Consultado em 8 de novembro de 2020 
  8. http://www.china.org.cn/opinion/2018-05/22/content_51482191.htm
  9. a b «UML and Maoist Centre to form Nepal Communist Party tomorrow». 16 May 2018  Verifique data em: |data= (ajuda)
  10. «Nepal: Left alliance unifies to form single party». www.aninews.in 
  11. https://ncp.org.np/content/-6.html
  12. «UML, Maoist Centre, Naya Shakti Party form electoral alliance for polls». The Himalayan Times. 3 October 2017. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  13. «UML, Maoist Center, Naya Shakti to unify». My Republica. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  14. «CPN-UML, Maoist Centre, Naya Shakti announce electoral alliance, agree to unify». Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  15. «Naya Shakti back to poll symbol 'eye'». Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  16. «Nepal Left alliance wins majority in parliament, economy main trust – Modern Diplomacy». moderndiplomacy.eu. 12 December 2017. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  17. India, Press Trust of; India, Press Trust of (14 December 2017). «Nepal's Left alliance gets majority». The Hindu. ISSN 0971-751X. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  18. 徐林. «Left Alliance set to form majority government in Nepal – China.org.cn». www.china.org.cn. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  19. «UML to get 4 chief ministers, Maoist Centre 2». Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  20. «Left alliance commands two-thirds majority in NA». Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  21. «Nepal National Assembly election: Left Alliance gets two third majority | DD News». www.ddinews.gov.in. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  22. «KP Sharma Oli sworn in as Nepal PM for second time – Times of India». The Times of India. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  23. «KP Sharma Oli appointed Nepal's new prime minister». www.aljazeera.com. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  24. «Left alliance unification proposed for April 22». My Republica. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  25. «Unification of UML, Maoist Center will not happen on April 22 | Setopati – Nepal's Digital Newspaper». setopati.net. Consultado em 21 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  26. «Nepal's 2 major parties merge to form Nepal Communist Party – Xinhua | English.news.cn». www.xinhuanet.com. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  27. «UML- Maoist Center unification approved, new party to be registered today itself». My Republica. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  28. «Nepal's two biggest leftist forces merge into Nepal Communist Party – OnlineKhabar». english.onlinekhabar.com. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  29. «Unified party changes name after EC refuses to register as CPN underlined | Setopati – Nepal's Digital Newspaper». setopati.net. Consultado em 3 June 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  30. «नामबाट अण्डरलाईन हट्यो (नेकपा) थपियो». gorkhapatraonline.com. Consultado em 3 June 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  31. «एमाले र माओवादी मिलेर बन्यो नेपाल कम्युनिष्ट पार्टी». Online Khabar. Consultado em 18 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  32. a b «Nepal Communist Party to form lower committees, sister organisations within next three months – OnlineKhabar». english.onlinekhabar.com. Consultado em 22 May 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  33. a b «Nepal Communist Party will have 441-member Central Committee» 
  34. «Sher Dhan Rai appointed Province 1 Chief Minister – The Himalayan Times». The Himalayan Times. 14 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  35. «UML PP leader Dor Mani Paudel appointed CM of Province 3». The Himalayan Times. 11 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  36. «Prithvi Subba Gurung appointed as Province 4 CM – The Himalayan Times». The Himalayan Times. 12 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  37. «Shankar Pokharel appointed Province 5 CM». The Himalayan Times. 14 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  38. «Shahi appointed Province 6 CM». The Himalayan Times. 16 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)
  39. «Trilochan Bhatta becomes Province 7 chief minister». The Himalayan Times. 16 February 2018. Consultado em 31 March 2018  Verifique data em: |acessodata=, |data= (ajuda)