Passaporte italiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Passaporte italiano
Passaportoitaliano2006.jpg
Capa
Primeira emissão 26 de outubro de 2006 (biométrico)
20 de maio de 2010 (versão atual)
Emitido por  Itália
Tipo de documento Passaporte
Propósito Identificação
Requisitos Nacionalidade italiana
Expiração 10 anos para maiores de 18 anos; 5 para crianças entre 3 e 17 anos; 3 anos para menores de 3 anos.
Custo 116


O passaporte italiano é o documento oficial emitido pela Polícia de Estado que identifica o nacional italiano perante as autoridades de outros países, permitindo a anotação de entrada e saída pelos portos, aeroportos e vias de acesso internacionais. Permite também conter os vistos de autorização de entrada. Os cidadãos italianos podem usar, além disso, seus documentos de identidade para ingressar nos países signatários do Acordo de Schengen.[1]

Passaportes biométricos (EPassport logo.svg) são emitidos desde 26 de outubro de 2006.

Aparência física[editar | editar código-fonte]

Os passaportes italianos compartilham o layout padrão dos passaportes da União Europeia, de cor Borgonha. A capa é ilustrada com o Brasão de armas da Itália no centro. A palavra Passaporto, "Passaporte" em italiano, está inscrita abaixo do brasão, enquanto as palavras Unione Europea e Repubblica Italiana, "União Europeia" e "República Italiana" em italiano respectivamente, está acima.

Página de identificação do passaporte[editar | editar código-fonte]

Encontra-se na página 2 e possui a seguinte informação:

  • Fotografia do portador
  • Tipo (P)
  • Código do país emissor (ITA)
  • Passaporte nº.
  • Sobrenome
  • Nomes
  • Nacionalidade (ITALIANA)
  • Data de nascimento
  • Sexo
  • Local de nascimento
  • Data de emissão
  • Válido até
  • Autoridade
  • Assinatura do portador

Emissão[editar | editar código-fonte]

O passaporte italiano é emitido pelo Ministério das Relações Exteriores, por:

Contudo, cidadãos italianos podem requerer o passaporte na Arma dos Carabineiros e nos postos de polícia (Commissariati). Desde a implementação do passaporte biométrico em 2006, os requerentes devem aparecer pessoalmente nos postos da polícia para que as impressões digitais sejam coletadas; crianças com menos de 12 anos estão isentas, mas devem aparecer pessoalmente.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a Itália é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.