Paul Söding

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paul Söding
Nascimento 20 de fevereiro de 1933 (88 anos)
Dresden
Nacionalidade Alemanha Alemão
Alma mater Universidade de Hamburgo
Prêmios Prêmio Física de Alta Energia e Partículas (1995)
Campo(s) Física de partículas

Paul Söding (Dresden, 20 de fevereiro de 1933) é um físico alemão. É conhecido principalmente por seu trabalho na área de física de partículas experimental.

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Paul Söding estudou física na Universidade de Hamburgo e na Universidade de Munique. Em Hamburgo foi um dos primeiros diplomados de Willibald Jentschke. Em 1964 obteve um doutorado na Universidade de Hamburgo com a tese Elastische Streuung und Einfach-Pion-Erzeugung durch pp-Wechselwirkung bei 3.6 GeV/c.. Em seguida foi pesquisador na Universidade da Califórnia em Berkeley, na Universidade Cornell e no CERN.

Em 1969 foi pesquisador líder no Síncrotron Alemão de Elétrons (DESY) em Hamburgo. Lá conseguiu em 1979 com seus colegas, trabalhando com o acelerador de partículas PETRA, provar pela primeira vez a existência de glúons.[1]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Elastische Streuung und Einfach-Pion-Erzeugung durch pp-Wechselwirkung bei 3.6 GeV/c. Dissertation. Universität Hamburg 1964.
  • com Erich Lohrmann: Von schnellen Teilchen und hellem Licht. 50 Jahre Deutsches Elektronen-Synchrotron DESY. Wiley-VCH, Weinheim 2009, ISBN 978-3-527-40990-7.
  • com Günter Wolf: Experimental evidence on QCD. In: Annual Review Nucl. Part. Sci. Volume 31, 1981, p. 231–293.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]