Peças de Afrasiab

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

As peças de Afrasiab são um conjunto de peças de xadrez descobertos em 1977 pela Academia de Arqueologia do Uzbequistão na região de Afrasiab, na cidade de Samarcanda. As peças foram datadas como do século VI, sendo as mais antigas já encontradas. A cidade de Samarcanda era uma avançada civilização com uma sociedade estável e cultura estética desenvolvida, com um estilo de artesanato indicando que as peças são de uma tradição convencional bem estabelecida. Foram encontradas sete peças (1 Rei, 1 Torre, 1 Vizir, 2 cavalos e 2 peões) com um tamanho médio de 3 cm de altura.[1]

O Rei é uma figura sentada em um trono, numa grande carruagem puxada por três cavalos e a Torre é uma biga puxada por três cavalos e com dois cavaleiros, um como guia e ou outro como um guerreiro armado com espada e escudo. Os cavalos tem o formato de um guerreiro armado montado e os peões são figurados como soldados ajoelhados, apoiados em um joelho, segurando espada e escudo.[1]

Referências

  1. a b WILLIANS, Gareth (2000). Master Pieces (em inglês) 1ª ed. Londres: Quintet Publishing Limited. pp. 15–16. ISBN 0670893811 


Ícone de esboço Este artigo sobre enxadrismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.