Plácido Gomes de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Plácido Gomes de Oliveira
Nascimento 5 de outubro de 1884
Joinville
Morte 23 de março de 1959
Cidadania Brasil

Plácido Gomes de Oliveira (Joinville, 5 de outubro de 1884 – Joinville, 23 de março de 1959) foi um político brasileiro.

Nasceu em 5 de outubro de 1884, em Joinville-SC, e morreu em 23 de março de 1959 na mesma cidade[1]. Filho de Maria Balbina de Miranda Gomes de Oliveira e de Procópio Gomes de Oliveira. Casou com Alexina Stamm Gomes, com quem teve seis filhos. Também era irmão do ex-prefeito temporário de Joinville, João Acácio Gomes de Oliveira[2].

Formou-se como médico na Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro em 1910, exercendo sua clínica em Joinville[3]. Fundou e foi redator de muitos jornais na cidade. Por muito tempo foi diretor da Diretoria de Higiene de Joinville, num contexto de higienização da cidade, onde boa parte da populações tanto do meio urbano e rural, sofreram imposições para adequarem-se às novas medidas modernas de higiene[4] [5]. Plácido inclusive chegou à compactuar com ideias como eugenia e darwinismo social, como é possível identificar em seus relatórios da Diretoria de Higiene e algumas de suas publicações em jornais[6]. Foi também idealista da Ação Integralista Brasileira em Joinville, inclusive participando de reuniões[7]. Existe uma rua na cidade de Joinville, no bairro Bucarein, na qual carrega seu nome[8].

Foi eleito deputado estadual ao Congresso Representativo de Santa Catarina (Assembleia Legislativa) pelo Partido Republicano Catarinense (PRC), com 7.767 votos, e participou da 12ª Legislatura (1922-1924).

Referências

  1. http://memoriapolitica.alesc.sc.gov.br/biografia/808-Placido_Gomes_de_Oliveira
  2. OLIVEIRA, João Acácio Gomes de. Doutor João Acácio Gomes de Oliveira:Entrevista oral [11 mai. 1982, Joinville]. Entrevistadores: Dúnia de Freitas Toaldo. Entrevista concedida à Coleção Nossos Prefeitos - Século XX. Disponível em: Acervo do Laboratório de História Oral da Universidade da Região de Joinville. Joinville, 2021.
  3. Album Histórico do Centenário de Joinville”. Sociedade Amigos de Joinville. Curitiba: Gráfica Mundial, 1951, p. 315.
  4. GUEDES, Sandra P. L. de Camargo. O Hospital no processo de modernização de Joinville. In.: GUEDES, Sandra P. L. de Camargo. Instituição e Sociedade: A trajetória do Hospital Municipal São José de Joinville 1852-1971. 1a ed. Joinville: Movimento & Arte, 1996.
  5. FONTOURA, Arselle Andrade da. Aqui “jaz” um hospital. In: GUEDES. Sandra P. L. de Camargo (Org.). Histórias de (I)migrantes: O cotidiano de uma cidade. Joinville: Editora Univille, 2005.
  6. PREFEITURA MUNICIPAL DE JOINVILLE. Relatório 1933. Disponível no Arquivo Histórico de Joinville.
  7. OLIVEIRA, João Acácio Gomes de. Doutor João Acácio Gomes de Oliveira: Entrevista oral [11 mai. 1982, Joinville]. Entrevistadores: Dúnia de Freitas Toaldo. Entrevista concedida à Coleção Nossos Prefeitos - Século XX. Disponível em: Acervo do Laboratório de História Oral da Universidade da Região de Joinville. Joinville, 2021.
  8. https://www.google.com/maps/place/R.+Dr.+Pl%C3%A1cido+Gomes+-+Joinville,+SC/data=!4m2!3m1!1s0x94deb051d77efb59:0x777242c7e4373f7e?sa=X&ved=2ahUKEwjVj8jB3cjzAhXIqZUCHQcKD8QQ8gF6BAgFEAE
Ícone de esboço Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.