Plano GOELRO

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Página de título do plano GOELRO, 1920

Plano GOELRO (em russo: план ГОЭЛРО) foi o primeiro plano soviético para a recuperação e desenvolvimento econômico nacional. Tornou-se o protótipo para planos subsequentes de cinco anos elaborados pelo Gosplan. GOELRO é a transliteração da abreviatura russa de "Comissão do Estado para Eletrificação da Rússia" (Государственная комиссия по электрификации России).

A Comissão e o Plano foram iniciados e supervisionados por Vladimir Lenin. Sua crença na importância central da eletrificação para a conquista do comunismo é representada por sua afirmação de que

Comunismo é o poder soviético mais a eletrificação de todo o país
— Lenin[1]

A Comissão foi criada pelo Presidium do Vesenkha em 21 de fevereiro de 1920[2] de acordo com a resolução do Vesenkha de 3 de fevereiro sobre o desenvolvimento do plano de eletrificação. O diretor da Comissão foi Gleb Krzhizhanovsky.[3] Cerca de 200 cientistas e engenheiros participaram, incluindo Genrikh Graftio, Ivan Alexandrov, Mikhail Shatelen e outros.[2] No final de 1920, a Comissão elaborou o "Plano de Electrificação da RSFS Russa", que foi aprovado posteriormente pelo VIII Congresso dos Sovietes em 22 de dezembro de 1920[4] e aceito pelo Sovnarkom (governo soviético) em 21 de dezembro de 1921.[5]

O Plano representou uma grande reestruturação da economia soviética baseada na eletrificação total do país. O objetivo declarado de Lenin para isso era "... a organização da indústria com base na tecnologia moderna e avançada, na eletrificação que proporcionará um vínculo entre cidade e país, vai acabar com a divisão entre cidade e país, possibilitará elevar o nível de cultura no campo e superar, mesmo nos cantos mais remotos da terra, o atraso, a ignorância, a pobreza, a doença e a barbárie".[6]

Implementação[editar | editar código-fonte]

O Plano GOELRO foi implementado durante um período de 10 a 15 anos. De acordo com o Plano, o território da RSFS Russa foi dividido em oito regiões, com estratégias de desenvolvimento distintas devido a características específicas de cada região: Região Sul, Região Industrial Central, Região Norte, Região Ural, Região do Volga, Região do Turquestão, Região do Cáucaso e região da Sibéria Ocidental.[3][7] O Plano incluiu a construção de uma rede de 30 usinas regionais, incluindo dez grandes usinas hidrelétricas e numerosas empresas industriais de grande porte elétrico.[8] Pretendia-se aumentar a produção nacional total por ano para 8,8 bilhões de kWh, em comparação com 1,9 bilhões de kWh na Rússia Imperial em 1913.[3] A propaganda soviética afirmava que o plano foi basicamente realizado em 1931.[3][4] Na realidade, apenas três em dez estações hidrelétricas foram construídas até 1930: a Volkhov, a Svir e as estações hidrelétricas de Dnieper.[9] O objetivo de 8,8 bilhões de kWh, no entanto, foi alcançado em 1931,[10] e a produção de energia nacional continuou a aumentar exponencialmente, atingindo 13,5 bilhões de kWh no final do Primeiro Plano Quinquenal em 1932, 36 bilhões de kWh em 1937 e 48 bilhões de kWh em 1940.

Ivan Alexandrov dirigiu mais tarde a Comissão de Regionalização do Gosplan, que dividiu a União Soviética em treze regiões econômicas européias e oito asiáticas, utilizando um planejamento econômico racional em vez de "os vestígios de direitos soberanos perdidos".[11]

O termo "lâmpada de Ilyich" (em russo: лампочка Ильича) para uma lâmpada elétrica, uma referência a Vladimir Ilyich Lenin, é uma lembrança do período do Plano.

Referências

  1. Lenin, Vladimir (1920). Our Foreign and Domestic Position and Party Tasks. Moscou: Moscow Committee, R.C.P.(B.) 
  2. a b Neporozhnii, P. S. (1970). «50th anniversary of the Lenin Goélro Plan and Hydropower Development». Hydrotechnical Construction (em inglês). 4 (12): 1089–1093. doi:10.1007/BF02397589 
  3. a b c d Grande Enciclopédia Soviética, 3rd ed., entry on "ГОЭЛРО", available online here[ligação inativa]
  4. a b (em russo) On GOELRO Plan - at Kuzbassenergo Arquivado 2008-12-26 no Wayback Machine
  5. «Physics in the USSR: stages in a long journey». SOV PHYS USPEKHI (em inglês). 1983. pp. 720–726 
  6. Lenin "Collected Works", vol. 30, page 335.
  7. (em russo) 85th anniversary of GOELRO plan - Management Arquivado 2007-09-27 na Archive.today at the website of RAO UES
  8. Lapin, G. G. (Agosto de 2000). «70 Years of Gidroproekt and Hydroelectric Power in Russia». Hydrotechnical Construction. 34 (8-9): 374–379. doi:10.1023/A:1004107617449 
  9. Никитин, Олег (Fevereiro de 2010). «Плюс электрификация». The Forbes (em russo) 
  10. «Развитие электроэнергетики в СССР ( к 80летию плана ГОЭЛРО)» (em russo). Fevereiro de 2004. Consultado em 24 de julho de 2017 
  11. Ekonomicheskoe raionirovanie Rossii, Gosplan, Moscow 1921

Ligações externas[editar | editar código-fonte]