Plataforma de gelo Ayles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Antes: Ilha Ellesmere em 12 de julho de 2002.
Após: Imagem de satélite da NASA obtida em 13 de agosto de 2005, mostrando o colapso. A recém-formada ilha de gelo constitui apenas uma pequena parte desta imagem, sendo o fragmento muito próxima da costa no centro da imagem. A ilha de gelo encontra-se assinalada numa imagem mostrada neste artigo da CBC.

A plataforma de gelo Ayles era uma das seis principais plataformas de gelo do Canadá, todas elas situadas na costa norte da ilha Ellesmere, Nunavut. Separou-se da costa em 13 de agosto de 2005, formando uma gigantesca ilha de gelo com 37 m de espessura e medindo aproximadamente 14 por 5 km. Crê-se que o gelo mais antigo da plataforma tenha cerca de 3000 anos de idade. A plataforma estava situada a 83º1,5' N, 77º33,5' O, a cerca de 800 km para sul do Polo Norte.

A plataforma de gelo Ayles, tal como o seu vizinho Monte Ayles, foi assim chamada em honra de Adam Ayles, que serviu sob o comando de George Strong Nares a bordo do HMS Alert na Expedição Britânica ao Ártico.[1] Um levantamento das plataformas de gelo do Canadá, efetuado em 1986, permitiu concluir que entre 1959 e 1974 as plataformas de gelo Ayles e Milne haviam perdido cerca de 44 km² de gelo.[2]

Separação[editar | editar código-fonte]

Em 13 de Agosto de 2005, a totalidade da plataforma de gelo separou-se da costa de Ellesmere, formando uma nova ilha de gelo. Acredita-se que tenha sido a maior separação deste tipo ocorrida no Canadá nos últimos 30 anos.[3] Este acontecimento foi registado por sismómetros no norte do Canadá, e verificado através de imagens de satélite.

Alguns dias após a separação, a antiga plataforma havia derivado cerca de 50 km desde a ilha Ellesmere, até ter sido retida por gelo flutuante. Teme-se que quando o gelo derreta na primavera, as temperaturas elevadas libertem a antiga plataforma, tornando-a um perigo para navios e plataformas petrolíferas no seu percurso de deriva.[4]

A separação foi anunciada pelo Canadian Ice Service na altura da sua ocorrência, mas foram necessários 16 meses para reconstruir toda a sequência de separação a partir de dados de imagens de satélite mais antigas, para determinar as condições climáticas durante a separação e para que este acontecimento tivesse a atenção do público. Este acontecimento, que tem sido associado ao aquecimento global, é semelhante à separação da plataforma de gelo Larsen na Antártica ocorrida em 2002.

A velocidade da separação é também digna de nota; ocorreu em menos de uma hora. O Canadá perdeu cerca de 90% das suas plataformas de gelo nos últimos 100 anos.[5]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Wairarapa Times-Age newspaper article biography of Adam Ayles
  2. Jeffries, Martin O. Ice Island Calvings and Ice Shelf Changes, Milne Ice Shelf and Ayles Ice Shelf, Ellesmere Island, N.W.T.. Arctic 39 (1) (March 1986).
  3. Giant ice island breaks off Arctic shelf, Guardian Unlimited
  4. Arctic ice shelf collapse poses risk: expert, CBC news
  5. Arctic Ice Shelf Broke Off Canadian Island, New York Times

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikinotícias
O Wikinotícias tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: Ice shelf breaks free in Canadian arctic